Como combustível de má qualidade prejudica o seu carro?

Como combustível de má qualidade prejudica o seu carro?

Combustível adulterado ou de má qualidade podem causar carbonização ou superaquecimento das velas de ignição. Alerta a NGK, marca especialista na fabricação do componente.

Com o preço médio da gasolina 2,75% mais alto em 2018. Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A busca por postos com preços mais competitivos aumenta. Porém, é preciso que o motorista fique atento também à procedência e qualidade da gasolina e etanol.

Consultor Hiromori Mori

“Dificuldades na partida, falhas no motor e perda de potência. São alguns problemas que podem ser causados pela ação do combustível de má qualidade nas velas de ignição”, explica o consultor de Assistência Técnica da NGK, Hiromori Mori.

O especialista explica que apenas com uma simples análise visual do componente é possível identificar indícios que o combustível utilizado pode não ter uma boa qualidade.

Por esse motivo, é importante que o mecânico sempre verifique as condições da vela em uma revisão. “No caso da carbonização, a ponta ignífera da peça fica totalmente coberta com resíduos de carvão. Já em situações onde há acumulo de resíduo vermelho na ponta da vela. Indica o uso de combustível com óxido de ferro”, explica Hiromori Mori.

 

Como economizar combustível?

De acordo com o consultor, a dica para o motorista que deseja economizar combustível é garantir que as velas de ignição estejam em ordem. “A vela de ignição é responsável por garantir que o combustível seja queimado de forma correta, sem desperdício. Por isso, o bom funcionamento da peça influencia diretamente no consumo de gasolina ou etanol”, alerta.

A recomendação da NGK é que a peça seja inspecionada anualmente, a cada 10 mil quilômetros ou conforme orientação da montadora.  

Solução da NGK

Outra solução interessante para quem busca economia é investir em uma vela especial. A NGK disponibiliza no mercado de reposição as velas G-Power. Feitas em platina e Iridium IX, de irídio. Ambas possuem a ponta do eletrodo mais finas do que as velas convencionais. Proporcionando uma queima otimizada e, consequentemente, maior economia de gasolina ou etanol.

“Além disso, por terem mais facilidade em gerar centelha, as velas especiais melhoram o desempenho do veículo. Sem que seja necessário fazer grandes transformações no motor” afirma Mori.

Fonte: omecanico.com.br Acessado e modificado dia 20 de março de 2018 ” Saiba como combustível de má qualidade pode afetar seu veículo ”

How does poor fuel damage your car?

Poor fuel can cause ignition spark plugs to become carbonized or overheated. Alert to NGK, brand specialist in component manufacturing.

With the average price of gasoline 2.75% higher in 2018. According to data from the National Agency of Petroleum, Natural Gas and Biofuels (ANP).

The search for more competitively priced stations increases. However, the driver must also pay attention to the origin and quality of gasoline and ethanol.

NGK Technical Assistance Consultant Hiromori Mori

“Difficulties in starting, engine failures and loss of power. These are some of the problems that can be caused by the poor quality fuel in the spark plugs, “explains NGK Technical Assistance Consultant Hiromori Mori.

The specialist explains that only with a simple visual analysis of the component can it be possible to identify indications that the fuel used may not have a good quality.

For this reason, it is important that the mechanic always check the conditions of the candle in a review. “In the case of carbonization, the igniter tip of the part is completely covered with coal residue. Already in situations where there is accumulation of red residue at the end of the candle. It indicates the use of fuel with iron oxide, “explains Hiromori Mori.

How to save fuel?

According to the consultant, the tip for the driver who wants to save fuel is to make sure the spark plugs are in order. “The spark plug is responsible for ensuring that the fuel is burned properly, without wastage. Therefore, the proper functioning of the piece directly influences the consumption of gasoline or ethanol, “he warns.

NGK’s recommendation is that the part be inspected annually, every 10,000 kilometers or as instructed by the automaker.

NGK Solution

Another interesting solution for those looking for economics is to invest in a special candle. NGK offers G-Power candles in the aftermarket. Made of platinum and Iridium IX, made of iridium. Both have the tip of the electrode finer than the conventional candles. Providing an optimized burning and, consequently, greater savings of gasoline or ethanol.

“In addition, because they are easier to generate spark, special spark plugs improve vehicle performance. Without having to make major changes in the engine, “says Mori.

Source: omecanico.com.br Accessed and modified March 20, 2018 “Learn how poor fuel can affect your vehicle”

Publicações Recentes

Guincho Hidráulico “Girafa”

Guincho Hidráulico “Girafa”

Antes de comprar, observe o piso do seu estabelecimento, e solicite a indicação mais adequada de roda para o seu guincho. Guincho Hidráulico foi projetado para elevar diversos tipos de cargas, sua estrutura é leve e resistente, facilitando a...

ler mais
teste de blocos getwid

teste de blocos getwid

Element #1 Element #2 Água BrancaALAnadiaALArapiracaALAtalaiaALBarra de Santo AntônioALBarra de São MiguelALBatalhaALBelémALBelo MonteALBoca da MataALBranquinhaALCacimbinhasALCajueiroALCampestreALCampo AlegreALCampo GrandeALCanapiALCapelaALCarneirosALChã PretaALCoité...

ler mais
Como é e como irá funcionar a logística Reversa?

Como é e como irá funcionar a logística Reversa?

Entre outros princípios e instrumentos introduzidos pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. E seu regulamento, Decreto Nº 7.404 de 23 de dezembro de 2010. Destacam-se a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida...

ler mais
O que  é CRLV?

O que é CRLV?

CRLV, é o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo, ou seja, é um documento que cada proprietário de veículo automotivo deve ..

ler mais

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da Hulk Equipamentos Automotivos Ltda ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual ou certificado de garantia.

Combustível adulterado ou de má qualidade podem causar carbonização ou superaquecimento das velas de ignição. Alerta a NGK, marca especialista na fabricação do componente.

Com o preço médio da gasolina 2,75% mais alto em 2018. Segundo dados da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP).

A busca por postos com preços mais competitivos aumenta. Porém, é preciso que o motorista fique atento também à procedência e qualidade da gasolina e etanol.

Consultor  Hiromori Mori

“Dificuldades na partida, falhas no motor e perda de potência. São alguns problemas que podem ser causados pela ação do combustível de má qualidade nas velas de ignição”, explica o consultor de Assistência Técnica da NGK, Hiromori Mori.

O especialista explica que apenas com uma simples análise visual do componente é possível identificar indícios que o combustível utilizado pode não ter uma boa qualidade.

Por esse motivo, é importante que o mecânico sempre verifique as condições da vela em uma revisão. “No caso da carbonização, a ponta ignífera da peça fica totalmente coberta com resíduos de carvão. Já em situações onde há acumulo de resíduo vermelho na ponta da vela. Indica o uso de combustível com óxido de ferro”, explica Hiromori Mori.

 

Como economizar combustível?

De acordo com o consultor, a dica para o motorista que deseja economizar combustível é garantir que as velas de ignição estejam em ordem. “A vela de ignição é responsável por garantir que o combustível seja queimado de forma correta, sem desperdício. Por isso, o bom funcionamento da peça influencia diretamente no consumo de gasolina ou etanol”, alerta.

A recomendação da NGK é que a peça seja inspecionada anualmente, a cada 10 mil quilômetros ou conforme orientação da montadora.  

Solução da NGK

Outra solução interessante para quem busca economia é investir em uma vela especial. A NGK disponibiliza no mercado de reposição as velas G-Power. Feitas em platina e Iridium IX, de irídio. Ambas possuem a ponta do eletrodo mais finas do que as velas convencionais. Proporcionando uma queima otimizada e, consequentemente, maior economia de gasolina ou etanol.

“Além disso, por terem mais facilidade em gerar centelha, as velas especiais melhoram o desempenho do veículo. Sem que seja necessário fazer grandes transformações no motor” afirma Mori.

Fonte: omecanico.com.br Acessado e modificado dia 20 de março de 2018 ” Saiba como combustível de má qualidade pode afetar seu veículo ”

How does poor fuel damage your car?

Poor fuel can cause ignition spark plugs to become carbonized or overheated. Alert to NGK, brand specialist in component manufacturing. With the average price of gasoline 2.75% higher in 2018. According to data from the National Agency of Petroleum, Natural Gas and Biofuels (ANP). The search for more competitively priced stations increases. However, the driver must also pay attention to the origin and quality of gasoline and ethanol.

NGK Technical Assistance Consultant Hiromori Mori

“Difficulties in starting, engine failures and loss of power. These are some of the problems that can be caused by the poor quality fuel in the spark plugs, “explains NGK Technical Assistance Consultant Hiromori Mori. The specialist explains that only with a simple visual analysis of the component can it be possible to identify indications that the fuel used may not have a good quality. For this reason, it is important that the mechanic always check the conditions of the candle in a review. “In the case of carbonization, the igniter tip of the part is completely covered with coal residue. Already in situations where there is accumulation of red residue at the end of the candle. It indicates the use of fuel with iron oxide, “explains Hiromori Mori.

How to save fuel?

According to the consultant, the tip for the driver who wants to save fuel is to make sure the spark plugs are in order. “The spark plug is responsible for ensuring that the fuel is burned properly, without wastage. Therefore, the proper functioning of the piece directly influences the consumption of gasoline or ethanol, “he warns. NGK’s recommendation is that the part be inspected annually, every 10,000 kilometers or as instructed by the automaker.

NGK Solution

Another interesting solution for those looking for economics is to invest in a special candle. NGK offers G-Power candles in the aftermarket. Made of platinum and Iridium IX, made of iridium. Both have the tip of the electrode finer than the conventional candles. Providing an optimized burning and, consequently, greater savings of gasoline or ethanol.

“In addition, because they are easier to generate spark, special spark plugs improve vehicle performance. Without having to make major changes in the engine, “says Mori.

Source: omecanico.com.br Accessed and modified March 20, 2018 “Learn how poor fuel can affect your vehicle”

Publicações Recentes

Guincho Hidráulico “Girafa”

Guincho Hidráulico “Girafa”

Antes de comprar, observe o piso do seu estabelecimento, e solicite a indicação mais adequada de roda para o seu guincho. Guincho Hidráulico foi projetado para elevar diversos tipos de cargas, sua estrutura é leve e resistente, facilitando a...

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual ou certificado de garantia.
Danos a saúde com descarte indevido de óleos lubrificantes

Danos a saúde com descarte indevido de óleos lubrificantes

Quais são as consequências na saúde com descarte indevido de óleos lubrificantes?

A troca de óleo a cada 5 ou 10 mil km faz parte da manutenção preventiva de todo veículo, afinal, o lubrificante é o responsável em envolver cada peça metálica dentro do motor evitando atritos. Já o óleo retirado dos veículos em postos ou centros automotivos são acumulados em barris próprios e transportados para o reaproveitamento em refinarias, mas, segundo a Agência Nacional do Petróleo, o índice não atinge nem 30%.

Os problemas gerados são enormes, como a agressão ao meio ambiente, visto que apenas 1 (hum) litro de óleo lubrificante pode contaminar 1 milhão de litros de água, além de inutilizar o solo, assim, como as consequências na saúde com descarte indevido de óleos lubrificantes podem gerar doenças incuráveis.

E pensar que tantos problemas poderiam ser evitados simplesmente com a conscientização da importância em reciclar o óleo lubrificante, sem falar das vantagens econômicas das cidades que não teriam que gastar milhões para recuperar a natureza.

E não é apenas o descarte dos óleos lubrificantes que trazem consequências, pelo fato de ser produzido a partir do petróleo, o óleo mesmo novo, já é tóxico, e como o produto recebe vários tipos de aditivos, potencializa ainda mais, os efeitos contaminantes, por isso, é tão importante a manipulação do produto de maneira correta.

A contaminação do solo pode acontecer não apenas com descartes indevidos como o despejo na terra, ou direto em esgotos, visto que o perigo começa na embalagem do produto, pois, uma simples gota de óleo novo pode ocasionar uma contaminação, principalmente para o frentista que manuseia o produto, e se for usado, o risco é maior devido a deterioração e contaminação com partes metálicas, entre outros!

O CONAMA, Conselho Nacional do Meio Ambiente, alerta que as substâncias encontradas nos óleos lubrificantes usados, podem trazer riscos sérios a saúde, as vezes com problemas irreversíveis, por isso, o descarte e o manuseio correto são extremamente importantes.

O óleo lubrificante usado, gera compostos perigosos para a saúde e para o meio ambiente, tais como dioxinas, ácidos orgânicos, cetonas e hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, além de conter elementos tóxicos, como cromo, cádmio, chumbo e arsênio, oriundos da fórmula original ou absorvidos do próprio motor do equipamento.

Confira abaixo, algumas das doenças geradas pelas substancia químicas que ha nos óleos lubrificantes:

  • Chumbo

Intoxicação, vômitos, diarreias, dores abdominais, danos no sistema nervoso, câncer nos rins e sistema linfático. Acumula principalmente nos ossos;

  • Cádmio

Dores musculares, danos no fígado e nos rins, irritabilidade, debilitação dos ossos e câncer nos pulmões e traqueia. Acumula principalmente nos ossos, rins e fígado;

  • Arsênio

Alteração na pressão sanguínea, nefrite crônica, cirrose hepática, câncer na pele, pulmões e fígado;

  • Cromo Hexavalente, CrVl

Diferente do cromo trivalente (CrIII) essencial na potencialização da insulina. Pode causar no organismo dor abdominal, dermatite, crescimento do fígado e câncer nos pulmões, fígado e pele;

  • Dioxinas

Câncer no sistema respiratório, vômitos, dor e fraqueza nos músculos, problemas de pressão e distúrbios cardíacos;

  • Hidrocarbonetos Policíclicos (Polinucleares) Aromáticos;

São cancerígenos, afetam os pulmões, o sistema reprodutor e podem causar deformações em feto – teratogênico;

Vale frisar que a maioria dos contaminantes são bioacumulativos, ou seja, permanecem no organismo durante muito tempo, por isso, caso sinta algum desconforto, procure um médico!

Saiba na hora que um novo vídeo foi postado. Com novidades em equipamentos automotivos, segurança e entretenimento da área mecânica, informação e lazer.
Guincho Hidráulico “Girafa”

Guincho Hidráulico “Girafa”

Antes de comprar, observe o piso do seu estabelecimento, e solicite a indicação mais adequada de roda para o seu guincho. Guincho Hidráulico foi projetado para elevar diversos tipos de cargas, sua estrutura é leve e resistente, facilitando a...

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Quais são as consequências na saúde com descarte indevido de óleos lubrificantes?

A troca de óleo a cada 5 ou 10 mil km faz parte da manutenção preventiva de todo veículo, afinal, o lubrificante é o responsável em envolver cada peça metálica dentro do motor evitando atritos. Já o óleo retirado dos veículos em postos ou centros automotivos são acumulados em barris próprios e transportados para o reaproveitamento em refinarias, mas, segundo a Agência Nacional do Petróleo, o índice não atinge nem 30%.

Os problemas gerados são enormes, como a agressão ao meio ambiente, visto que apenas 1 (hum) litro de óleo lubrificante pode contaminar 1 milhão de litros de água, além de inutilizar o solo, assim, como as consequências na saúde com descarte indevido de óleos lubrificantes podem gerar doenças incuráveis.

E pensar que tantos problemas poderiam ser evitados simplesmente com a conscientização da importância em reciclar o óleo lubrificante, sem falar das vantagens econômicas das cidades que não teriam que gastar milhões para recuperar a natureza.

E não é apenas o descarte dos óleos lubrificantes que trazem consequências, pelo fato de ser produzido a partir do petróleo, o óleo mesmo novo, já é tóxico, e como o produto recebe vários tipos de aditivos, potencializa ainda mais, os efeitos contaminantes, por isso, é tão importante a manipulação do produto de maneira correta.

A contaminação do solo pode acontecer não apenas com descartes indevidos como o despejo na terra, ou direto em esgotos, visto que o perigo começa na embalagem do produto, pois, uma simples gota de óleo novo pode ocasionar uma contaminação, principalmente para o frentista que manuseia o produto, e se for usado, o risco é maior devido a deterioração e contaminação com partes metálicas, entre outros!

O CONAMA, Conselho Nacional do Meio Ambiente, alerta que as substâncias encontradas nos óleos lubrificantes usados, podem trazer riscos sérios a saúde, as vezes com problemas irreversíveis, por isso, o descarte e o manuseio correto são extremamente importantes.

O óleo lubrificante usado, gera compostos perigosos para a saúde e para o meio ambiente, tais como dioxinas, ácidos orgânicos, cetonas e hidrocarbonetos policíclicos aromáticos, além de conter elementos tóxicos, como cromo, cádmio, chumbo e arsênio, oriundos da fórmula original ou absorvidos do próprio motor do equipamento.

Confira abaixo, algumas das doenças geradas pelas substancia químicas que ha nos óleos lubrificantes:

  • Chumbo

Intoxicação, vômitos, diarreias, dores abdominais, danos no sistema nervoso, câncer nos rins e sistema linfático. Acumula principalmente nos ossos;

  • Cádmio

Dores musculares, danos no fígado e nos rins, irritabilidade, debilitação dos ossos e câncer nos pulmões e traqueia. Acumula principalmente nos ossos, rins e fígado;

  • Arsênio

Alteração na pressão sanguínea, nefrite crônica, cirrose hepática, câncer na pele, pulmões e fígado;

  • Cromo Hexavalente, CrVl

Diferente do cromo trivalente (CrIII) essencial na potencialização da insulina. Pode causar no organismo dor abdominal, dermatite, crescimento do fígado e câncer nos pulmões, fígado e pele;

  • Dioxinas

Câncer no sistema respiratório, vômitos, dor e fraqueza nos músculos, problemas de pressão e distúrbios cardíacos;

  • Hidrocarbonetos Policíclicos (Polinucleares) Aromáticos;

São cancerígenos, afetam os pulmões, o sistema reprodutor e podem causar deformações em feto – teratogênico;

Vale frisar que a maioria dos contaminantes são bioacumulativos, ou seja, permanecem no organismo durante muito tempo, por isso, caso sinta algum desconforto, procure um médico!

Veja nossos vídeos em nosso Canal 2e4 Rodas

Saiba na hora que um novo vídeo foi postado.
Com novidades em equipamentos automotivos, segurança,
diversão e entretenimento da área mecânica, informação e lazer.

Guincho Hidráulico “Girafa”

Guincho Hidráulico “Girafa”

Antes de comprar, observe o piso do seu estabelecimento, e solicite a indicação mais adequada de roda para o seu guincho. Guincho Hidráulico foi projetado para elevar diversos tipos de cargas, sua estrutura é leve e resistente, facilitando a...

Qual a Melhor Desmontadora de Pneus?

Qual a Melhor Desmontadora de Pneus?

Melhor Desmontadora de Pneus. Desmontadora de Pneus é aquela que possui a força necessário para o tamanho e peso do pneu que será desmontado.

teste de blocos getwid

teste de blocos getwid

Element #1 Element #2 Água BrancaALAnadiaALArapiracaALAtalaiaALBarra de Santo AntônioALBarra de São MiguelALBatalhaALBelémALBelo MonteALBoca da MataALBranquinhaALCacimbinhasALCajueiroALCampestreALCampo AlegreALCampo GrandeALCanapiALCapelaALCarneirosALChã PretaALCoité...

Como é e como irá funcionar a logística Reversa?

Como é e como irá funcionar a logística Reversa?

Entre outros princípios e instrumentos introduzidos pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. E seu regulamento, Decreto Nº 7.404 de 23 de dezembro de 2010. Destacam-se a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida...

O que  é CRLV?

O que é CRLV?

CRLV, é o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo, ou seja, é um documento que cada proprietário de veículo automotivo deve ..

Cadeirinha de bebê: Como Instalar?

Cadeirinha de bebê: Como Instalar?

Dirigir com responsabilidade é o mesmo que dizer que todo motorista é responsável em transportar cada um de seus passageiros, principalmente

É fácil dirigir na neblina?

É fácil dirigir na neblina?

Não! Dirigir na neblina pode ser bem difícil, mesmo para motoristas experientes, dependendo da intensidade e do horário! Para motoristas …

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.