Quando um Acidente de Moto da perda Total?

Quando um Acidente de Moto da perda Total?

phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Sempre que se fala em motocicleta assegurada, pode dar a falsa sensação de tranquilidade. Isto, porque, quando acontece um acidente mais grave, desde que não envolva óbito é claro, o motociclista pode pensar que vai ficar no lucro! Que a seguradora vai dar outra moto novinha! Só que não é bem assim! Na realidade, é feito uma verificação em cima do acidente que pode frustrar muita gente! Por isso, é bom estar bom por dentro do assunto, para saber quando um acidente de moto dá perda total realmente!

Esse critério para perda total o conhecido PT., é válido também para os carros. Confiram:

O critério para dar PT deve constar nas cláusulas contratuais na parte Condições Gerais da documentação do seguro da moto. Geralmente a mais comum, é o “critério dos 75%”, que significa que no caso dos danos ocasionados no acidente forem iguais ou superiores a 75% do valor da moto, deverá ser considerado perda total!

Quando é considerado que a moto atingiu 75% em danos

• Todo veículo segurado que sofre o sinistro deve ser levado a oficina conveniada para um orçamento do reparo e, da troca necessárias de peças;

• Quando o assegurado leva na oficina de sua escolha já é mais complicado. O orçamento feito é enviado para a seguradora analisar e aprovar;

• Caso após a análise seja aprovado, o valor do orçamento é comparado com o valor da moto na tabela FIPE;

• Caso o orçamento da oficina represente 75% ou mais da Tabela FIPE do mês, será considerado perda total com indenização integral;

moto atingiu 75 porcento de dano

Veja um exemplo para entender melhor:

• Houve uma colisão entre moto e carro. O seguro do motorista do carro foi acionado e, o guincho removeu ambos para oficina de escolha do segurado;

• Nesta oficina, o orçamento de reparo da moto ficou em R$ 10.000,00. A seguradora avaliou e, aprovou este orçamento;

• Conforme consulta na tabela FIPE o valor da moto está em R$ 25.000,00;

• Então, é feito a conta de 10.000 dividido por 25.000. O resultado é 40%. Infelizmente nesse caso, como 40% é menor que 75%, não é considerado perda total e, sim perda parcial. Dessa maneira a moto pode ser reparada mediante pagamento da franquia obrigatória;

Todo contrato de seguro é feito com 75%?

• Normalmente as seguradoras que respeitam a norma da Susep, trabalham com 75%, mas, existem seguradoras que trabalham com critérios diferentes. De qualquer forma, não pode ser superior a 75%, ou seja, a seguradora poderá trabalhar com critérios menores que 75%, mas nunca superiores conforme Circular SUSEP nº 269.

contrato de seguro e feito com 75 porcento de dano

Diferença em ser atendido como terceiro e não segurado

• Quando o proprietário da moto que sofreu o sinistro for atendido por meio do seguro do outro carro envolvido no acidente, é considerado como terceiro e, não como segurado. Esse fato é importante pois o contrato de seguro (apólice) é feito entre segurado e seguradora e, portanto, as cláusulas contratuais valem somente entre essas partes.

• Quer dizer que o critério de 75% é uma cláusula entre segurado e seguradora, não sendo obrigatoriamente extensivo a terceiros. Essa cláusula refere-se a cobertura de terceiros a qual garante apenas que a seguradora cobrirá danos materiais causados pelo segurado, desde que ele tenha sido causador e, assuma a culpa. Não estabelece regras sobre o percentual de critério para perda total.

• Por essa razão o critério de 75% não é válido para terceiros. A seguradora e, o terceiro, podem entrar num acordo que agrade ambos os lados.

• Inclusive, quando acontecem casos como esses, a seguradora pode propor perda total para danos abaixo de 75%. Assim, será o proprietário/ terceiro é que vai dizer se se aceita ou não.

• Não é permitido usar critérios superiores a 75% de danos para perda total mesmo de terceiros. É considerado prática abusiva, podendo denunciar na SUSEP.

atendido como terceiro e não segurado

Qual o valor da indenização integral

• O valor da indenização integral quando dá perda total, é conforme o percentual contratado da Tabela FIPE. Caso tenha sido contratado 100%, recebe o valor integral da Tabela FIPE no mês da liberação do pagamento. Se tiver contratado 90%, receberá este percentual sobre a Tabela FIPE.

• Caso tenha sido contratado um valor fixo e não percentual da Tabela FIPE, será pago o valor fixo estipulado na apólice, ou seja, o valor de cobertura combinado.

Vale esclarecer que não há cobranças de franquias quando a moto dá perda total!

youtube logo 2e4rodas

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Como evitar acidentes com equipamento Ruidcar?

Como evitar acidentes com equipamento Ruidcar?

Empresas em todos os seguimentos sempre estão atentas na prevenção de acidentes que possam acontecer com seus funcionários. Para isso, precisam saber exatamente onde algum acidente pode ser originado e a partir daí. Dar condição para ser executado de maneira segura. Que é com equipamento Ruidcar (Ruidicar).

No caso das oficinas mecânicas não é diferente. Precisam estar focadas em prevenir acidentes envolvendo funcionários geralmente mecânicos visto que ocorrem com certa frequência. E acontecem as vezes numa volta no quarteirão.

Como uma simples volta no quarteirão pode ser perigosa

Sempre que o cliente leva o carro na oficina é para consertar, ou trocar algumas peças sejam por desgastes ou mal uso do veículo. consertos como esses podem ser considerados simples em resolver.

Um dos maiores problemas para o mecânico é quando o cliente reclama que o carro está fazendo algum tipo de barulho. como rangidos, estalos, grilos, que por sua vez são difíceis para descobrir onde são originados.

Qual é o procedimento do mecânico para barulhos diferentes?

  • É arrumar um tempo extra para andar com o carro do cliente. Dar uma volta no quarteirão, e prestar atenção ao barulho para tentar chegar o mais perto possível, abrir, desmontar e checar possíveis peças problemáticas e trocar. E quem sabe o carro volta a ficar silencioso novamente.

Quais acidentes podem acontecer com o mecânico num único quarteirão

Bom, para o mecânico embora experiente possa acertar em cheio de onde vem os barulhos no veículo. terá que sair da oficina e andar com o carro por 1 ou 2 quarteirões, mas, nesse trajeto, muita coisa pode acontecer. Confira:

  • Andar no trânsito mesmo só numa volta no quarteirão pode ser suficiente para se envolver em acidentes. Visto que acontecem centenas por dia, envolvendo imprudência. Velocidade, além de pedestres e ciclistas que surgem do nada.
  • Pode atropelar alguém. Arranhar o carro. Sofrer uma colisão. Furar ou estragar o pneu. Levar multa. Enfim, pode dar sorte ao azar.
  • E não para por aí, com a marginalidade que anda a solta, pode ser vítima de roubo, ou pior, latrocínio, que é o roubo seguido de morte, nesse caso para quem vai a conta do cliente que teve o carro furtado da oficina, e da fatalidade com o mecânico?
  • Quem paga a indenização aos familiares da vítima?
  • Como fica a credibilidade da oficina mecânica com os outros clientes depois do acontecido?
  • Pensar que tudo que o mecânico estava fazendo era tentar descobrir de onde vinham os  barulhos que o cliente reclamou. Por isso, teve de sair da oficina para dirigir e ouvir em quais momentos ouvia-se e de onde poderiam ser originados.

Cliente insatisfeito

  • Mesmo que o mecânico não sofra acidentes e ande quilômetros com o carro. Não significa que depois de todo o trabalho de analisar e consertar várias peças, tenha realmente sanado o problema.
  • Nesse caso só vai ter certeza depois que o cliente dirigir e confirmar que ficou ótimo. Já que em muitos casos o cliente volta a oficina desta vez para reclamar do serviço. Do tempo que ficou sem o carro, do dinheiro pago. E mesmo assim, não resolveu o problema do barulho que continua. Porque certamente foi mais um caso de achismo, ou um tiro no escuro.

Qual a solução para prevenir dores de cabeças como essas?

  • Fácil! Basta investir num equipamento de qualidade aliado a modernidade chamado Ruidcar (Ruidicar).
  • Ruidcar (Ruidicar) foi criado exclusivamente para ser a secretária perfeita do mecânico, ou seja, é a peça chave na oficina mecânica, sabe por que?
  • Porque é capaz de descobrir em apenas 5 minutos, é isto mesmo, nada de voltas infindáveis nas ruas até descobrir de onde vem os barulhos do carro, bastam 5 minutos com o carro no Ruidcar (Ruidicar) para saber que o problema podia ser dos batentes, molas, amortecedores, ou até de um parafusinho solto que estava no porta-luvas.
  • Ruidcar será a diferença no atendimento com excelência de qualidade no seu estabelecimento, a rapidez na entrega do veículo ao cliente e com a certeza do serviço 100% bem-feito, isso tudo, sem dúvidas, justificam o valor investido no equipamento.

O preço do Ruidcar (Ruidicar)?

  • O fato do serviço ser bem-feito uma única vez, evitando aborrecimentos com clientes insatisfeitos, além da rapidez em detectar problemas justificam o valor pago!
  • Oficinas que já tem Ruidcar (Ruidicar) cobram em média R$ 350,00 para fazer um diagnóstico em apenas 5 minutos.
  • Faça as contas rapidamente, em apenas 5 minutos a oficina mecânica recebe R$ 350,00, quanto pode ganhar então por hora? Por dia? Por mês?
  • Uma boa estratégia também, é fazer parcerias com oficinas menores que não podem investir numa maravilha como essa, a solução então, é terceirizar esse serviço, assim, o equipamento não fica ocioso em sua oficina e seu lucro será ainda maior!

Vale a pena investir no RUIDCAR, uma verdadeira máquina de fazer dinheiro.

  • Faça as contas e aproveite para modernizar sua oficina!
  • A satisfação de seus clientes é o chamariz perfeito para bons negócios, já que o famoso boca a boca é seu melhor cartão de visitas!

How to avoid accidents with equipment Ruidcar?

Companies at all times are always vigilant in preventing accidents that may happen to their employees. To do this, they need to know exactly where some accident might originate and from there. Give condition to run safely. That is with equipment Ruidcar (Ruidicar). In the case of machine shops it is no different. They need to be focused on preventing accidents involving usually mechanical employees since they occur with a certain frequency. And sometimes they happen around the block.

How a simple turn around the block can be dangerous?

Whenever the customer takes the car in the workshop is to repair, or to change some parts are due to wear or misuse of the vehicle. repairs like these can be considered simple to solve. One of the biggest problems for the mechanic is when the customer complains that the car is making some kind of noise. like creaks, crackles, crickets, which in turn are difficult to discover where they originate.

What is the mechanic’s procedure for different noises?

  • It’s getting extra time to ride with the customer’s car. Go around the block, and pay attention to the noise to try to get as close as possible, open, disassemble and check possible problematic parts and change. And maybe the car is quiet again.

What accidents can happen to the mechanic in a single block?

Good, for the experienced mechanic can hit full from where the noises come in the vehicle. will have to leave the workshop and walk the car for 1 or 2 blocks, but a lot can happen on the way. Check out:

  • Walking in traffic just around the corner of the block may be enough to get involved in accidents. Since there are hundreds a day, involving recklessness. Speed, as well as pedestrians and cyclists who emerge from nowhere.
  • You can run over someone. Scratching the car. Suffer a collision. Piercing or damaging the tire. Take a ticket. Anyway, luck can be lucky.
  • And do not stop there, with the marginality that walks the loose, can be a victim of robbery, or worse, robbery, which is theft followed by death, in this case for who goes the account of the customer who had the stolen car of the workshop, and the fatality with the mechanic?
  • Who pays the compensation to the victim’s next of kin?
  • How does the credibility of the mechanic’s workshop with the other clients after what happened?
  • To think that all the mechanic was doing was trying to find out where the noise came from and what the customer complained about. Therefore, he had to leave the workshop to direct and listen in what moments he heard himself and from where they could be originated.

Unsatisfied customer

  • Even if the mechanic does not suffer accidents and walk miles with the car. It does not mean that after all the trouble of parsing and repairing multiple parts, it actually remedied the problem.
  • In this case you will only be sure after the customer drives and confirms that it was great. Since in many cases the customer returns to the shop this time to complain about the service. Of the time that was left without the car, of the money paid. And yet, it did not solve the problem of the noise that continues. Because it was certainly more of an accident, or a shot in the dark.

What is the solution to prevent these unforeseen?

  • Easy! Just invest in quality equipment with modernity called Ruidcar (Ruidicar).
  • Ruidcar (Ruidicar) was created exclusively to be the perfect secretary of the mechanic, that is, it is the key piece in the machine shop, you know why?
  • Because it is able to discover in just 5 minutes, that’s it, no endless laps in the streets until you find out where the car’s noises come from, it takes 5 minutes with the car in Ruidcar (Ruidicar) to know that the problem could be the stops , springs, shock absorbers, or even a loose bolt that was in the glove compartment
  • Ruidcar will be the difference in the service with excellence of quality in its establishment, the speed in the delivery of the vehicle to the customer and with the certainty of the service 100% well-done, all without doubt, justify the amount invested in the equipment.

The price of Ruidcar (Ruidicar)?

  • The fact that the service is well done once, avoiding annoyances with dissatisfied customers, and the speed in detecting problems justify the amount paid!
  • Workshops that already have Ruidcar (Ruidicar) charge on average R $ 350 to make a diagnosis in just 5 minutes.
  • Do the accounts quickly, in just 5 minutes the machine shop receives $ 350, how much can you earn per hour? Per day? A month?
  • A good strategy is also to partner with smaller workshops that can not invest in a marvel like this, the solution then is to outsource this service, so the equipment is not idle in your workshop and your profit will be even greater!

It’s worth investing in RUIDCAR, a real money-making machine.

  • Do the math and enjoy to modernize your workshop!
  • Customer satisfaction is the perfect gimmick for good business, as word of mouth is your best business card!

Publicações Recentes

Guincho Hidráulico “Girafa”

Guincho Hidráulico “Girafa”

Antes de comprar, observe o piso do seu estabelecimento, e solicite a indicação mais adequada de roda para o seu guincho. Guincho Hidráulico foi projetado para elevar diversos tipos de cargas, sua estrutura é leve e resistente, facilitando a...

ler mais
teste de blocos getwid

teste de blocos getwid

Element #1 Element #2 Água BrancaALAnadiaALArapiracaALAtalaiaALBarra de Santo AntônioALBarra de São MiguelALBatalhaALBelémALBelo MonteALBoca da MataALBranquinhaALCacimbinhasALCajueiroALCampestreALCampo AlegreALCampo GrandeALCanapiALCapelaALCarneirosALChã PretaALCoité...

ler mais
Como é e como irá funcionar a logística Reversa?

Como é e como irá funcionar a logística Reversa?

Entre outros princípios e instrumentos introduzidos pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. E seu regulamento, Decreto Nº 7.404 de 23 de dezembro de 2010. Destacam-se a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida...

ler mais
O que  é CRLV?

O que é CRLV?

CRLV, é o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo, ou seja, é um documento que cada proprietário de veículo automotivo deve ..

ler mais

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual ou certificado de garantia.

Como usar o extintor de incêndio do carro

Como usar o extintor de incêndio do carro

Embora desde 2015 não é mais exigido que os motoristas tenham extintor no carro, parece, que há um projeto que está para ser votado em breve quanto a sua volta, então, nada melhor que aprenda a usar o extintor de incêndio do carro.

Diga-se de passagem, que é um item de segurança que sendo obrigatório ou não, é visto na maioria dos carros, mesmo porque acidentes acontecem durante o trajeto de cada um, por isso, quando ocorre um incêndio em algum carro na rua, é comum ver vários motoristas correndo com o extintor na mão para ajudar.

E a solidariedade é louvável e bem-vinda, mesmo assim, o ideal é que aprenda a usar o extintor de incêndio do carro da maneira correta, dessa maneira o incêndio pode ser controlado e até apagado evitando muitas vezes explosões devido ao tanque cheio. Até 2015 o motorista era obrigado a ter um extintor de incêndio no carro, caso não tivesse poderia perder 5 pontos na carteira, pagar multa de R$ 127,69, e caso tivesse o extintor, mas, com validade vencida, outra multa.

Somente esclarecendo, em 2015 o extintor oficial era do tipo ABC, porque cada letra correspondia a um tipo de material em que poderia ser utilizado conforme explicado abaixo:

Letra A

Para apagar fogo em materiais sólidos como pneus, madeiras, estofamentos, tapetes e painel do carro;

Letra B

Para apagar o fogo proveniente de combustíveis líquidos como a gasolina, óleo, e álcool;

Letra C

Para apagar o fogo em materiais elétricos energizados como a bateria do carro e a fiação elétrica;

Como pode ter notado, o extintor de incêndio do carro era bem completo, pois, era capaz de lidar com a maioria das causas de um incêndio veicular, embora, é bom salientar que mesmo nos dias atuais, deve ser utilizado somente quando o fogo está iniciando, depois, só mesmo bombeiros para ajudar.

O extintor de incêndio do carro é de 1 quilo, e antes de utilizar é preciso que verifique a pressão do equipamento, o certo é estar indicando verde significando que tem carga, se estiver vermelho está vazio.

Aprenda a usar o extintor de incêndio do carro

Geralmente o extintor de incêndio do carro tem o conteúdo com bicarbonato de sódio em pó.

Essa substância tem o poder de extinguir o fogo através do abafamento, mas, tem uma duração muita curta, de apenas 20 segundos, por isso, deve ser pressionado no momento certo e na forma exata, então, nada de nervosismo, senão pode não representar nenhuma ajuda!

No caso de ser seu carro que esteja com princípio de incêndio, estacione o carro num lugar seguro e desligue o motor, e pegue o extintor que geralmente está preso debaixo do banco do carona, ou, na lateral da porta, é importante que saiba o local exato, pois, difere entre os modelos e marcas.

Retire a trava, abra devagar o capô do carro, pois, a entrada do oxigênio no motor aumenta as labaredas.

Aponte o extintor para a base de onde começam as chamas, e acione a válvula o mais rápido possível com firmeza e segurança, e lembre-se sua vida pode estar em risco.

Caso não consiga acabar com o fogo logo de cara, nada de arriscar, afaste-se e chame os bombeiros, visto que embora possa não explodir, os materiais utilizados na fabricação do carro são altamente tóxicos quando entram em combustão, e podem matar por asfixia quem estiver próximo ao local.

Esses procedimentos devem ser aplicados do mesmo modo também no caso do incêndio ser em outro veículo, com o jato do extintor direcionado sempre na base do fogo.

Se por ventura, precise utilizar o extintor de incêndio do carro, é bom que saiba que será necessário comprar um novo, pois, a carga é suficiente apenas para 1 vez, então por favor, nada de fazer um teste antes, senão não terá pressão necessária!

Os extintores atuais são fabricados para ter uma validade de até 5 anos e devem passar pela manutenção uma vez por ano, e embora, possa ter tido a sorte de nunca ter precisado utilizar durante esse tempo, saiba que passado esse período o extintor seja para carro, caminhão, ônibus, o que for, não terá mais utilidade, sendo necessário comprar um novo.

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual ou certificado de garantia.

Publicações Recentes

Conheça a ANFAVEA

Conheça a ANFAVEA

Fundada em 15 de maio de 1956, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA) é a entidade que reúne as empresas…

ler mais

Como usar o extintor de incêndio do carro

Como usar o extintor de incêndio do carro

phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Embora desde 2015 não é mais exigido que os motoristas tenham extintor no carro, parece, que há um projeto que está para ser votado em breve quanto a sua volta, então, nada melhor que aprenda a usar o extintor de incêndio do carro.

Diga-se de passagem, que é um item de segurança que sendo obrigatório ou não, é visto na maioria dos carros, mesmo porque acidentes acontecem durante o trajeto de cada um, por isso, quando ocorre um incêndio em algum carro na rua, é comum ver vários motoristas correndo com o extintor na mão para ajudar.

E a solidariedade é louvável e bem-vinda, mesmo assim, o ideal é que aprenda a usar o extintor de incêndio do carro da maneira correta, dessa maneira o incêndio pode ser controlado e até apagado evitando muitas vezes explosões devido ao tanque cheio. Até 2015 o motorista era obrigado a ter um extintor de incêndio no carro, caso não tivesse poderia perder 5 pontos na carteira, pagar multa de R$ 127,69, e caso tivesse o extintor, mas, com validade vencida, outra multa.

Somente esclarecendo, em 2015 o extintor oficial era do tipo ABC, porque cada letra correspondia a um tipo de material em que poderia ser utilizado conforme explicado abaixo:

Letra A

Para apagar fogo em materiais sólidos como pneus, madeiras, estofamentos, tapetes e painel do carro;

Letra B

Para apagar o fogo proveniente de combustíveis líquidos como a gasolina, óleo, e álcool;

Letra C

Para apagar o fogo em materiais elétricos energizados como a bateria do carro e a fiação elétrica;

Como pode ter notado, o extintor de incêndio do carro era bem completo, pois, era capaz de lidar com a maioria das causas de um incêndio veicular, embora, é bom salientar que mesmo nos dias atuais, deve ser utilizado somente quando o fogo está iniciando, depois, só mesmo bombeiros para ajudar.

O extintor de incêndio do carro é de 1 quilo, e antes de utilizar é preciso que verifique a pressão do equipamento, o certo é estar indicando verde significando que tem carga, se estiver vermelho está vazio.

Aprenda a usar o extintor de incêndio do carro

Geralmente o extintor de incêndio do carro tem o conteúdo com bicarbonato de sódio em pó.

Essa substância tem o poder de extinguir o fogo através do abafamento, mas, tem uma duração muita curta, de apenas 20 segundos, por isso, deve ser pressionado no momento certo e na forma exata, então, nada de nervosismo, senão pode não representar nenhuma ajuda!

No caso de ser seu carro que esteja com princípio de incêndio, estacione o carro num lugar seguro e desligue o motor, e pegue o extintor que geralmente está preso debaixo do banco do carona, ou, na lateral da porta, é importante que saiba o local exato, pois, difere entre os modelos e marcas.

Retire a trava, abra devagar o capô do carro, pois, a entrada do oxigênio no motor aumenta as labaredas.

Aponte o extintor para a base de onde começam as chamas, e acione a válvula o mais rápido possível com firmeza e segurança, e lembre-se sua vida pode estar em risco.

Caso não consiga acabar com o fogo logo de cara, nada de arriscar, afaste-se e chame os bombeiros, visto que embora possa não explodir, os materiais utilizados na fabricação do carro são altamente tóxicos quando entram em combustão, e podem matar por asfixia quem estiver próximo ao local.

Esses procedimentos devem ser aplicados do mesmo modo também no caso do incêndio ser em outro veículo, com o jato do extintor direcionado sempre na base do fogo.

Se por ventura, precise utilizar o extintor de incêndio do carro, é bom que saiba que será necessário comprar um novo, pois, a carga é suficiente apenas para 1 vez, então por favor, nada de fazer um teste antes, senão não terá pressão necessária!

Os extintores atuais são fabricados para ter uma validade de até 5 anos e devem passar pela manutenção uma vez por ano, e embora, possa ter tido a sorte de nunca ter precisado utilizar durante esse tempo, saiba que passado esse período o extintor seja para carro, caminhão, ônibus, o que for, não terá mais utilidade, sendo necessário comprar um novo.

inscreva-se no youtube

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

É seguro usar AirBag

É seguro usar AirBag


O airbags que conhecemos, foi inventado em meados de 1940 durante a 2ª Guerra Mundial para a proteção dos pilotos americanos, de lá para cá, foi sendo aperfeiçoado e já evitou muitas mortes, mesmo assim, ultimamente vem sendo alvo de discussões, então, até que ponto é seguro usar airbags?

Os primeiros airbags foram instalados em veículos nos anos 60, e foi sempre considerado o item essencial capaz de salvar vidas, todavia após o relato de acidentes onde os ocupantes vieram a falecer mesmo após seu acionamento, muita gente acredita que não oferece tanta segurança assim, e em alguns casos, pode oferecer perigo.

Como a polêmica foi levantada, vale esclarecer que o airbags pode se tornar perigoso desde que não seja seguida algumas regras para a utilização correta, tais como:

  • Mesmo que o veículo seja munido de airbags, o cinto de segurança é ainda, obrigatório para a segurança de todos;
  • O melhor airbags é de 2 tempos, assim, quando for inflado, a violência do impacto em cima do ocupante do veículo é menor, diminuindo risco de lesões;
  • Evite dirigir o carro que tem airbags frontal com distância menor de 25 cm da direção;
  • Observe que o centro da direção do veículo deve apontar para o peito do motorista, nunca para pescoço e rosto;
  • Gestantes podem dirigir carros com airbags, desde que utilizem corretamente o cinto, sempre na altura dos quadris, além de colocar o banco o mais distante possível da direção, mesmo assim, precisa estar em contato com o volante e pedais, embora, a proximidade do útero gravídico com o airbags aumente o risco de lesões fetais;
  • O uso correto do cinto de segurança protege 65% mais que o airbags caso utilizado sozinho, mas, em conjunto pode evitar a morte em até 68%;

Verdade seja dita, é o cinto de segurança que consegue salvar vidas, e o airbags seria a 2ª opção em caso de acidentes, por isso, merece muita atenção, principalmente quando já ocorreu algum acidente embora nada grave, é aconselhado que o cinto seja substituído por um novo, inclusive, mesmo sem acidentes, procure notar se não está usado demais.

Quanto a pergunta se é seguro usar airbags, houve relatos que enquanto equipes de bombeiros, e socorristas estavam dentro do veículo ajudando alguma pessoa presa nas ferragens, quando os airbags acionaram, e caso isso aconteça pode machucar e até matar quem estiver dentro do carro!

Os modelos de veículos que tem airbags de impacto lateral mesmo oferecendo mais segurança, dificultam as equipes de resgate quando há necessidade de uso do alicate hidráulico ou outra ferramenta de corte para a remoção do teto ou das portas do carro com segurança, por esse motivo, a equipe é treinada para desativar os airbags primeiro com segurança devido ao risco eminente.

Na dúvida, uma boa saída é remover a bateria do carro, assim, não tem como o airbags funcionar.

A 1ª morte causada pelo airbags aconteceu em 1990, mas, somente em 1997 houve relato de 53 mortes somente nos Estados Unidos, e em 1994 a empresa TRW produziu o primeiro airbags inflado por gás com sensores.

No ano de 2005 foi a vez dos airbags de profundidade dupla para carros de passeio serem idealizados, embora o índice de mortalidade devido aos airbags tivessem caído naquele ano sem a morte de adultos, somente de duas crianças, mesmo após tanto tempo, ainda hoje, é comum passageiros sofrerem lesões devido ao airbags durante acidentes.

Como tornar o airbags mais seguro

  • Para os motoristas que tem carros com airbags e são fumantes, um aviso, jamais fume enquanto estiver dirigindo, mesmo porque é uma infração média e quatro pontos na carteira, além disso, em caso de colisão mesmo que moderada e atingir o cigarro enquanto estiver na boca, 99% de chances de causar a morte;
  • Airbags foi feito para adultos e não podem ser utilizado quando crianças estiverem sentadas na frente, já que serve para absorver o impacto na altura do peito, e nas crianças atingiria o rosto, e pode lesionar devido a pancada, ou sufocar, por isso, crianças só no banco de trás;
  • No caso de crianças maiores de 10 anos que podem sentar no banco da frente, é aconselhável que sentem sobre um assento mais alto, mesmo assim, sempre com o airbags desabilitado;

Airbags, assim, como o cinto de segurança, são itens que merecem atenção e cuidados do motorista para a segurança dos passageiros!

Nota Imagens meramente ilustrativas. Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público. Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito. Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas. Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados. Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade. Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual ou certificado de garantia.

Publicações Recentes

Conheça a ANFAVEA

Conheça a ANFAVEA

Fundada em 15 de maio de 1956, a Associação Nacional dos Fabricantes de Veículos Automotores (ANFAVEA) é a entidade que reúne as empresas…

ler mais

Top 10 falhas nos Pit Stop

Top 10 falhas nos Pit Stop

phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Com certeza você já viu um corrida de fórmula 1, gostando ou não, você já deu uma olhadinha para ver quem está em primeiro, e uma vez com certeza você a parada no pit stop, o nível  do profissionalismo e da agilidade é de impressionar qualquer um e não para menos, afinal o investimento q cada equipe coloca chegar arrepiar os cabelo dos carecas.
Com três pessoas por roda, dois operadores por pistola de ar e vários outros mecânicos ocupados com outras tarefas, cada pit-crew contém pelo menos 20 pessoas. Cada um é treinado para um papel específico e as equipes levam esta preparação tão ao sério quanto seus pilotos, designando até um programa físico e uma dieta especial para cada um dos mecânicos.

Mas nem sempre sai como planejado a seguir veja o vídeo com as maiores falhas que aconteceram nos Pit Stop:

inscreva-se no youtube

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

O que é direção defensiva?

O que é direção defensiva?


Ao pé da letra, direção defensiva é dirigir com todo cuidado possível dentro não só das normas estabelecidas pelas leis de trânsito, como também pensando na sua segurança e dos outros veículos. Claro, que se a ideia fosse realmente praticada pela maioria de motoristas, talvez, os índices de acidentes e atropelamentos nas ruas ou rodovias, poderiam ser bem menores, já que a imprudência é a principal causa em muitos acidentes, por isso, poderiam ter sido evitados. Direção defensiva implica principalmente em dirigir e evitar acidentes, independente da negligência absurda do outro motorista, de modo que o importante é tentar ao máximo evitar situações que possam representar perigo para você, o pedestre, ou, outros carros.

Fonte : gshow.globo.com acessado em 10/04/2017 ” Direção defensiva e evasiva – Confira as instruções do especialista Luciano Gomide “

Nos Centros de Formação de Condutor pode-se fazer um dos cursos oferecidos de direção defensiva, mas, vale esclarecer que nada adianta mostrar bom desempenho e interesse durante o curso, se quando estiver nas ruas perde paciência e parte para cima do outro motorista de quem tomou uma “fechada”, por exemplo. Embora o curso de direção defensiva possa acrescentar muito aos novos motoristas, assim, como também aos mais experientes principalmente aqueles que perdem a calma com facilidade, as vezes basta apenas mudar de atitudes para fazer a diferença no trânsito.

Conforme estudos, grande parte dos acidentes são cometidas por falhas humanas decorrentes de negligência, imprudência ou falta de prática, ou seja, cartas novas podem não ter habilidade suficiente para evitar uma colisão, ou um atropelamento, por isso, o principal objetivo da direção defensiva é ensinar a prevenir as consequências no trânsito. A primeira atitude que deve ser adotada na direção defensiva é a segurança. E um dos acidentes mais comuns principalmente em rodovias, é a ultrapassagem que deve ser feita somente quando tiver a visão nítida dos carros que estão vindo no sentido oposto, caso contrário, 50% de chance de colidir de frente.

Fonte : g1.globo.com acessado em 10/04/2017 ” Especialista dá dicas de segurança para evitar acidentes em rodovias “

Alguns motoristas estão acostumados a fazer conversões ou manobras proibidas, e até atravessar no sinal que acabou de fechar, mas, ter uma postura de direção defensiva significa banir de vez essas práticas, mesmo porque um dia algo pode não dar certo, o pior é que as vezes é um outro que paga com a vida.

Sempre que viajar, adote o hábito de se programar antes de sair de casa. Aprenda qual o melhor caminho, estude horários mais tranquilos, faça a manutenção preventiva do carro, e se precisar de um GPS, o melhor é comprar um, ou utilizar um suporte para  o seu celular, pois deve-se dirigir sempre com as duas mãos no volante.

Ao transitar pelas estradas que ainda não conhece, seja prudente, e evite viajar a noite, o ideal é programar a viagem durante o dia. E lembre-se que viajar a noite as vezes dificulta a visão de placas indicativas, e convenhamos se perder a entrada, pode significar que terá que voltar para trás, mesmo assim, nunca faça conversões que podem colocar em risco sua vida e de outros também.

Fonte: canal Alyson Clesmon acessado em 10/04/2017 “5 dicas para evitar acidentes no trânsito”

Claro que as placas de sinalização devem ser rigorosamente obedecidas, e não tenha pressa em chegar, o stress causa dor de cabeça, e provoca a irritabilidade, e deixa os músculos tensos, isso pode inclusive dificultar na hora de manobras mais bruscas em situações inesperadas.

Dirigir é uma arte, e a habilidade vem com o tempo, mesmo assim, para quem é carta nova e quer se aventurar pelas estradas, o conselho é que enquanto não tiver prática, sempre vá acompanhada de algum motorista, principalmente de uma pessoa calma que transmita segurança a você.

O carro não tem jeito! Na direção defensiva é a peça chave onde tudo pode acontecer! Pode levar famílias a passeios maravilhosos, mas, pode deixar todo mundo na mão, na estrada, devido a avarias que poderiam ter sido evitadas, se, a manutenção preventiva não fosse esquecida.

Nessas horas, vale lembrar de outro conselho antes de sair de casa, além da necessidade da manutenção preventiva, leve o número de telefone de 1 ou 2 socorros de automóveis, caso o seguro não forneça, assim, evita cair nos preços abusivos dos mecânicos ou guinchos locais. Manter a atenção enquanto dirige, e ficar ligado as novas regras de trânsito que estão sempre mudando, também faz parte da direção defensiva, além, de não ter de pagar multas desnecessárias por falta de conhecimento.

Saiba na hora que um novo vídeo foi postado. Com novidades em equipamentos automotivos, segurança e entretenimento da área mecânica, informação e lazer.
Guincho Hidráulico “Girafa”

Guincho Hidráulico “Girafa”

Antes de comprar, observe o piso do seu estabelecimento, e solicite a indicação mais adequada de roda para o seu guincho. Guincho Hidráulico foi projetado para elevar diversos tipos de cargas, sua estrutura é leve e resistente, facilitando a...

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Ao pé da letra, direção defensiva é dirigir com todo cuidado possível dentro não só das normas estabelecidas pelas leis de trânsito, como também pensando na sua segurança e dos outros veículos. Claro, que se a ideia fosse realmente praticada pela maioria de motoristas, talvez, os índices de acidentes e atropelamentos nas ruas ou rodovias, poderiam ser bem menores, já que a imprudência é a principal causa em muitos acidentes, por isso, poderiam ter sido evitados. Direção defensiva implica principalmente em dirigir e evitar acidentes, independente da negligência absurda do outro motorista, de modo que o importante é tentar ao máximo evitar situações que possam representar perigo para você, o pedestre, ou, outros carros.

Fonte : gshow.globo.com acessado em 10/04/2017 ” Direção defensiva e evasiva – Confira as instruções do especialista Luciano Gomide “

Nos Centros de Formação de Condutor pode-se fazer um dos cursos oferecidos de direção defensiva, mas, vale esclarecer que nada adianta mostrar bom desempenho e interesse durante o curso, se quando estiver nas ruas perde paciência e parte para cima do outro motorista de quem tomou uma “fechada”, por exemplo. Embora o curso de direção defensiva possa acrescentar muito aos novos motoristas, assim, como também aos mais experientes principalmente aqueles que perdem a calma com facilidade, as vezes basta apenas mudar de atitudes para fazer a diferença no trânsito.

Conforme estudos, grande parte dos acidentes são cometidas por falhas humanas decorrentes de negligência, imprudência ou falta de prática, ou seja, cartas novas podem não ter habilidade suficiente para evitar uma colisão, ou um atropelamento, por isso, o principal objetivo da direção defensiva é ensinar a prevenir as consequências no trânsito. A primeira atitude que deve ser adotada na direção defensiva é a segurança. E um dos acidentes mais comuns principalmente em rodovias, é a ultrapassagem que deve ser feita somente quando tiver a visão nítida dos carros que estão vindo no sentido oposto, caso contrário, 50% de chance de colidir de frente.

Fonte : g1.globo.com acessado em 10/04/2017 ” Especialista dá dicas de segurança para evitar acidentes em rodovias “

Alguns motoristas estão acostumados a fazer conversões ou manobras proibidas, e até atravessar no sinal que acabou de fechar, mas, ter uma postura de direção defensiva significa banir de vez essas práticas, mesmo porque um dia algo pode não dar certo, o pior é que as vezes é um outro que paga com a vida.

Sempre que viajar, adote o hábito de se programar antes de sair de casa. Aprenda qual o melhor caminho, estude horários mais tranquilos, faça a manutenção preventiva do carro, e se precisar de um GPS, o melhor é comprar um, ou utilizar um suporte para  o seu celular, pois deve-se dirigir sempre com as duas mãos no volante.

Ao transitar pelas estradas que ainda não conhece, seja prudente, e evite viajar a noite, o ideal é programar a viagem durante o dia. E lembre-se que viajar a noite as vezes dificulta a visão de placas indicativas, e convenhamos se perder a entrada, pode significar que terá que voltar para trás, mesmo assim, nunca faça conversões que podem colocar em risco sua vida e de outros também.

Fonte: canal Alyson Clesmon acessado em 10/04/2017 “5 dicas para evitar acidentes no trânsito”

Claro que as placas de sinalização devem ser rigorosamente obedecidas, e não tenha pressa em chegar, o stress causa dor de cabeça, e provoca a irritabilidade, e deixa os músculos tensos, isso pode inclusive dificultar na hora de manobras mais bruscas em situações inesperadas.

Dirigir é uma arte, e a habilidade vem com o tempo, mesmo assim, para quem é carta nova e quer se aventurar pelas estradas, o conselho é que enquanto não tiver prática, sempre vá acompanhada de algum motorista, principalmente de uma pessoa calma que transmita segurança a você.

O carro não tem jeito! Na direção defensiva é a peça chave onde tudo pode acontecer! Pode levar famílias a passeios maravilhosos, mas, pode deixar todo mundo na mão, na estrada, devido a avarias que poderiam ter sido evitadas, se, a manutenção preventiva não fosse esquecida.

Nessas horas, vale lembrar de outro conselho antes de sair de casa, além da necessidade da manutenção preventiva, leve o número de telefone de 1 ou 2 socorros de automóveis, caso o seguro não forneça, assim, evita cair nos preços abusivos dos mecânicos ou guinchos locais. Manter a atenção enquanto dirige, e ficar ligado as novas regras de trânsito que estão sempre mudando, também faz parte da direção defensiva, além, de não ter de pagar multas desnecessárias por falta de conhecimento.

Veja nossos vídeos em nosso Canal 2e4 Rodas

Saiba na hora que um novo vídeo foi postado.
Com novidades em equipamentos automotivos, segurança,
diversão e entretenimento da área mecânica, informação e lazer.

Guincho Hidráulico “Girafa”

Guincho Hidráulico “Girafa”

Antes de comprar, observe o piso do seu estabelecimento, e solicite a indicação mais adequada de roda para o seu guincho. Guincho Hidráulico foi projetado para elevar diversos tipos de cargas, sua estrutura é leve e resistente, facilitando a...

Qual a Melhor Desmontadora de Pneus?

Qual a Melhor Desmontadora de Pneus?

Melhor Desmontadora de Pneus. Desmontadora de Pneus é aquela que possui a força necessário para o tamanho e peso do pneu que será desmontado.

teste de blocos getwid

teste de blocos getwid

Element #1 Element #2 Água BrancaALAnadiaALArapiracaALAtalaiaALBarra de Santo AntônioALBarra de São MiguelALBatalhaALBelémALBelo MonteALBoca da MataALBranquinhaALCacimbinhasALCajueiroALCampestreALCampo AlegreALCampo GrandeALCanapiALCapelaALCarneirosALChã PretaALCoité...

Como é e como irá funcionar a logística Reversa?

Como é e como irá funcionar a logística Reversa?

Entre outros princípios e instrumentos introduzidos pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. E seu regulamento, Decreto Nº 7.404 de 23 de dezembro de 2010. Destacam-se a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida...

O que  é CRLV?

O que é CRLV?

CRLV, é o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo, ou seja, é um documento que cada proprietário de veículo automotivo deve ..

Cadeirinha de bebê: Como Instalar?

Cadeirinha de bebê: Como Instalar?

Dirigir com responsabilidade é o mesmo que dizer que todo motorista é responsável em transportar cada um de seus passageiros, principalmente

É fácil dirigir na neblina?

É fácil dirigir na neblina?

Não! Dirigir na neblina pode ser bem difícil, mesmo para motoristas experientes, dependendo da intensidade e do horário! Para motoristas …

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.


ACIDENTES : Teste de impacto no reboque (Carro x Caminhão)

ACIDENTES : Teste de impacto no reboque (Carro x Caminhão)

phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Os semi-reboques modernos fazem na maior parte um bom trabalho de manter os veículos de passageiro de deslizamento debaixo deles, aumentando extremamente as possibilidades de sobreviver a um impacto na parte traseira de um caminhão grande.

Mas em acidentes envolvendo apenas uma pequena porção da traseira do caminhão, a maioria dos reboques não conseguem evitar impactos potencialmente mortíferos.

Como funciona os Cintos de Segurança Infláveis?

Como funciona os Cintos de Segurança Infláveis?

Você já se perguntou por quê deve usar o cinto de segurança ao andar em veículos? PREVENÇÃO

O item de segurança mais óbvio e obrigatório presente em todo veículo automotivo é o cinto de segurança. Se usado adequadamente, ele é capaz de prevenir lesões graves no seu usuário, que podem ocorrer principalmente no pescoço ou coluna. Responsável por evitar ou amenizar o “soco” causado pela freada brusca, pancadas secas em outros veículos ou obstáculos. Por isso, são de uso obrigatório por todos os ocupantes de um veículo, sem exceção, inclusive para aqueles que sentam no banco de trás.

Mesmo apresentando eficiência e eficácia em suas funções, a Ford desenvolveu e patenteou um cinto de segurança com Air-Bags, tornando-o mais seguros, e alguns carros já estão saindo de fábrica com cintos de segurança infláveis. Esta novidade conseguiu instalar air bags em cada cinto de segurança dos ocupantes do veículo, mesmo estando no banco de trás. De acordo com explicações da montadora, os cintos de segurança foram desenvolvidos pensando mais especificamente nos passageiros que sentam no banco de trás dos veículos, visto que durante um acidente ou em freadas bruscas inesperadas, é normal que ocorra deslocamento lateral dos passageiros, principalmente em caso de colisões e mais perigoso se tiver mais de um ocupante no bando traseiro.

Especialistas relatam em estudos que os passageiros sentados na parte traseira, utilizando o cinto de segurança, estão sujeitos a lesões causadas em acidentes, mesmo que o veículo possua air bags traseiros, não significa que estão salvos. Este foi um dos motivos que levou a FORD a desenvolver essa melhoria nos cintos de segurança adicionando air bags em cada cinto.

Este projeto já vem sendo estudo, testado e fabricado desde 2011. O 1 º carro da Ford que foi fabricado com os cintos de segurança infláveis, foi o Explorer, vendido nos Estados Unidos. Provavelmente, outro carro escolhido para apresentar como item a mais de segurança de série futuramente, será o Fusion, no entanto, também vendido apenas nos Estados Unidos!

Para os carros que tem airbags apenas no banco da frente, os motoristas podem ficar sossegados pois as montadoras são as mais interessadas em ter seus clientes vivos e ativos, cumprindo o prometido que é a proteção para o motorista e também para o carona. Elas estão sempre se empenhando desenvolver e oferecer maior conforto e segurança para os ocupantes, assim como os cintos de segurança infláveis. Em pouco tempo esta novidade pode ser um item obrigatório no veículo!

Infelizmente, por não ser uma regra geral, ou felizmente, por já existir no Brasil, um dos únicos carros que vem com cintos de segurança infláveis, é o Classe S, o sedan da montadora Mercedes-Benz, sendo vendido como item de série em todas as versões do modelo.

Segurança também para motociclistas

A vantagem do sistema de segurança infláveis que vem sendo desenvolvidos é que podem ser aplicados para motociclistas, amortecendo quedas inevitáveis dos motociclistas, por isso, um sistema semelhante vem sendo desenvolvido a coletes os quais têm bolsas infláveis embutidas. Na maioria de acidentes onde foi usado um colete como esse, o motociclista teve apenas lesões superficiais.

O interessante e que esse colete inflável funciona com sensores que são instalados na motocicleta, então, no instante em que o piloto começa a cair, perdendo o controle, esses sensores são acionam as bolsas automaticamente que se inflam e evitam a colisão do motociclista ao solo e até com outro veículo, protegendo seus órgãos vitais como cabeça, peito e coluna.

Veja mais sobre o jaqueta inflável sem fio clicando aqui      www.motocenter.blog.br/sistema-de-airbag-de-jaqueta

Veja o como o cinto inflável irá funcionar:

Fonte: Automais oficial

Saiba na hora que um novo vídeo foi postado. Com novidades em equipamentos automotivos, segurança e entretenimento da área mecânica, informação e lazer.
Guincho Hidráulico “Girafa”

Guincho Hidráulico “Girafa”

Antes de comprar, observe o piso do seu estabelecimento, e solicite a indicação mais adequada de roda para o seu guincho. Guincho Hidráulico foi projetado para elevar diversos tipos de cargas, sua estrutura é leve e resistente, facilitando a...

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Você já se perguntou por quê deve usar o cinto de segurança ao andar em veículos? PREVENÇÃO

O item de segurança mais óbvio e obrigatório presente em todo veículo automotivo é o cinto de segurança. Se usado adequadamente, ele é capaz de prevenir lesões graves no seu usuário, que podem ocorrer principalmente no pescoço ou coluna. Responsável por evitar ou amenizar o “soco” causado pela freada brusca, pancadas secas em outros veículos ou obstáculos. Por isso, são de uso obrigatório por todos os ocupantes de um veículo, sem exceção, inclusive para aqueles que sentam no banco de trás.

Mesmo apresentando eficiência e eficácia em suas funções, a Ford desenvolveu e patenteou um cinto de segurança com Air-Bags, tornando-o mais seguros, e alguns carros já estão saindo de fábrica com cintos de segurança infláveis. Esta novidade conseguiu instalar air bags em cada cinto de segurança dos ocupantes do veículo, mesmo estando no banco de trás. De acordo com explicações da montadora, os cintos de segurança foram desenvolvidos pensando mais especificamente nos passageiros que sentam no banco de trás dos veículos, visto que durante um acidente ou em freadas bruscas inesperadas, é normal que ocorra deslocamento lateral dos passageiros, principalmente em caso de colisões e mais perigoso se tiver mais de um ocupante no bando traseiro.

Especialistas relatam em estudos que os passageiros sentados na parte traseira, utilizando o cinto de segurança, estão sujeitos a lesões causadas em acidentes, mesmo que o veículo possua air bags traseiros, não significa que estão salvos. Este foi um dos motivos que levou a FORD a desenvolver essa melhoria nos cintos de segurança adicionando air bags em cada cinto.

Este projeto já vem sendo estudo, testado e fabricado desde 2011. O 1 º carro da Ford que foi fabricado com os cintos de segurança infláveis, foi o Explorer, vendido nos Estados Unidos. Provavelmente, outro carro escolhido para apresentar como item a mais de segurança de série futuramente, será o Fusion, no entanto, também vendido apenas nos Estados Unidos!

Para os carros que tem airbags apenas no banco da frente, os motoristas podem ficar sossegados pois as montadoras são as mais interessadas em ter seus clientes vivos e ativos, cumprindo o prometido que é a proteção para o motorista e também para o carona. Elas estão sempre se empenhando desenvolver e oferecer maior conforto e segurança para os ocupantes, assim como os cintos de segurança infláveis. Em pouco tempo esta novidade pode ser um item obrigatório no veículo!

Infelizmente, por não ser uma regra geral, ou felizmente, por já existir no Brasil, um dos únicos carros que vem com cintos de segurança infláveis, é o Classe S, o sedan da montadora Mercedes-Benz, sendo vendido como item de série em todas as versões do modelo.

Segurança também para motociclistas

A vantagem do sistema de segurança infláveis que vem sendo desenvolvidos é que podem ser aplicados para motociclistas, amortecendo quedas inevitáveis dos motociclistas, por isso, um sistema semelhante vem sendo desenvolvido a coletes os quais têm bolsas infláveis embutidas. Na maioria de acidentes onde foi usado um colete como esse, o motociclista teve apenas lesões superficiais.

O interessante e que esse colete inflável funciona com sensores que são instalados na motocicleta, então, no instante em que o piloto começa a cair, perdendo o controle, esses sensores são acionam as bolsas automaticamente que se inflam e evitam a colisão do motociclista ao solo e até com outro veículo, protegendo seus órgãos vitais como cabeça, peito e coluna.

Veja mais sobre o jaqueta inflável sem fio clicando aqui      www.motocenter.blog.br/sistema-de-airbag-de-jaqueta

Veja o como o cinto inflável irá funcionar:

Fonte: Automais oficial

Veja nossos vídeos em nosso Canal 2e4 Rodas

Saiba na hora que um novo vídeo foi postado.
Com novidades em equipamentos automotivos, segurança,
diversão e entretenimento da área mecânica, informação e lazer.

Guincho Hidráulico “Girafa”

Guincho Hidráulico “Girafa”

Antes de comprar, observe o piso do seu estabelecimento, e solicite a indicação mais adequada de roda para o seu guincho. Guincho Hidráulico foi projetado para elevar diversos tipos de cargas, sua estrutura é leve e resistente, facilitando a...

Qual a Melhor Desmontadora de Pneus?

Qual a Melhor Desmontadora de Pneus?

Melhor Desmontadora de Pneus. Desmontadora de Pneus é aquela que possui a força necessário para o tamanho e peso do pneu que será desmontado.

teste de blocos getwid

teste de blocos getwid

Element #1 Element #2 Água BrancaALAnadiaALArapiracaALAtalaiaALBarra de Santo AntônioALBarra de São MiguelALBatalhaALBelémALBelo MonteALBoca da MataALBranquinhaALCacimbinhasALCajueiroALCampestreALCampo AlegreALCampo GrandeALCanapiALCapelaALCarneirosALChã PretaALCoité...

Como é e como irá funcionar a logística Reversa?

Como é e como irá funcionar a logística Reversa?

Entre outros princípios e instrumentos introduzidos pela Política Nacional de Resíduos Sólidos (PNRS). Lei nº 12.305, de 2 de agosto de 2010. E seu regulamento, Decreto Nº 7.404 de 23 de dezembro de 2010. Destacam-se a responsabilidade compartilhada pelo ciclo de vida...

O que  é CRLV?

O que é CRLV?

CRLV, é o Certificado de Registro e Licenciamento do Veículo, ou seja, é um documento que cada proprietário de veículo automotivo deve ..

Cadeirinha de bebê: Como Instalar?

Cadeirinha de bebê: Como Instalar?

Dirigir com responsabilidade é o mesmo que dizer que todo motorista é responsável em transportar cada um de seus passageiros, principalmente

É fácil dirigir na neblina?

É fácil dirigir na neblina?

Não! Dirigir na neblina pode ser bem difícil, mesmo para motoristas experientes, dependendo da intensidade e do horário! Para motoristas …

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.