link as = "script" href = "https://cdn.ampproject.org/v0.js" rel= "preload"
phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Nem UBER nem Bike, é patinete com certeza! E está em fase de teste na cidade de São Paulo desde o mês de Agosto/18, seguindo o exemplo de outros países!

Avenida Paulista tem patinetes

• A pioneira em oferecer aluguel de patinetes na Avenida Paulista em São Paulo, é a Startup SCOO para oferecer alternativas em deslocamentos de curtas distâncias. A iniciativa é para melhor qualidade de vida nas principais cidades brasileiras. A empresa é operadora em São Paulo pela Seeds Capital, empresa de capital de risco com foco em Startups.

O sistema mesmo na fase inicial, foi bem recebido pelos paulistanos já que em apenas 2 dias houve mais de 300 inscrições no site da SCOO. Afinal, é mais um meio de fugir do caótico transporte público, visto que não há corredores suficientes para ir de bike.

Por enquanto, não há uma data prevista para o término da fase de teste que deve durar de 60 a 90 dias. Mas, se depender da procura, certamente em pouco tempo, será um dos meios de transportes mais preferidos! Já que agrega facilidade a uma mobilidade segura, desde que sejam observadas as regras no final do artigo!

Durante a fase inicial até a implantação definitiva, será para adaptações sobre o funcionamento da operação. Assim, como da eficácia dos pontos fixos e móveis, e o uso do produto em relação aos usuários.

Nova York sem patinetes

• A história de nem UBER nem Bike, e sim patinete, foi copiada de outros países onde operam há tempos como São Francisco, Los Angeles, Pequim, Moscou e recentemente em Paris. Vale salientar que embora seja um sucesso nos Estados Unidos, cidades como Nova York, o uso de patinetes elétricos são totalmente proibidos, devido a falta de segurança do usuário em meio aos congestionamentos!

• Mesmo assim, estima-se que existam cerca de 10 mil patinetes só nos EUA! A adesão da população é grande, devido ao aspecto sustentável, e o patinete, o transporte ideal por ser ágil, seguro e barato!

No Brasil

• Os testes durante a fase inicial serão baseados no perfil de cada usuário. Dessa forma, será possível avaliar se a procura está mais para lazer, ou, para deslocamentos entre estação de metrô e local de trabalho.

Cadastro necessário

• Seja como for, a função de bloqueio e desbloqueio de patches elétricos está sendo realizada a partir de setembro, quando a versão beta será lançada oficialmente. Para isso, quem estiver interessado em utilizar o patinete elétrico precisa fazer um cadastro no site da SCOO.

Capacete obrigatório

• Os patinetes têm certificação de segurança pelo fabricante, pois as baterias de lítio-íon foram testadas por um laboratório de padrões de segurança eletrônica. Tem potência de 250w e velocidade de 25 km. Por isso, para a segurança do usuário, a SCOO sempre deve disponibilizar capacetes.

Patinete com GPS

• Outra questão fundamental durante o período de teste dos patinetes elétricos da SCOO, é segurança do produto em si, já que deve ser a prova furtos, e até de avarias causadas por vandalismo. Por esse motivo, a estratégia foi a instalação de rastreadores e GPS, além do tempo de uso codificado como pay-per-use. Tudo para inibir atos preocupantes.

O que é preciso para alugar um patinete elétrico

• Maior de 18 anos;

• Ser portador do documento emitido pela SCOO, conforme exigido por lei;

• Somente estacionar o patinete em locais disponibilizados pela empresa;

• Patinar apenas em ciclovias;

• Respeitar os sinais de trânsito e pedestres;

• Saber utilizar o freio do patinete, pois tem ABS;

Mesmo que a utilização do patinete seja apenas para lazer, sempre deve estar atento a algumas regras. Confira quais são:

• Em nenhuma circunstância podem trafegar nas ruas ou calçadas;

• Não é permitido transportar qualquer tipo de carga ou material em que o piloto necessite segurar com uma ou ambas as mãos;

• Proibido fazer uso do patinete após ingerir bebidas alcoólicas;

• Usar o transporte para dar carona para alguém;

• Fazer uso do patinete em corridas, ou manobras radicais;

• Trafegar com o patinete em locais proibidos ou não pavimentados já que acidentes podem ocorrer;

Assim, como em outros países o patinete pode ser mais uma alternativa de transporte, mas, é bom ficar atento, pois, o patinete aguenta somente 120 kg, isto entre usuário e bagagem!

inscreva-se no youtube

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.