Barulho no carro continua? Pode ser a bieleta

Barulho no carro continua? Pode ser a bieleta

Sabe aquele barulhinho irritante que ouve na suspensão do carro e, mesmo assim, o mecânico afirma que tudo está em ordem? Muitas vezes pode passar despercebido mesmo aos olhares atentos do profissional, pois, quando o barulho no carro continua, depois de uma checagem feita na suspensão, pode ser a bieleta! Uma peça fixada na barra estabilizadora que transmite movimentos para a suspensão, garantindo melhor dirigibilidade, estabilidade e silêncio no veículo!

Vale esclarecer que a bieleta nada tem a ver com a biela, pois, enquanto a bieleta trabalha na suspensão do veículo, a biela é uma peça encontrada no interior do motor.

Entenda melhor sobre a bieleta

Bieleta é uma haste articulável localizada na suspensão ligada diretamente a barra estabilizadora através de pinos ou buchas. Através dessa ligação a peça faz a transferência da força dinâmica nas curvas mantendo a estabilidade do veículo;

Outra função da bieleta é atuar durante as inclinações do veículo, momento em que acontece o mesmo processo de transferência de força. Uma das principais características é aumentar a segurança no atrito do pneu com o solo.;

Somente para ficar mais claro, a bieleta junto com a barra estabilizadora permitem que as rodas girem de forma simultânea ao trabalho da suspensão. Sendo assim, essa peça é de suma importância, já que intervém no conforto e segurança do veículo, razão que não pode estar com defeito!

Importância da bieleta

Ter no veículo uma bieleta gasta ou folgada, significa que acima de tudo, o carro além de estar apresentando barulhos na parte da frente, ainda, está com a segurança reduzida para os ocupantes. E acredite, o barulho é tão forte que parece que os amortecedores acabaram repentinamente!

A sensação é igual a dirigir com o porta-malas lotado de peças, ou materiais soltos que pulam, rolam e batem uns nos outros. Contudo, esse irritante barulho pode ser ainda mais alto devido as precariedades das estradas de rodagem!

Defeitos da bieleta e soluções

Em alguns trechos urbanos onde o asfalto é um tapete, o barulho no carro talvez, seja mais leve;

No entanto, quando trafega por ruas de asfalto mais duro ou terra, se ouvir o tal barulho incômodo, os defeitos podem ser desde falta de lubrificação da peça, até obstrução por lama, areia. Na verdade, a durabilidade da bieleta depende muito do tipo de estrada que costuma trafegar;

Uma prática necessária para evitar a obstrução da bieleta, assim, como de outras peças da suspensão, é ter o hábito de jogar água limpa com mangueira por debaixo do carro ao chegar em casa para retirar impurezas como lama e areia, que depois de secas endurecem!

Por que a segurança do carro depende da bieleta

O barulho que uma bieleta defeituosa faz não se compara, ao tamanho do estrago que pode causar quando se rompe!

Aliás, uma possível ruptura da bieleta pode perfurar os pneus a qualquer momento e, quando o veículo se encontra em alta velocidade, o acidente pode ser fatal!

É interessante frisar que em alguns casos a bieleta mesmo que se rompa, pode não perfurar o pneu, mas, o motorista percebe algo muito estranho acontecendo enquanto dirige;

É porque ocorre uma inclinação maior da carroceria nas curvas ocasionando instabilidade enquanto dirige, que convenhamos também pode ser fatal!

O que deve ser checado na bieleta pelo mecânico

Como é uma haste flexível que opera no sistema da suspensão, não pode estar com folga nem ressecada para não apresentar ruídos e cumprir seu principal objetivo, que é a segurança dos ocupantes;

Deve estar sempre bem ajustada para ter força na movimentação. Por isso, fique ligado quando o barulho no carro continua, mesmo que tenha passado por um checkup no Centro Automotivo. Pode ter enganado o mecânico que acreditou que o barulho era de outra peça a qual foi trocada;

Nessas horas, é importante a oficina ou Centro Automotivo ter um RUIDCAR, pois, bastaria colocar o veículo sobre o equipamento, ligar e ouvir se o barulho no carro continua. Portanto, caso sua oficina ainda não tenha esse equipamento, é só entrar no site www.2e4Rodas.com.br e solicitar orçamento. Se preferir, é só clicar aqui, 2e4 Rodas

Levar o veículo para manutenção preventiva ainda, é a melhor maneira de economizar nas peças, isso porque, caso o defeito na bieleta esteja apenas no início pode ser trocada somente a peça defeituosa, sem mexer nas demais!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Sistema Isofix. O que é?

Sistema Isofix. O que é?

phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Isofix

O sistema isofix é um sistema utilizado para fixar cadeirinhas infantis nos automóveis com rapidez, segurança e conforto, sem a necessidade de utilizar os cintos de segurança.

O Sistema Isofix atendeu a todos os critérios estabelecidos pelo INMETRO, Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia. Recebeu a certificação das cadeirinhas do tipo Isofix no País. Trata-se de padrão internacional de pontos de fixação para cadeirinhas infantis em automóveis de passageiros.

Para a instalação do sistema Isofix é preciso que o veículo tenha pontos de ancoragem específicos, assim como a cadeirinha. Por isso, antes de comprar um carro novo, verifique se já vem de fábrica com os encaixes necessários para receber o assento.

Como funciona o Sistema Isofix?

É feito com duas travas de fixação que podem ser tanto na base da cadeirinha, como no bebê conforto. Elas se encaixam em barras de aço que são soldadas na estrutura do veículo, localizadas no vão entre o assento e o encosto do banco traseiro.

A instalação do Sistema Isofix é rápida e oferece toda a segurança para os pequenos. Isso porque não há necessidade de prender a cadeirinha ao cinto de segurança no banco de trás, e convenhamos, chega a ser meio complicado.

Apesar do Sistema Isofix ter sido regulamentado pelo INMETRO, a fixação por meio de cinto de segurança continua obrigatória. O interessante é que muita gente reclama que é difícil adquirir esse produto no Brasil. Muitos revendedores dizem que ainda não foi autorizado, visto que poucos carros saem de fábrica prontos para receber este tipo de fixação.

Claro, que devido o produto ser sucesso total em outros países, muitos pais aproveitam suas próprias férias. Alguns solicitam a compra para que amigos tragam do exterior. Mesmo que o carro deva sofrer adaptações, continua sendo uma excelente maneira de transportar crianças no automóvel.

Tipos do Sistema Isofix

São 3 tipos de poltronas para crianças:

  • Para bebês recém-nascidos que pesem até 9 kg, o bebê conforto é o indicado;
  • Criança a partir de 1 ano, pode utilizar uma cadeira do tipo reversível, indicada para carregar crianças de 16 kg ou mais, de acordo com modelo específico;
  • Crianças de 4 a 7,5 anos de idade, já podem utilizar os boosters, que nada mais é, que um assento de elevação, onde a criança fica mais alta, e então pode ser utilizado o cinto de segurança do carro desde que a mesma fique segura e confortável;
  • Somente quando a criança ultrapassar 1,45 m de altura, é que poderá utilizar o cinto de segurança do carro, sem a utilização do booster.

No Brasil conforme informação do INMETRO, somente 5% dos carros vendidos no País já vem com o Sistema Isofix, como o Up!, New Fiesta, Toyota Corolla, HB20, novo Honda Fit, Cruze, novo Ecosport, Fusion, entre outros.

Já na linha de automóveis de luxo, alguns também vem com Sistema Isofix instalado. A exemplo como Audi, BMW e Mercedes, mas, a linha superesportiva, não!

Quando o Sistema Isofix foi criado?

O Sistema Isofix não é novidade, pois, foi criado na Europa em 1997 pela Volkswagen em conjunto com o fabricante de cadeirinhas Britax-Roemer. Depois, outras montadoras europeias, resolveram incluir o sistema na fabricação de seus veículos, embora, somente a partir de março de 2011 o uso do sistema foi regulamentado pela Comunidade Europeia.

Embora existam leis estaduais nos Estados Unidos referentes ao transporte de crianças em automóveis de acordo com a idade, até o momento, não existe regulamentação específica para o Sitema Isofix.

Seja como for, a vantagem é justamente a cadeirinha permanecer presa e firme a carroceria do carro evitando que se desloque facilmente. As vezes isso pode ocorrer quando está presa ao cinto de segurança e, isso, aumenta a segurança para as crianças e aumenta o conforto dos pais.

inscreva-se no youtube

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.