Escolha uma Página

A falta de atenção é a principal causa de acidentes nas oficinas. Logo por certo, podem ser evitados se, utilizar o elevador automotivo com segurança.

Entretanto, não é difícil ouvir comentários de profissionais da área automotiva, que, por pouco, um carro quase despencou do elevador!

A princípio, motivo que é importante que funcionários designados para a função. Sobretudo estejam sempre atentos ao correto posicionamento do veículo no elevador automotivo.

Por consequência, algumas seguradoras podem ficar na defensiva, quanto a pagar estragos sofridos no carro. Isso devido ao manuseio de funcionário descuidado.

Basta apenas um erro deste porte para as finanças da empresa serem engolidas pelas dívidas, ainda mais, quando o carro for caro!

Portanto, estamos falando não apenas do prejuízo com o carro, como também, de um provável acidente de trabalho com funcionários.

Embora um elevador automotivo aumente a produtividade da empresa, existem procedimentos a cumprir para utilizar com segurança.

Veja quais são:

 

Como utilizar o elevador automotivo com segurança

 

• Antes de mais nada, cada funcionário deve estar orientado/treinado quanto ao manuseio correto do equipamento;

• Além das orientações do fabricante devem ser levadas a sério, ou seja, nunca ultrapassar o peso máximo recomendado, sem exceções;

• Como o peso dos carros são diferentes, assim sendo, é recomendado ter elevadores automotivos com variadas capacidades;

• Caso tenha apenas um elevador, que seja de capacidade superior ao peso dos carros de seus clientes;

• Logo os equipamentos devem estar sempre com a manutenção em dia, tanto para a segurança dos funcionários como dos seus clientes;

• Portanto, qualquer som estranho que comece a emitir, deve ser acionada a equipe de manutenção com interdição do elevador;

Com o propósito de utilizar o elevador automotivo com segurança, basta seguir algumas orientações básicas. Confira:

 

Centralização correta do veículo

 

• Assim, tenha certeza que o veículo foi posicionado bem no centro do elevador automotivo para garantir a distribuição do peso corretamente;

• Como resultado, o carro não desliza, distribui o peso igualmente entre os braços e não danifica nenhuma parte do elevador;

 

Peso excedente

 

• Logo, antes de colocar o carro no elevador, certifique-se de não haver bagagens ou cargas no porta-malas;

• Dessa maneira, não há excesso de peso, por isso, não força o equipamento, e não desequilibra o veículo quando suspenso;

 

Pontos de apoio

 

• Logo, esteja certo de colocar nas sapatas de sustentação do elevador automotivo. Portanto o veículo deve estar na posição exata das marcações do fabricante;

• Assim as sapatas, devem ser monitoradas para estar sempre em boas condições de uso. Pois nelas é que ocorre a aderência, a fixação dos braços com o veículo;

 

Teste antes de subir

 

• Com isso, evite elevar o veículo de vez. Ou seja, primeiro, puxe a alavanca até o carro sair do chão, em seguida pare;

• Logo, verifique se tudo está certo. Então, erga-o totalmente, a fim de que nada saia errado;

 

Utilização do elevador para lavagens

 

• Não lave nem molhe veículos suspensos no elevador nos elevadores tradicionais (elevadores mecânicos – com fuso, rosca);

• Uma vez que, no elevador tradicional, a água pode danificar os componentes. Sejam eles eletrônicos e mecânicos, em contato com a água podem ser danificados e ocasionar ferrugens;

• Mesmo porque, existem elevadores automotivos específicos para lavagens de veículos;

• Assim, os mais indicados para lavação de veículos são os equipamentos com sistema hidráulico. Elevadores Automotivos Hidráulicos;

• O elevador automotivo hidráulico possui cilindros hidráulicos nas colunas. Logo podendo afastar o conjunto hidráulico e partes elétricas da área molhada;

 

Porque não subir nos braços do elevador automotivo

 

• Esta é uma atitude que pode colocar em risco a vida do profissional. Portanto, em nenhuma hipótese, pode ser feita;

• Além disso, prejudica a distribuição do peso do veículo, causando esforço desnecessário, podendo desregular e danificar o equipamento;

 

Lubrificação sempre necessária

 

• Para utilizar o elevador automotivo com segurança, é importante que a lubrificação seja feita conforme recomendações do fabricante. Assim como sempre na data estipulada pelos fabricantes;

• Logo, esta manutenção é necessária, de forma periódica, nos elevadores tradicionais. Assim como nos elevadores mecânicos, para se prolongar a vida útil do equipamento;

• Entretanto, no elevador automotivo hidráulico este procedimento não se aplica, pelo fato do óleo hidráulico permanecer em sistema fechado;

 

Desta forma, os tipos de lubrificação do elevador automotivo podem variar de acordo com o modelo escolhido. Podendo ser, por meio de graxa, manual a óleo e automática a óleo.

Consequentemente o elevador automotivo a óleo manual como de graxa, a lubrificação deve ser a cada 15 ou 30 dias. Mas, vai depender do uso do equipamento, assim, como do ambiente onde está instalado.

Todavia, a lubrificação automática a óleo deve ser realizada somente a cada 2 anos. Pois a lubrificação dos cilindros hidráulicos é feita pelo óleo hidráulico 68, que fica armazenado dentro de um reservatório. Ou seja, devido a este sistema fechado, o óleo não cria ou retêm impurezas do ambiente – sujeitas, poeiras.

Portanto, pode ser utilizado por longo período de tempo, muito acima dos óleos e graxas nos elevadores tradicionais, ditos mecânicos.

Contudo, vale ressaltar que, embora utilizando o elevador automotivo com segurança, no caso de acontecer um acidente, quem paga? Mesmo que aconteça um acidente de trabalho por falha de funcionário, despesas médicas ou indenizações a este funcionário, ficam por conta do empregador.

Estas foram algumas dicas para se trabalhar com segurança. Para mais informações, ou esclarecimentos, consulte sempre o fabricante do equipamento.

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Pin It on Pinterest

Share This