link as = "script" href = "https://cdn.ampproject.org/v0.js" rel= "preload"
phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Baterias de carros elétricos

Uma vez que, a sustentação do meio ambiente, é a preocupação do momento, como será o descarte para as baterias de carros elétricos no futuro?

Em muitos países, a realidade automotiva já é outra, com os carros elétricos fazendo parte da paisagem urbana e, do cotidiano de muita gente.

No Brasil, carros elétricos ainda estão meio tímidos, talvez, um pouco desacreditados, ou, certamente, estão num valor acessível por poucos brasileiros!

Qual o problema ambiental a vista?

Seja como for, pode ser uma condução autônoma e compartilhada ao mesmo tempo, conforme vem sendo mostrado. É o automóvel que cada dia torna-se mais evidente que será o único tipo no futuro. Nesse sentido, como os carros elétricos possuem emissão zero, razão que vem sendo aprimorados a cada ano, ainda assim, podem provocar um novo problema ambiental!

Qual o custo benefício da Potência x kWh?

Nos veículos convencionais, uma das preocupações básicas, é quanto a potência. Quanto aos carros elétricos, o que pode fazer diferença para mais ou para menos em termos de potência, é justamente a densidade em kWh. O que significa, que não está relacionado com o motor elétrico em si, mas certamente, com o pacote de baterias que o carro transporta! Soa estranho não é mesmo?

Por que as baterias têm um Valor alto?

Em outras palavras, a bateria será o maior custo de um carro elétrico, e provavelmente, continuará por muito tempo. Com toda tecnologia empregada na fabricação dos carros elétricos, o dispositivo que armazena energia no automóvel, começa a preocupar o setor. Isto porque, nem temos ainda, uma frota de 100% desses veículos rodando pelas ruas!

Então, vem a razão deste artigo, como será o descarte para as baterias de carros elétricos no futuro?

Quem fará a reciclagem das baterias?

Os fabricantes de carros elétricos estão cada vez mais empenhados em investir na produção de sofisticadas baterias. Com isso, abre-se uma nova porta no setor de reciclagem, devagar é claro, mas, que aos poucos começa ser aprimorada!

Para as empresas, ainda é um caminho novo a percorrer, algumas estão se preparando para nos próximos anos atuar no ramo de recuperação das baterias de lítio. Em virtude de ser algo inusitado, muitos problemas começam a surgir, como por exemplo, padronização do serviço. Claro, que isto, não será para agora. Mesmo porque, cada fabricante, tem sua própria tecnologia e processos químicos diferentes para obter maior rendimento das baterias.

Por que a procura pelo Lítio aumentou 4 x mais?

Como as baterias de carros elétricos serão a base de lítio, já existe uma procura de quatro vezes maior deste elemento químico, de uns tempos para cá. Visto que em 2025, os carros elétricos serão responsáveis por 90% da produção mundial.

Quanto será destinado de Baterias de lítio em celulares?

Vale esclarecer que grande parte dos dispositivos eletrônicos modernos possuem baterias de lítio. Exemplos como smartphones, calculadoras de mão, além de outros. Dessa forma, os aparelhos que usam pequenas baterias de lítio representarão 10%, o restante da produção, será destinado aos carros elétricos!

Qual outro elemento químico está sendo visado?

Outros elementos químicos, como por exemplo, o cobalto, subiram 80%, pois também é matéria-prima essencial na produção de baterias. A Volkswagen, quis se garantir, e reservou um lote enorme para sustentar a produção de baterias para a próxima década.

Onde foram encontradas novas reservas de lítio?

Recentemente em Minas Gerais, novas reservas de lítio foram descobertas. Já a Bolívia, é dona de uma das maiores reservas do planeta, por isso, pode enriquecer no cenário internacional, chamado agora de petróleo branco!

Nos desertos de sal da Argentina e Chile, possuem reservas enormes do metal e o trio de nações representam 60% das reservas mundiais conhecidas. No Congo, o cobalto representa entre 50% e 60% das reservas mundiais. Significa que os olhos de todos estão voltados para esses países!

Quais Empresas estão interessadas?

De tal forma, que empresas como a OnTo Technology dos EUA, estão se preparando para este novo mercado de reciclagem. O objetivo é produzir materiais para produção de eletrodos para novas baterias a partir de unidades expiradas. Muito mais prático do que decompor cada elemento individualmente.

Do mesmo modo, a Tesla, afirma que fará uso de baterias para abastecer de energia sua Gigafactory e pretende reciclar as células exauridas. Por sua vez, a BYD, utiliza baterias em fim de vida útil para veículos em grandes acumuladores de energia estacionários. Assim terão funcionamento por muito mais tempo que os automóveis. Hoje, o tempo de vida das células atuais varia de 8 a 10 anos.

Quem será o responsável pelo descarte destas baterias?

Já foi definido pela Europa e a China, que o descarte correto para as baterias de carros elétricos, será responsabilidade do fabricante do veículo. No entanto, podem terceirizar o serviço, a fim de reaproveitar componentes dessas unidades em fim de carreira.

Quem fará a Fiscalização desse setor?

Mesmo assim, deverá haver uma rigorosa fiscalização pelos governos a fim de prevenir novos danos ao meio ambiente. Portanto, tratam-se de metais e produtos químicos que necessitam de descarte correto!

inscreva-se no youtube

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.