Escolha uma Página
É preciso chumbar o elevador automotivo ao chão?

É preciso chumbar o elevador automotivo ao chão?

Elevador automotivo é um dos equipamentos mais necessários dentro de uma oficina mecânica. É o responsável em agilizar o serviço do mecânico em várias tarefas feitas debaixo do carro. Por isso, torna-se imprescindível ter um em sua oficina. No entanto, podem aparecer dúvidas quanto ao uso do equipamento, como por exemplo, é preciso chumbar o elevador automotivo ao chão?

Essa é uma das questões mais perguntadas ao vendedor do elevador automotivo mesmo que estejam sendo adquiridos com base. Acontece que os demais tipos de elevadores automotivos como os pórticos e pantográficos, necessitam ser chumbados ao chão, visto que não poderiam ser utilizados com segurança, pois, ficariam instáveis.

Tabela de conteúdos

Conceitos Errados:

• Mesmo porque, muitos clientes acreditam que ao adquirir um elevador automotivo com uma base firme que ficará num piso nivelado e, bem estruturado, não há necessidade de chumba-lo. No entanto, chumbar o elevador automotivo ao chão, não apenas uma questão de querer e, sim de necessidade, pois,como não estão fixados, podem tombar a qualqer momento, colocando em risco a vida do mecânico, além de causar prejuizo ao estabelecimento.

Embora exista razões de sobra sobre a importância em chumbar o elevador, existem N motivos, que levam os proprietários a não fazer. Claro, que nenhuma justificativa é válida. Confira:

• Local não é próprio e, a imobiliária não permite;

• Já vi em outros lugares sem chumbar e, nenhum caiu;

• Ainda não defini qual o melhor lugar para o elevador ficar;

• Está firme, não balança, por isso, não precisa chumbar

porque tem que chumbar

Pressa no funcionamento

• Apesar de estar claro que elevador chumbado é o procedimento correto, muitos proprietários de mecânicas, tem que aguardar a visita dos chumbadores. Este é o procedimento normal para vários fabricantes de elevadores automotivos. Entregam o equipamento primeiro, montam e, depois de alguns dias, vem o chumbador fixar no chão.

• Dessa maneira, como a maioria dos clientes sempre estão com pressa, muitas vezes acaba passando despercebido que a oficina mecânica acabou utilizando o equipamento sem o cuidado necessário com os mecânicos.

Por que tem que chumbar?

• De qualquer maneira, é preciso chumbar o elevador automotivo ao chão. E que fique bem claro, que embora os elevadores tenham base, é fundamental que sejam chumbados ao chão, para que as colunas tenham maior sustentação sem que seja necessário ter um piso com uma espessura maior.

• Na verdade, é um dos principais motivos que faz os elevadores automotivos com base muito procurados. Principalmente porque não é fácil encontrar oficinas com um piso de espessura superior a 15 cm, e ainda, altamente resistente.

• Somente para salientar, não importa a marca ou modelo de elevador automotivo nem ano de fabricação ou nacionalidade, todos precisam ser chumbados.

Alerta

• Acreditem, para as oficinas que até hoje, ainda, utilizam algum tipo de elevador automotivo sem chumbar, fica o alerta quanto a falta de segurança e do prejuízo material que pode causar, como a queda de algum veículo ao chão.

• Caso chegue a esse ponto, de lesar, ou matar funcionário, ou somente de danificar carro de cliente, não existem desculpas, nem argumentos suficientes que justifiquem tal imprudência!

• Se for seu caso, providencie o quanto antes a visita de algum chumbador credenciado para regularizar o serviço, mesmo que feito há tempos, principalmente porque aumenta a vida útil do equipamento.

Atenção as normas

• Para aqueles que ainda, não acreditam na importância de chumbar ao chão, é bom que saibam que se trata de uma norma prevista na NR-12 conforme artigos abaixo:

NORMA NR-12 – SEGURANÇA DO TRABALHO

• 12.2.7- Todas as máquinas estacionárias devem ser dotadas de medidas preventivas relativas à estabilidade de modo que não basculem e que não possam ser deslocadas intempestivamente por vibrações, choques, forças externas previsíveis, forças dinâmicas internas ou por qualquer outro motivo acidental.

• 12.7.1- A instalação das máquinas estacionárias deve respeitar os requisitos necessários fornecidos pelos fabricantes(…), em especial quanto à fundação, fixação, amortecimento, nivelamento, (…)

Trocando em miúdos, para as oficinas pensam em continuar trabalhando com elevador sem que esteja chumbado ao chão, é porque não captaram o risco de acidentes.

Caso sejam surpreendidos pela fiscalização do Ministério do Trabalho, podem fechar a oficina para que o proprietário responsável pelo estabelecimento regularize a falta de segurança dos funcionários.

Claro que junto com o fechamento, vem a multa que vai pesar mais no orçamento, visto os dias fechados da oficina! Portanto, regularize o quanto antes!

youtube logo 2e4rodas

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Quais são os Elevadores Automotivos

Quais são os Elevadores Automotivos

Elevadores Automotivos

Para segmentos como Auto Center, Postos de serviços, Concessionárias, entre outros, existem a disposição no mercado vários tipos de elevadores automotivos de acordo com a finalidade desejada.

[email protected]

Elevador para Troca de Óleo Suporte Central

Com as seguintes especificações técnicas:

Tem capacidade de 3.4 e 7 toneladas, Elevação de 1.60 ou 1.80 m, é acionado por ar comprimido, é silencioso, durável, tem baixa manutenção, permite vagas mais estreitas, mantêm o local limpo, não precisa de manobras, é manuseado com facilidade.

Elevador Hidráulico Pantográfico

É simples de operar, não necessita de muitos cuidados, e pode manobrar o automóvel sobre ele.

Com as seguintes especificações técnicas:

Tem capacidade de 3000 kg, altura máxima de 2,10m, voltagem 220 v, potência 2 HP.

Elevador Eletro Hidráulico com Travessa Inferior

O acionamento é feito pela sistema de óleo e pelos pistões hidráulicos. A segurança do elevador hidráulico móvel, está na trava da catraca, a qual evita a descida brusca, também possui cabo de aço, que equilibra os dois lados.

Com as especificações técnicas:

Tem capacidade de 4000 kg, altura máxima de levantamento 1800 mm, altura mínima de levantamento 120 mm, largura total 2880 mm, altura total 3020 mm, tempo de subida 60 s, tempo de descida 60 s, Motor de 2,2kW, 220V 60 Hz, Peso total 700 kg, Peso bruto 750 kg

Elevador Hidráulico com Travessa Superior

Neste elevador a sistema hidráulica aciona o pistão hidráulico de cada coluna.

Com as seguintes especificações técnicas:

Tem capacidade de 4000 kg, altura máxima de levantamento 1800 mm, distância entre as colunas de 2794 mm, largura total de 3419.6 mm, altura total 3606.8 mm, pressão de operação 31.5 MPa, tempo de subida 60 s, tempo de descida 45 s, motor 220V 60 Hz,  peso 730 kg, peso bruto 800 kg, tanque de óleo 9 litros.

Elevador Pneumático de 21 toneladas com Longarina de 8 m. Para Lavagens de Veículos

Com as seguintes especificações técnicas:

Tem capacidade de 21 toneladas, 3 pistões de 12”, elevação de 1,60 m.

Elevador Pneumático com capacidade de 4 toneladas. Prancha para Troca de Óleo

Com as seguintes especificações técnicas:

Tem capacidade de 3 e 4 toneladas, elevação de 1,80 m, acionamento por ar comprimido, é silencioso, é durável, tem baixa manutenção, permite vagas mais estreitas, mantém o local limpo, não exige manobras, de fácil operação.

Elevador Pneumático de 7 toneladas. Prancha para troca de Óleo

Com as seguintes especificações técnicas:

Este é o modelo 7121, elevação de 1,60 m, reservatório de óleo de 228 litros, acionamento por ar comprimido, capacidade de carga 7 toneladas, diâmetro pistão 12, garantia de 2 anos, longarina de 6 m cada, assistência técnica direto na fábrica.

Post Relacionado

Palavras Chave:

  • #elevadorautomotivodepistão
  • #elevadorpneumaticoautomotivo
  • #alturadoelevadorautomotivo
  • #elevadorhidráulicoautomotivo
  • #elevadorautomotivopantográfico
  • #elevadorautomotivohidráulico
  • #elevadorparatrocadeóleo
  • #elevadoresautomotivos
  • #elevadorautomotivoaóleo

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Conheça o Elevador Lacerda

Conheça o Elevador Lacerda

A história do Elevador Lacerda

A história do Elevador de Lacerda, teve inicio através de um problema encontrado na cidade de Salvador. A geomorfologia do local, dois planos separados por uma grande escarpa, era um problema durante a construção de Salvador e que foi crescendo com a expansão da cidade, tornando-se um desafio a ser vencido. A comunicação rápida e confortável entre os dois níveis era uma necessidade numa época em que o transporte era feito através de guindastes e ladeiras íngremes. Porém, o plano do baiano visionário Antônio de Lacerda ao idealizar o Elevador Hidráulico da Conceição – primeiro nome do Elevador Lacerda – não era apenas ligar a parte baixa e alta da cidade, era facilitar o transporte para o sul, sentido em que a cidade se expandia, articulando o elevador com as linhas de bonde.

O projeto foi construído em ambiente familiar. Reuniões entre o pai Antônio Francisco de Lacerda, dono de muitas propriedades, o irmão engenheiro Augusto Frederico de Lacerda, a esposa e o sogro, eram realizadas para discutir o plano revolucionário. As obras foram iniciadas em 17 de outubro de 1869. A oportunidade de realizar seu projeto surgiu quando a firma Antônio de Lacerda & Cia, cujo principal sócio era seu pai, comprou os direitos de construção de linhas de transporte na encosta e a firma se transformou na Companhia de Transportes Urbanos. A inauguração do equipamento se deu quatro anos depois e o elevador ficou conhecido popularmente como “Parafuso”. Em 1896, o nome oficial foi alterado para “Elevador Lacerda” em homenagem ao idealizador e construtor Antônio de Lacerda.

Qual foi a importância do Elevador Lacerda

Após a sua inauguração, passou a ser o principal meio de transporte entre a Cidade Alta, onde se encontra o centro histórico, e a Cidade Baixa, local de concentração de atividades financeiras e comerciais em Salvador. Na estrutura inicial, os passageiros tinham de ser pesados individualmente, e o peso total dos passageiros a serem transportados era calculado e somando-os até atingir o limite máximo de segurança. O Barão de Jeremoabo (Cícero Dantas) assim registrou a pesagem dele próprio e de outras autoridades:

“Em 16 de março de 1889 pesamo-nos no elevador, dando o seguinte resultado: Pinho – 54 quilos, ou 3 arrobas e 98 libras; Cícero – 61 quilos, ou 4 arrobas e 2 libras; Guimarães – 65 quilos ou 4 arrobas e 10 libras; Artur Rios – 73 quilos ou 4 arrobas e 26 libras; e Vaz Ferreira – 115 quilos, ou 7 arrobas e 20 libras.”

Reformas e revisões

Inicialmente operava com duas cabines, atualmente funciona com quatro modernas cabines eletrificadas que comportam 32 passageiros cada uma, com um tempo de permanência de 22 segundos. Essa e outras mudanças foram introduzidas ao longo de sua história por cinco grandes reformas e revisões:

1: em julho de 1906 para a sua eletrificação;
2: em 1930 adicionaram-se mais dois elevadores e uma nova torre;
3: no fim da década de 1950, concluindo-se em 1961, o elevador passou por uma total reforma em sua parte mecânica;
4: no início da década de 1980 houve uma revisão na estrutura de concreto;
5: em 1997 foi feita a revisão de todo o maquinário elétrico e eletroeletrônico;


A reforma de 1930 conferiu-lhe a atual arquitetura em estilo art déco. As duas cabines originais foram ampliadas para quatro, sendo que cada uma delas com a capacidade de transportar até vinte e sete passageiros. A inauguração da obra deu-se a 1 de janeiro daquele ano. Foi tombado pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional, em 7 de dezembro de 2006.

Post Relacionados

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Palavras Chave

elevador lacerda,
elevador de salvador,
lacerda,
elevadores turístico,
Antônio de Lacerda,

-#elevadorlacerda
-#elevadordesalvador
-#lacerda
-#elevadoresturístico
-#AntôniodeLacerda

Elevadores que são pontos turístico

Elevadores que são pontos turístico

A instalação de elevadores durante a construção ou reforma de um imóvel, até mesmo em edifícios de poucos andares, merece atenção especial, visto que a valorização do local pode superar qualquer expectativa de preços, por isso, caso esteja por exemplo com um apartamento a venda, aguarde a conclusão da obra, pois, certamente o valor pode representar uma diferença de 20% a mais no bolso.

Ter o conforto de um elevador a disposição no imóvel, é algo indispensável hoje em dia, assim, como a agilidade e a praticidade, por isso, vale a pena dar uma olhada nos modelos residenciais, pois, certamente enobrecem a arquitetura do imóvel, e um deles combina com seu estilo.

E para quem já tinha planos, vale a pena que conheçam os elevadores que mais chamam a atenção no mundo, ao ponto que viraram pontos turísticos em sua cidades, confira alguns desses elevadores.

Elevador Lacerda (Brasil)

Entre as sofisticações e curiosidades sobre elevadores, o Brasil não podia ficar de fora, e a prova disso, é o famoso Elevador Lacerda, o autêntico cartão-postal da Bahia, cuja função é unir a Cidade Alta com a Cidade Baixa de Salvador. Apesar de inaugurado em 1873, somente em 1896, recebeu o nome do engenheiro Augusto Frederico de Lacerda, principal responsável pela construção.

Globen SkyView (Suécia)

Na Suécia, mais precisamente em Estocolmo, é onde fica o Globen SkyView, considerado o maior edifício hemisférico no mundo, ou seja, tem o formato realmente arredondado. O mais interessante, é o sistema de elevadores implantado chamado de SkyView que parecem globos de vidros transparentes, onde os ocupantes têm a vista panorâmica deslumbrante há mais de 130 metros de altura.

AquaDom (Alemanha)

Tem como imaginar um aquário cilíndrico localizado no interior de um hotel em Berlim, com 11 metros de diâmetro, 25 metros de altura, 900.000 litros de água, com 2.600 peixes de 56 espécies diferentes? E o mais incrível desse lugar, é que dentro tem um elevador transparente, onde são transportados os visitantes e os turistas para se deliciarem vendo todo esse reino submarino de pertinho.

Elevador Bailong ou dos Cem Dragões (China)

Em apenas 3 anos, a China construiu um elevador que oferece uma vista panorâmica a 330 metros de altura, fica na província de Hunan, no Parque Nacional Florestal de Zhangjiajie. Este elevador foi feito para transportar os turistas através de uma coluna de arenito maciço em uma cordilheira, e como é feito todo em vidro, do alto, os turistas têm o privilégio de ver toda a região de montanhas rochosas e lagos da área.

Roda de Falkirk  (Escócia)

Essa roda fantástica foi criada para ser usada como elevador, do tipo visto em estacionamentos mais sofisticados, só que curiosamente falando, é utilizada para facilitar a passagem de barcos, já que a Roda de Falkirk, une dois canais cuja conexão foi interrompida 70 anos atrás.

Elevador Santa Justa (Portugal)

Assim, como o Elevador Lacerda, este elevador que fica em Lisboa, une as ruas do Ouro e do Carmo, até o largo do Carmo. O que chama a atenção é o estilo neogótico em que foi construído, ainda no século XIX pelo engenheiro Raoul Mesnier du Ponsard.

The Gateway Arch (Estados Unidos)

O arquiteto finlandês Eero Saarinen projetou essa obra arquitetônica de 192 metros de altura em 1963, o curioso é a forma de arco que tem, e fica na cidade norte-americana de St. Louis. A vista pelo lado de fora é incrível, e para subir nesse elevador especial para o topo do arco, chega a receber milhares de turistas todos os anos, isso, porque é como se fosse um tipo de bondinho em cada perna do arco, só que no formato de cápsulas, repleto de janelas nas laterais que mostram a complexidade mecânica da estrutura interior.

Elevador Hammetschwand (Suíça)

Na Suíça desde 1872, o resort Buergenstock recebe milhares de turistas anualmente, através do Hammetschwand, elevador construído sobre as rochas o qual tem 874 metros de altitude, só o fato de subir até o topo, já vale a pena a vista deslumbrante do alto.

Autostadt, (Alemanha)

Em Wolfsburg, na Alemanha, tem uma garagem de carros feita em vários níveis, e fica bem ao lado da Volkswagen, o curioso é que não necessita de condução, pois, o elevador carrega os apenas os veículos que acabaram de serem montados na fábrica Volkswagen.

Oregon City Elevator, (Estados Unidos)

O Oregon City Elevator foi construído em 1913 com mecanismo hidráulico, e modernizado em 1955, o interessante é que na parte superior, contém uma plataforma de observação que lembra muito o formato de um disco voador. O Oregon City tem 40 metros de altura, e assim, como o Elevador Lacerda na Bahia, une também dois bairros na cidade de Oregon, é considerado o único elevador ao ar livre nos EUA, sendo que neste modelo existem somente mais três no mundo.

Post Relacionados

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Palavras chave

elevadores turísticos,
elevador lacerda,
globen skyview,
aquadom,
bailong,
roda de falkirk,
elevador santa justa,
the gateway arch,
hammetschwand ,
autostadt,
oregon city elevator,

-#elevadoresturísticos
-#elevadorlacerda
-#elevadoreschamativos
-#globenskyview
-#aquadom
-#elevadorbailong
-#rodadefalkirk
-#elevadorsantajusta
-#thegatewayarch
-#elevadorhammetschwand
-#autostadt
-#oregoncityelevator

O quão idiota você é no elevador?

O quão idiota você é no elevador?

Em um grupo de 5 amigos, 4 pessoas são “normais” 1 é um idiota. Em toda parte do mundo, existem pessoas “engraçadas”, que apresentam atitudes infantis, que fazem brincadeiras que ninguém ri mas morrem de rir. Então preste atenção nos seus 4 amigos com quem você mais convive, se nenhum deles é imbecil, comece a ficar preocupado.

Faça o teste para saber o seu nível de idiotice

Assinale as brincadeiras que você faz nos elevadores e confira se você é o idiota no elevador.

1. Quando houver só uma pessoa no elevador, dê um tapinha no ombro dela e finja que não foi você;

2. Aperte os botões do elevador e finja que eles dão choque. Sorria e faça de novo;

3. Se ofereça para apertar os botões para os outros (qual é o seu?), mas aperte os botões errados;

4. Segure a porta e diga que está esperando por um amigo;

5. Deixe cair sua caneta e espere até alguém se oferecer para pegá-la, então grite: “É minha!”;

6. Traga uma câmera e tire fotos de todos no elevador;

7. Deixe uma caixa no canto, e quando alguém entrar, pergunte se elas ouvem um tique-taque;

8. Finja ser uma aeromoça e revise os procedimentos de emergência com os passageiros

9. Pergunte: “Você sentiu isso?”;

10. Quando a porta se fechar, fale: “Tudo bem. Não entrem em pânico. Ela abrirá novamente”

11. Mate moscas que não existem;

12. Encoste a orelha na parede e pergunte se ninguém está ouvindo o barulho;

13. Desenhe com um giz um pequeno quadrado no chão e diga para os outros: “Este é o MEU espaço”;

14. Faça caretas dolorosamente enquanto bate na sua testa e murmure: “Calem a boca, todos vocês! Calem a boca!”;

15. Abra sua pasta ou bolsa, e enquanto olha dentro, pergunte: “Tem ar suficiente aí dentro?”;

16. Fique quieto e parado no canto do elevador, encarando a parede;

17. Coloque uma marionete na mão e use-a para falar com os outros;

18. Faça barulhos de explosão quando alguém apertar um botão qualquer;

19. Encare outro passageiro por um tempo, e fale alguma besteira como: “Estou usando meias novas”;

20. Tire uma meleca e limpe no botão “térreo”

Resultado

0 – Você é uma pessoa normal – Parabéns;

1 a 5 – Você é um idiota mirim – Vê se cresce;

6 a 10 – Você é meio idiota – Ainda há esperança;

11 a 15 – Você é idiota graduado – Procure um médico;

16 a 20 – Parabéns! Você tem problemas – Sua vaga na clínica psiquiátrica está garantida. Dirija-se a clínica mais próxima.

Lembrando que esse teste é uma brincadeira, e que não se deve levar a sério, não é proibido fazer se divertir ou fazer brincadeiras, mas importante salientar, que nem todas as pessoas irão gostar dessas brincadeiras, e algumas podem ficar preocupadas ou até mesmo agressivas.

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Palavras chave

botao terreo elevador,
brincadeira,
brincadeiras no elevador,
idiota,
atitudes no elevador,

-#botaoterreoelevador
-#brincadeira
-#brincadeirasnoelevador
-#idiota
-#atitudesnoelevador

Acidente em escada rolante, alerta para os riscos do equipamento

Acidente em escada rolante, alerta para os riscos do equipamento

escada rolante alerta dos perigos do equipamentos
escada rolante alerta dos perigos do equipamentos

Acidente na China

Uma fatalidade ocorrida recentemente na China com uma escada rolante, serviu como um alerta mundial para que todas as empresas, shoppings, supermercados, locais públicos, e afins, onde tem a disposição do público a escada rolante como meio de locomoção entre os vários andares, para que fiquem mais atentos a questão da necessidade de uma manutenção constante neste tipo de equipamento, e até mesmo da necessidade de uma sinalização que demonstre com muita eficiência que está com algum tipo de problema.

Acontece que uma mulher subia tranquilamente a escada rolante de um shopping com seu filho de 2 anos, e tragicamente foi tragada para dentro da escada rolante em meio as engrenagens do motor, pois, no topo da escada, havia uma placa de metal que estava solta, e assim que pisou, afundou, mas, ainda, teve força para jogar seu filho para as seguranças que estavam no local verificando se o problema podia ocorrer ou não, visto que além de não estar sinalizada continuava em funcionamento.

Fonte: Canal Jornal da Alterosa

Importância da fiscalização

As autoridades locais se defenderam dizendo que o problema havia sido descoberto alguns minutos antes, o que não justifica a falta de sinalização, ou, a parada da mesma.

Reforçando ainda, a necessidade de uma fiscalização constante em equipamentos como elevadores e escadas rolantes, coincidentemente também na China, quinze dias após ter havido este acidente, houve também outra tragédia!

Em Xangai, um homem que trabalhava como funcionário da limpeza no momento que começava a descer a escada rolante de um shopping, ficou com seu pé esquerdo preso entre os degraus e a prancha metálica, onde estes terminam.

Equipes de resgaste com médicos e bombeiros, foram necessários para ajudar a livrar o pé do funcionário que também teria ficado preso as engrenagens, e por isso, devido aos ferimentos profundos, foi necessário a amputação do membro.

Claro que neste caso, o comunicado oficial do shopping foi que a “culpa” provavelmente do fato ocorrido, teria sido do próprio funcionário já que estava em serviço e levando os materiais para a limpeza, entre os quais teria na mão um escovão, tipo vassoura, e que este teria deixado enroscar nos degraus da escada, isso, fez que ocorresse um travamento entre os degraus e as pranchas metálicas na parte superior, o que causou avaria na maquinaria.

Post Relacionados

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Palavras Chave

gif escada rolante,
escada rolante gif,
alerta gif,
escada gif,
acidente na china,

-#gifescadarolante
-#escadarolantegif
-#alertagif
-#escadagif
-#acidentenachina

Elevadores modernos

Elevadores modernos

A beleza de um edifício não pode ser considerada apenas na arquitetura moderna e no tamanho dos apartamentos, os designes de elevadores modernos são fatores fundamentais que tornam o prédio com ar mais sofisticado e elegante, por isso, pode ser visto como um valor a agregar para o empreendimento.

Foi-se a época que os interessados na compra de um apartamento, vistoriavam apenas o tamanho, o design, a funcionalidade do apartamento e das áreas de lazer do prédio, hoje é comum notar que o futuro morador fica atento a todos os detalhes e a estética também dos elevadores.

Motivo das modernização do elevadores

Os elevadores em prédios grandes e até nos menores, precisam ser práticos, elegantes e funcionais, além de ter um interior confortável que acomode várias pessoas ao mesmo tempo.

Para os prédios onde os elevadores já são mais antigos mesmo com a manutenção sempre em dia, uma solução para agregar um valor a mais nos apartamentos e no prédio de uma maneira geral, seria implantar um dos designes modernos de elevadores, ou seja, fazer uma reforma na fachada.

Para isso, é necessário escolher uma empresa que analise o que pode ser feito no elevador, o local para ver se está dentro das normas técnicas passa por uma vistoria, para verificar se existe infraestrutura capaz de suportar a obra, e se o material escolhido pode ou não ser aplicado com segurança.

Dicas na hora de colocar elevadores modernos

Sempre é bom lembrar caso decida modernizar a fachada do elevador do prédio onde mora, que após já ter  um orçamento em mãos, é interessante procurar outras empresas para comparar os orçamentos, para isso, escolha o mesmo tipo de modernização para a pesquisa, somente dessa maneira é que tem condições de verificar o mais vantajoso.

Ouça a explicação de cada técnico mesmo que contra ou a favor do projeto, pergunte sobre qual material utilizado, tempo de reforma, garantias, se após o término da garantia se tem direito a manutenção preventiva, se o desempenho do elevador pode ser prejudicado ou se tem como melhorar.

Post Relacionados

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Palavras Relacionados

elevadores modernos,
elevador moderno,
o elevador mais moderno,
quanto custa um elevador,
elevador manutenção,

-#elevadoresmodernos
-#elevadormoderno
-#oelevadormaismoderno
-#quantocustaumelevador
-#elevadormanutenção

Qual a importância de fazer manutenção em elevadores e escadas rolantes

Qual a importância de fazer manutenção em elevadores e escadas rolantes

manutenção em elevadores e escadas rolantes

Manutenção em elevadores e escadas rolantes

Na Câmara dos Deputados a proposta da (PL 6125/13) está sendo analisada ainda, e caso seja aprovada haverá a obrigatoriedade de fazer manutenção anual em elevadores elétricos, esteiras e escadas rolantes instalados em edifícios de uso habitacional coletivo, comercial e de serviços públicos.

Esse projeto já foi aprovado na Comissão de Defesa do Consumidor, e o relator na Comissão, deputado Marco Tebaldi, do PSDB de Santa Catarina, disse que fazer a manutenção nesses equipamentos é para a segurança dos usuários em geral, visto que existem relatos de vários acidentes de uns tempos para cá.

É por esse motivo que devem ser feitas manutenções preventivas nos equipamentos existentes principalmente em shoppings, aeroportos e nos milhares de edifícios, e essa lei que obriga a fazer a  manutenção periódica nos elevadores, escadas e esteiras rolantes está sendo analisada pelas Comissões de Desenvolvimento Urbano e de Constituição e Justiça.

Já o presidente do Conselho Federal de Engenharia, Júlio Fialkoski, afirma que já existem resoluções da entidade as quais exigem que um técnico seja responsável pela instalação e manutenção dos  equipamentos, além disso, uma lei federal vai reforçar ainda mais a necessidade de fazer a manutenção preventiva.

Essa fiscalização até o momento é feita apenas pelos conselhos regionais de engenharia, por isso, a ideia é que possa ser realizada por outros órgãos também, como o corpo de bombeiros, a defesa civil, e os órgãos públicos de fiscalização de obras e posturas.

elevador em manutenção
elevador em manutenção

Saiba como fazer a Manutenção Anual de Elevadores e Escadas Rolantes

A necessidade de um condomínio em gastar mensalmente com os contratos de conservação e manutenção de elevadores é sem dúvida um dos ítens que mais pesa no orçamento, por isso, talvez seja interessante ler novamente o Contrato de manutenção de elevadores que seu prédio fez.

Existem diferenças nos contratos que precisam ser analisados, tudo é uma questão de verificar qual seria mais viável no momento, como os exemplos informados abaixo:

*Alguns contratos de manutenção já estão incluídas algumas peças para  reposição;

*Contratos de conservação cobram apenas a mão-de-obra;

*A vantagem dos edifícios novos é de poder negociar os contratos de manutenção com custos mais baixos, afinal o elevador é novo e as peças também, por isso, tão cedo não haverá a necessidade de troca de peças;

*No momento de contratar uma empresa, é interessante que seja solicitada uma vistoria que informe qual é a situação real das peças, estimando ainda, qual o tempo provável para a troca;

*Outro item importante a acrescentar na hora de fechar o contrato, é que seja estabelecido quais são as peças que devem ser trocadas, e em que periodicidade;

escada rolante em manutenção
escada rolante em manutenção

Cuidados na hora de contratar alguém que irá realizar a manutenção

Para fechar o assunto, sempre desconfie de empresas que cobram um valor bem inferior ao praticado pela maioria das empresas concorrentes, lembre-se a manutenção e a conservação de elevadores implica na segurança de condôminos e funcionários.

É bom esclarecer que em caso de acidentes graves no elevador com pessoas dentro do condmínio, o síndico pode responder judicialmente pelo acontecido, principalmente se era o responsável em contratar empresas para fazer os serviços de manutenção.

Verifique se a empresa de conservação e manutenção de elevadores que está sendo cotada se tem um engenheiro responsável, além disso, é importante ficar atento ao serviço contratado se há realmente necessidade de pagar por todos os tipos de serviços que serão prestados, já que isto vai encarecer ainda mais o valor do condomínio.


Como evitar gastos desnecessários com elevadores

Para não encarecer demais a manutenção dos elevadores, algumas medidas podem ser tomadas pelo próprio zelador do prédio sem haver a necessidade de ficar acionando a todo o momento o pessoal de reparo. Basta que ele observe os seguintes itens:

*A sala de máquinas não pode ficar abafada, o correto é ter ventilação permanente e cruzada de 2 janelas;

*É um local que sempre deve estar com aspecto de seco, não deve haver infiltrações, manchas, nem poças de óleo no chão;

*Preste atenção nos ruídos no elevador, trepidações, barulho de correntes, e se está parando no andar com desnível maior que 5 cm, se for o caso chame a manutenção;

*Sempre observe a aparência do quadro e das instalações elétricas relacionadas ao elevador, qualquer irregularidade notada chame a manutenção;

* Nunca deixe entrar água no poço do elevador, por isso, a sugestão para a limpeza nos halls dos elevadores é que sejam feitas com pano úmido apenas;

Estas são apenas algumas dicas que podem prolongar a vida útil dos elevadores, e assim gerar uma boa economia para condomínios e empresas.

Post Relacionados

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Palavras Chave

manutenção esteira,
manutenção em elevadores,
manutenção elevadores preços,
empresas de manutenção de elevadores,
por que fazer mautenção em elevadores,
manutenção de elevadores,
manutençãode escadas rolantes,
escadas rolantes,
revisão de elevadores,
elevadores revisão,

-#manutençãoesteira
-#manutençãoemelevadores
-#manutençãoelevadorespreços
-#empresasdemanutençãodeelevadores
-#porquefazermautençãoemelevadores
-#manutençãodeelevadores
-#manutençãodeescadasrolantes
-#escadasrolantes
-#revisãodeelevadores
-#elevadoresrevisão

O que fazer quando ocorre um problema no elevador?

O que fazer quando ocorre um problema no elevador?

phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

O que fazer para diminuir as chances de ocorrer um problema no elevador?

Apesar de ser o transporte mais seguro do mundo, até mesmo os elevadores podem ter problemas e causar acidentes, diariamente, os elevadores transportam milhões de pessoas, por isso, a segurança é um dos itens mais importantes que devem ser observados através de constantes vistorias, mesmo assim, a segurança de cada usuário, depende de alguns cuidados e normas que devem ser seguidas.

Uma das primeiras regras deve ser cumprida pelos passageiros, que devem respeitar a capacidade estabelecida dentro do elevador, e como existem alguns maiores que outros, sempre é bom ficar atento aquela estabelecida.

Muitas vezes podem acontecer acidentes de elevadores que param repentinamente sem abrir a porta, muitas vezes já estava dando sinal que havia problemas como rangidos ao passar pelos andares, elevador com algum tipo de vibração lateral quando está em movimento, o elevador não para nivelado ao chão do andar, todas essas situações indicam que algum problema está para acontecer. Em casos como esses relatados, se for um prédio comercial, o responsável pela manutenção deve ser informado, e se for um condomínio, o zelador.

O que fazer quando acontecer um problema ou acidente com o elevador?

Uma das maneiras de evitar algum acidente como por exemplo, cair no poço do elevador, basta seguir uma regra básica que serve para todos, é chamar o elevador e quando a porta abrir verificar se a cabine está também no andar, mesmo sendo com portas automáticas, não custa olhar. Lembre-se de ficar calmo, a pressa medo o medo podem fazer com que você possa cometer erro, trazendo desastre que podem até ser mesmo mortais.

Quando o elevador dar problema e para e depois começa a cair, onde vai parar?

O elevador tem um sistema que vai bater sobre uma mola, dessa maneira a carga da pancada é distribuída na estrutura da cabine, combinando com a estrutura da cabine a fim de amortecer ao máximo o impacto.

O que fazer quando elevador da problema e para com portas fechadas?

A primeira atitude é tentar manter a calma e apertar o botão de alarme, se tiver interfone é só ligar para dizer na portaria que está preso, quantas pessoas estão dentro, se alguma tem algum problema mais sério como claustrofobia, é cardíaca, etc.

É preciso que controle inclusive a respiração para não passar mal nos próximos minutos, senão o desmaio será inevitável. Fique calma (o) e aguarde ajuda chegar.

O que fazer quando o elevador da problema para entre dois andares com as portas abertas?

Jamais tente sair do elevador, mesmo que alguém ajuda a subir. Impeça outros de tentarem sair, é algo extremamente perigoso, já que parou devido a algum defeito que a qualquer momento pode voltar a funcionar, mesmo com alguém tentando sair de dentro, isso, esmagaria uma pessoa facilmente!

Somente com a chegada de um bombeiro ou do responsável pela manutenção do próprio elevador que afirma que etá desligado, é que todos podem sair com segurança.

Acidentes com elevadores podem acontecer a qualquer momento, principalmente porque tem pessoas que não obedecem a nenhuma regra.

Portanto, para evitar acidentes, ao entrar em qualquer elevador sempre observe a quantidade de pessoas permitidas, e como alguns elevadores têm sensores que não saem do andar antes que o limite máximo seja respeitado, se ninguém descer, seja experto(a) saia você e espere o próximo.

Post Recentes

Palavras Relacionadas:

  • #problemacomelevador
  • #acidentedeelevador
  • #problemaemelevadores
  • #acidentesemelevadores
  • #problemascomelevadores
  • #acidentescomelevadores
  • #problemasnoelevador
  • #acidentesdeelevador
  • #elevadorparadoentreandares
  • #elevadorproblema
  • #elevadoracidente

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

O que é SINTIMESC e quem ele representa?

O que é SINTIMESC e quem ele representa?

O que é SINTIMISC?

O SINTIMESC é o Sindicato Intermunicipal dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico de Santa Catarina, entidade representativa de classe de primeiro grau, filiado à Federação dos Trabalhadores nas Indústrias Metalúrgicas, Mecânicas e de Material Elétrico do Estado de Santa Catarina e a Confederação Nacional dos Trabalhadores Metalúrgicos.

phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Quem a SINTIMESC representa?

Ele representa a Categoria dos trabalhadores na indústria de ferro, siderurgia, trefilação e laminação de metais ferrosos, fundição, artefatos de ferro e metais em geral, serralheria, mecânica, proteção, tratamento e transformação de superfícies, máquinas, balanças, pesos e medidas, cutelaria, estamparia de metais, móveis de metal, construção naval, materiais e equipamentos rodoviários e ferroviários (compreensiva das empresas industriais fabricantes de carrocerias para ônibus e caminhões, viaturas, reboques e semirreboques, locomotivas, vagões, carros e equipamentos ferroviários, motocicletas, motonetas e veículos semelhantes), artefatos de metais não ferrosos, geradores de vapor (caldeiras e acessórios), parafusos, porcas, rebites e similares, tratores, caminhões, ônibus, automóveis e veículos similares, lâmpadas e aparelhos elétrico de iluminação, condutores elétricos, trefilação e laminação de metais não ferrosos, aparelhos elétricos, eletrônicos e similares, peças para automóveis e similares, construção aeronáutica, reparação de veículo e acessórios, funilaria, forjaria, refrigeração, aquecimento e tratamento de ar, preparação de sucata ferrosa e não-ferrosa, artigos e equipamentos odontológicos, médicos e hospitalares, informática e de rolhas metálicas.

Contatos e Fonte

Para mais informação acesse o site www.sintimesc.com.br

SINDICATO INTERMUNICIPAL DOS METALÚRGICOS DE SANTA CATARINA

Rua Nunes Machado, 94, 5º andar, Centro, Florianópolis/SC  – CEP 88.010-460 / CNPJ 83.930.644/0001-06

Fonte do próprio do site

Posto Recente

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Palavras Chave

sintimesc,
sintmesc,
elevadores santa catarina,
sindicato elevadores,
sindicatos,
santa catarina sindicato,
santa catarina ,
sintimesc santa catarina,
sintimesc sindicato,

-#sintimesc
-#sintmesc
-#elevadoressantacatarina
-#sindicatoelevadores
-#sindicatos
-#santacatarinasindicato
-#santacatarina
-#sintimescsantacatarina
-#sintimescsindicato

Uma breve história dos elevadores

Uma breve história dos elevadores

Onde surgiu os primeiros elevadores

Hoje em dia, os elevadores são considerados os meio de transporte mais seguros do mundo e com a alta tecnologia avançada encontrada atualmente na fabricação de elevadores, é interessante saber que um dos primeiros relatos da existência do elevador é datado por volta de 2788 a. C.no Egito, onde foi construído para a erguer a 1ª pirâmide do mundo.

Assim como outros grandes acontecimentos marcaram época com a necessidade do uso de elevador, como foi o caso na criação dos Jardins Suspensos da Babilônia no ano 550 a.C., onde Nabucodonosor deu de presente para sua esposa esse jardim considerado uma das 7 maravilhas no mundo antigo, entre muitos outros.

phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Avanços tecnológicos dos elevadores

Com passar do tempo a tecnologia evolui, e com isso os elevadores também passaram a evoluir, mas com a idade média ou uma parada na área do conhecimento científico, é só mais para frente que que se tem informações relacionados a elevadores:

  • No ano de 1823 foi criado o elevador hidráulico que funcionava a base de um contrapeso que era um tanque móvel com água. Uma sistema a vapor era responsável em transferir a água de um tanque para outro, a fim de executar os movimentos de subir e descer.
  • No ano de 1830 foi criado o primeiro elevador com acionamento mecânico em Derby na Inglaterra.
  • No ano de 1835 foi criado o elevador Teagle com a velocidade de 1m/s.
  • Até 1852 os elevadores não eram seguros pelo fato da sustentação que era feita de cordas que podiam romper e matar os ocupantes.
  • Em 1853 Elisha Graves Otis criou e patenteou um dispositivo de segurança para evitar queda de plataformas.
  • Em 1867 é criado o modelo de Miller com a propulsão localizada sob a plataforma.
  • Em 1867 também o primeiro elevador hidráulico de segurança foi apresentado por Leon Edoux onde o sistema de correntes que fazia o looping na base do pistão.
  • Em 1872 foi criado o elevador hidráulico do tipo indireto horizontal e vertical.
  • Em 1873 em Salvador foi construído um dos elevadores mais famosos o Elevador Lacerda que une as cidades baixa a alta.
  • Em 1880 na Alemanha Werner Von Siemens e Hulstie apresentaram o primeiro elevador movido a motor elétrico.
  • Em 1889 o primeiro elevador elétrico foi instalado e utilizado comercialmente pela Cia Otis.
  • Em 1919 o elevador hidráulico começou a utilizar óleo em vez de água como propulsor.
  • Em 1931, 67 elevadores foram instalados no Empire States Buildings na época considerado o mais alto do mundo com 102 andares e projetado com a altura de 381 metros. Sendo que apenas no ano de 1989 é que houve a modernização nesses elevadores.
  • Em 1943 a Villares deu início na fabricação completa de elevadores no Brasil.
  • Em 1971 no Brasil foram instalados os primeiros elevadores panorâmicos.
  • Em 1989 chega ao mercado o elevador linear onde não tem mais a necessidade da casa de máquinas.
  • Em 1992 é lançado o elevador helicoidal cujo movimento da cabina no eixo é equivalente ao de um parafuso numa porca.

Elevadores nos dias atuais

Esses são apenas alguns das centenas de outros fatos que marcaram o início da revolução na indústria de elevadores, e curiosamente falando hoje em dia os elevadores podem ser sinônimos também de diversão já que durante o percurso da subida e descida as empresas aproveitam o espaço para entreter ou apresentar seus produtos aos passageiros.

Como é o caso que está para acontecer em Nova York. Quem tiver a oportunidade de subir num dos elevadores no One World Trade Center localizado na cidade e que será inaugurado no dia 29 de Maio de 2015, terá o prazer de apreciar a vista maravilhosa da cidade do alto no 102°andar.

Post recentes

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Palavras chave

elevadores villares,
imagem de elevador,
elevadores pelo mundo,
historia do elevador,
primeiro elevador do mundo,
primeiro elevador,
primeiro elevador do brasil,
invenção do elevador,
elevadores antigos,

-#elevadoresvillares
-#imagemdeelevador
-#elevadorespelomundo
-#historiadoelevador
-#primeiroelevadordomundo
-#primeiroelevador
-#primeiroelevadordobrasil
-#invençãodoelevador
-#elevadoresantigos

Conheça a SECIESP

Conheça a SECIESP

O que é SECIESP

O Sindicato das Empresas de Conservação, manutenção e Instalação de Elevadores do Estado de São Paulo (SECIESP) está sempre à frente para defender os interesses destas empresas, e de forma mais abrangente de todo o setor do transporte vertical.

Um novo contexto social e mercadológico imposto pela evolução econômica, as necessidades e exigências dos consumidores, e sociedade, foram os preceitos básicos para que os empresários do segmento de transporte vertical se unissem para a criação do SECIESP(Sindicato das Empresas de Conservação, Manutenção e Instalação de Elevadores do Estado de São Paulo), em cujas bases e obrigações se propõe dar ampla assessoria, aperfeiçoamento e atualização constante a seus filiados.

Segundo levantamento recente, só no Estado de São Paulo existem aproximadamente 400 empresas de conservação, manutenção e instalação de elevadores, que buscam em sua filiação um maior contato com o mercado, tanto através dos eventos patrocinados pelo sindicato, como também das informações repassadas aos sócios durante o ano.

phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Como surgiu o SECIESP

O SECIESP surgiu da necessidade que os empresários tinham em relação a representatividade e defesa dos interesses das empresas de elevadores e de seus empregados.

Até então as empresas e empregados já eram filiados ao Sindicato dos Metalúrgicos, mudando depois, pela portaria n. 3.971, datada de 20 de Março de 1980, assinada pelo então ministro do trabalho, Murilo Macedo, na qual o Ministério do Trabalho cria no 5. Grupo – Turismo e Hospitalidade do plano da Confederação Nacional do Comércio – a Categoria Econômica “Empresas de Conservação de Elevadores” e no 4. Grupo de empregados em Turismo e Hospitalidade – do Plano da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio – a Categoria – “Empregados em Empresas de Conservação de Elevadores”.

Ou seja, até que fossem organizados os respectivos sindicatos das categorias, os empregados pertenciam à Federação dos Empregados em Turismo e Hospitalidade do Estado de São Paulo.

Em 10 de Abril de 1992, a categoria das Empresas de Conservação de Elevadores, em Assembléia Geral fundou o Sindicato das Empresas de Conservação, Manutenção e Instalação de Elevadores do Estado de São Paulo (SECIESP), registrado no Ministério do Trabalho sob o n. 46.000.010.664/93, tendo sido organizado também o Sindicato dos Empregados.

Ambos os sindicatos realizam reuniões procurando assim em conjunto resolver as questões relativas à categoria no que diz respeito a Convenção Coletiva do Trabalho, e aos Acordos e Dissídios Coletivos.

Post Recentes

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Palavras Chave

seciesp,
seecmatesp convenção coletiva 2019,
seecmatesp,
seciesp elevadores,
sindicato dos elevadores,
convenção coletiva elevadores 2019,
empresas de manutenção de elevadores,
seciesp convenção coletiva 2020,
seciers,
“sindicato dos empregados nas empresas de conservação e manutenção de
elevadores”,
empresas de elevadores,
tim empresas,

-#seciesp
-#seecmatespconvençãocoletiva2019
-#seecmatesp
-#seciespelevadores
-#sindicatodoselevadores
-#convençãocoletivaelevadores2019
-#empresasdemanutençãodeelevadores
-#seciespconvençãocoletiva2020
-#seciers
-#”sindicatodosempregadosnasempresasdeconservaçãoemanutençãode
elevadores”
-#empresasdeelevadores
-#timempresas

Cursos a distância Gratuito no SENAI

Cursos a distância Gratuito no SENAI

Conheça os Cursos a distância do SENAI

Os cursos do Senai são excelentes e podem ser cursados por todos os jovens e adultos que desejam estudar, mas não tem condições financeiras para arcar com as despesas do curso. 

Muitas pessoas desejam estudar, porém sentem dificuldade para irem até o local de estudo, pois algumas coisas como tempo de trabalho ou até mesmo as tarefas domésticas podem ser motivos que impeçam quem deseja estudar e se tornar um profissional qualificado. Por isso trouxemos logo abaixo algumas informações sobre os cursos a distância gratuito no Senai para quem não tem tempo de estudar, pois com os cursos da modalidade de educação a distância os alunos poderão estudar com qualidade e sem sair de casa.

Para o profissional que almeja o crescimento profissional seja em qualquer área, o curso a distância gratuito do Senai é uma excelente oportunidade para quem não tem tempo de ir até uma unidade do Senai para estudar e poderá estudar através da educação a distância.

phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Quais são os Cursos a distância do SENAI

Os cursos gratuitos online no Senai são vários, e os alunos poderão aproveitar a oportunidade de se tornarem profissionais qualificados no ramo de: Comunicação, Finanças, Planejamento e Projeto, Recursos Humanos, Liderança Avançado, Sindicatos, Gestão Empresarial, Educação, Cultura, Alimentos, Construção Civil, Metalmecânica, Automotivo, Cosméticos, Moveleira, Cal e Calcário, Cerâmica Vermelha, Gráfica, Madeira, Papel e Celulose, Reparação de Veículos, Saneamento, Têxtil e Vestuário, Comportamento, Ética, Inclusão e Diversidade, Saúde, Segurança no Trabalho, Esporte e Lazer e muito mais.

Informações sobre os Cursos a distância

Os alunos desses cursos gratuitos do Senai poderão ter acesso aos conteúdos do seu curso através de diversos computadores e isso facilita ainda mais a oportunidade de aprendizado, já que não há restrição de acesso. Normalmente esses cursos gratuitos tem uma curta duração e para quem se dedicar aos estudos poderá terminar o curso em apenas trinta dias. Além do mais para quem trabalha fora e não tem tempo para os estudos em uma unidade, poderá estudar a qualquer horário com os cursos online do Senai.

Em alguns horários do curso há disponível um professor do Senai que está apto para responder todas as suas perguntas, tirar todas as suas dúvidas. Não podemos nos esquecer de informar também que apesar de se tratar de um curso gratuito online, há algumas aulas presenciais que deverão ser realizadas na unidade de ensino referente ao curso, portanto ao se inscrever confira onde será o polo da sua aula presencial.

Para mais informações acesse: www.cursosgratuitossenai.net/senai-ead

Post Relacionados

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Palavras Relacionadas

empresa de elevadores em santos,
elevadores santos,
curso tecnico em manutenção de elevadores,
curso de ascensores presencial,
mag elevadores,
manutenção de elevadores em santos,
empresas de elevadores em santos,
curso elevadores atlas,
atlas schindler santos,
curso de elevadores,
acidente com elevador em santos,
curso tecnico de manutenção de elevadores,
elevadores em santos,

-#empresadeelevadoresemsantos
-#elevadoressantos
-#cursotecnicoemmanutençãodeelevadores
-#cursodeascensorespresencial
-#magelevadores
-#manutençãodeelevadoresemsantos
-#empresasdeelevadoresemsantos
-#cursoelevadoresatlas
-#atlasschindlersantos
-#cursodeelevadores
-#acidentecomelevadoremsantos
-#cursotecnicodemanutençãodeelevadores
-#elevadoresemsantos

Conheça a SECMIERJ

Conheça a SECMIERJ

O que é SECMIERJ?

O Sindicato das Empresas de Conservação, manutenção e Instalação de Elevadores do Estado do Rio de Janeiro (SECMIERJ) está sempre à frente para defender os interesses destas empresas, e de forma mais abrangentes de todo o setor do transporte vertical.

Um novo contexto social e mercadológico imposto pela evolução econômica, as necessidades e exigências dos consumidores e sociedades foram os preceitos básicos para que os empresários do segmento de transporte vertical se unissem para a criação do SECMIERJ (Sindicato das Empresas de Conservação, Manutenção e Instalação de Elevadores do Estado do Rio de Janeiro) em cujas bases e obrigações se propõe dar ampla assessoria, aperfeiçoamento e atualização constante a seus filiados.

Segundo levantamento recente, no Estado do Rio de Janeiro existem aproximadamente 300 empresas de conservação, manutenção e instalação de elevadores, que buscam em sua filiação um maior contato com o mercado, tanto através dos eventos patrocinados pelo sindicato, como também das informações repassadas aos sócios durante o ano.

phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Surgimento da SECMIERJ?

O SECMIERJ surgiu da necessidade que os empresários tinham em relação à representatividade e à defesa dos interesses das empresas de elevadores e de seus empregados.
Até então as empresas e empregados já haviam se filiado ao Sindicato dos Metalúrgicos, passando depois pela Portaria n. 3.971 datada de 20 de Março de 1980 (assinada pelo então ministro do trabalho, Murilo Macedo), na qual o Ministério do Trabalho cria no 5. Grupo – Turismo e Hospitalidade do plano de Confederação Nacional do Comércio – a categoria econômica – “Empresas de Conservação de Elevadores” e no 4. Grupo de empregados em Turismo e Hospitalidade – do Plano da Confederação Nacional dos Trabalhadores no Comércio – a Categoria – “Empregados em Empresas de Conservação de Elevadores“.

Ou seja, até que fossem organizados os respectivos sindicatos das categorias, os empregados pertenciam à Federação dos Empregados em Turismo e Hospitalidade do Estado do Rio de Janeiro e as empresas à Federação do Comércio do Estado do Rio de Janeiro.

Em 28 de maio de 1991, a categoria das Empresas de Conservação de Elevadores, em Assembleia Geral fundou o Sindicato das Empresas de Conservação, Manutenção e Instalação de Elevadores do Estado do Rio de Janeiro (SECMIERJ), registrado no Ministério do Trabalho sob o n. 46.010.000815/95.

Quais são os objetivos da SECMIERJ?

A diretoria do SECMIERJ é formada por empresário da área de transportes verticais e tem como objetivo principal atuar junto às empresas do setor de promover o desenvolvimento e o aprimoramento dos empresários, tanto no aspecto técnico como também no administrativo, através de palestras e cursos.


Nessa ótica, o empresário estruturado terá condições de sustentar sua empresa em alto nível, privilegiando sobremaneira seus funcionários, dando um bom atendimento a seus clientes; fatores considerados primordiais na sustentação de qualquer negócio.
Esta preparação é de caráter fundamental para que nossos associados alcancem seus objetivos, mantendo uma empresa sadia, com êxito profissional e pessoal.

Prerrogativas da Entidade

. Representatividade da Categoria Profissional na área Patronal.
· O Sindicato representa a coletividade junto à Rioluz-GEM, ABNT, Federação dos Empregados em Turismo e Hospitalidade do Rio de Janeiro, perante os Órgãos Públicos, CREA, Ministério do Trabalho, órgãos Municipais, Estaduais e Federais.
· Atuar na defesa de todas as empresas de conservação, manutenção e instalação de elevadores que a ele sejam filiadas.
· Ajudar na qualificação profissional das empresas e seus empregados.
· Ser o órgão mediador das diversas questões interempresariais que abrangem o segmento.
· Normatizar Contratos e Convenções coletivas do Trabalho junto à Federação dos Empregados em Turismo e Hospitalidade, visando melhores condições para ambos os lados.
· Moralização e regulamentação do mercado e da atividade.

Contatos da SECMIERJ

Endereço: Av. Pres. Vargas, 590 – 1509 – Centro, Rio de Janeiro – RJ, 20071-000

Telefone: (21) 2223-2713

Site: secmierj.com.br/

Facebook: www.facebook.com/secmierj/

Instagram: www.instagram.com/secmierj/

Post Relacionados

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Palavras Chave

secmierj,
empresas de manutenção de elevadores rj,
empresas de manutenção de elevadores,
empresas de elevadores rj,
“sindicato dos empregados nas empresas de conservação e manutenção de
elevadores”,
empresas de elevadores,
empresas de elevadores no rio de janeiro,
sindicato dos elevadores,
manutenção de elevadores no rio de janeiro,
rioluz gem,
sindirepa,
empresa de manutenção de elevadores,

-#secmierj,
-#empresasdemanutençãodeelevadoresrj,
-#empresasdemanutençãodeelevadores,
-#empresasdeelevadoresrj,
-#”sindicatodosempregadosnasempresasdeconservaçãoemanutençãode
elevadores”,
-#empresasdeelevadores,
-#empresasdeelevadoresnoriodejaneiro,
-#sindicatodoselevadores,
-#manutençãodeelevadoresnoriodejaneiro,
-#rioluzgem,
-#sindirepa,
-#empresademanutençãodeelevadores,

ABIMAQ – Associação brasileira da Industria de Maquinas e Equipamentos

ABIMAQ – Associação brasileira da Industria de Maquinas e Equipamentos

O que é a ABIMAQ?

A Associação Brasileira da Indústria de Máquinas e Equipamentos ( ABIMAQ) atua no setor há mais de 80 anos em favor do fortalecimento da Indústria Nacional, mobilizando o setor, realizando ações junto às instâncias políticas e econômicas, estimulando o comércio e a cooperação internacionais e contribuindo para aprimorar seu desempenho em termos de tecnologia, capacitação de recursos humanos e modernização gerencial.

Estruturada nacionalmente com escritórios e sedes regionais distribuídos pelo País, a ABIMAQ representa atualmente cerca de 7.500 empresas dos mais diferentes segmentos fabricantes de bens de capital mecânicos, cujo desempenho tem impacto direto sobre os demais setores produtivos nacionais.

Muito além da representação institucional do setor, a ABIMAQ tem a sua gestão profissionalizada e as suas atividades voltadas para a geração de oportunidades comerciais para as suas associadas, agindo como Agência de Desenvolvimento da Indústria Brasileira de Máquinas e Equipamentos.

phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Missão da ABIMAQ

ABIMAQ – entidade representativa da estratégica indústria brasileira de máquinas e equipamentos -, priorizando os interesses nacionais aos setoriais e os coletivos aos individuais, tem por Missão atuar de forma independente para promover o desenvolvimento sustentado do setor, por meio de produtos, serviços e ações político-institucionais que contribuam para:

Política da Qualidade da ABIMAQ

  • – A competitividade sistêmica e empresarial;
  • – O financiamento à produção e à comercialização
  • – O fomento dos negócios nos mercados nacional e internacional

Para atender sua Missão com ética e credibilidade, a Política da Qualidade da ABIMAQ é:

  • – Agir com prontidão e competência no atendimento das necessidades estruturais e conjunturais da indústria brasileira de máquinas e equipamentos;
  • – Oferecer produtos e serviços diferenciados, que, aos Associados, serão fornecidos em condições especiais e, quando cabível, com exclusividade;
  • – Adotar processos de trabalho confiáveis, ágeis, voltados a resultados e compatíveis com as melhores práticas,

Através de um Sistema de Gestão da Qualidade que compromete o seu corpo diretivo e profissional e promove a eficácia e a melhoria contínua.

Fonte: www.abimaq.org.br acessado em 15 de fevereiro de 2021

Post relacionados

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Palavras Relacionadas

abimaq,
associação brasileira da indústria de máquinas e equipamentos,
abimaq associação brasileira da indústria de máquinas e equipamento,
associação brasileira das empresas de elevadores,
abimaq o que é,
abimaq.org.br,
associação brasileira de elevadores,

-#abimaq
-#associaçãobrasileiradaindústriademáquinaseequipamentos
-#abimaqassociaçãobrasileiradaindústriademáquinaseequipamento
-#associaçãobrasileiradasempresasdeelevadores
-#abimaqoqueé
-#abimaq.org.br
-#associaçãobrasileiradeelevadores

Onde Encontrar Manutenção de Elevador Automotivo

Onde Encontrar Manutenção de Elevador Automotivo

phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Porque manter o elevador automotivo em dia

Toda oficina mecânica tem elevadores automotivos, pois são equipamentos essenciais que agilizam a mão de obra elevando a produtividade do negócio. A principal empregabilidade do elevador automotivo é substituir o macaco hidráulico, facilitando o trabalho dos mecânicos. Só que muita gente desconhece como é importante manter o elevador automotivo em dia, já que conforme o tempo de uso pode trazer consequências sérias! onde encontrar manutenção de elevador automotivo.

manutencao de elevadoresfuso

Como manter o elevador automotivo em dia

Através de manutenção preventiva é possível garantir o bom funcionamento do equipamento e, consequentemente a segurança dos funcionários que manuseiam. Tudo que é preciso para manter o elevador automotivo em dia, é uma avaliação periódica a cada 6 meses, ou a cada ano, a fim de prevenir quebras ou desgastes excessivos. Dessa maneira, o elevador automotivo pode funcionar diariamente sem parar para o conserto.

Sempre que o elevador automotivo estiver em uso, é importante que seja observado as normas para uso a fim de garantir a durabilidade do produto tais como:

        Nunca exceda o peso recomendado, ficando atento aos tipos de veículos que podem ser suspensos;
        Nenhum veículo deve ser levantado quando houver pessoas dentro;

Também é possível acionar o pessoal da manutenção, sempre que for notado que o elevador automotivo está começando a apresentar algum tipo de problema, ou, talvez, seja hora de trocar por um novo.

Como saber se o elevador automotivo está com problemas:

É bom criar um relatório de problemas apresentados durante o manuseio, principalmente quando a oficina é grande e várias pessoas lidam com o equipamento;

        Quando o equipamento apresenta alguma falha no funcionamento, como travar durante o trajeto de subida 

ou descida, ou apresenta barulhos estranhos, embora apresente apenas um desses sintomas, a recomendação é acionar a manutenção; Como saber se o elevador automotivo está com problemas.

        Ao menor sinal de problemas, é recomendado passar por uma avaliação para evitar acidentes na oficina;
assistencia Tecnica de levadores automotivos
assistencia Tecnica de levadores automotivos

Peças vencidas

As vezes o elevador automotivo apesar de não apresentar nenhum problema aparente, pode estar com uma ou mais peças vencidas, o que poderia comprometer a segurança dos funcionários. Como nem todas as peças possam ser visualizado, somente a visita da equipe de manutenção para descobrir e providenciar a substituição destas, antes que outros componentes sejam danificados também.

Peças originais

Aliás, vale lembrar que antes de contratar uma empresa para fazer manutenção no elevador automotivo, que cheque antes a idoneidade. Também é bom estar atento ao substituírem peças do elevador automotivo, por isso, exija sempre peças de qualidade com durabilidade e garantia. Jamais aceite peças paralelas, ou de origem desconhecida.

[email protected]

Como prevenir acidentes com o elevador automotivo

https://www.youtube.com/channel/UC0wNraZUAyP-6EAsgQDXEJw/playlists

Para evitar queda de um carro, é importante que além de observar o peso máximo do elevador automotivo, o funcionário sempre esteja atento ao correto posicionamento, essa medida de segurança é essencial como prevenção;

Mas, caso já esteja apresentando algum problema técnico, o melhor é parar o equipamento até que a equipe de manutenção providencie o conserto;

Nesse caso, o elevador automotivo será utilizado somente após o conserto, caso contrário pode ocorrer queda de veículos, causar graves acidentes envolvendo funcionários e clientes, além de prejuízos para a oficina; Como prevenir acidentes com o elevador automotivo.

Existem sinais que indicam que o equipamento precisa passar por uma manutenção, como pontos de ferrugens, componentes empenados, ou danos no elevador. São indícios que o elevador está com problemas sérios;

As sapatas não podem estar com aspecto desgastadas, já que não conseguem segurar mais os veículos, por isso, a parte metálica não pode ter contato com os locais de apoio do veículo; Como prevenir acidentes com o elevador automotivo.

Atenção também nas correias que vão ficando frouxas conforme o uso. Por isso, é necessário sempre fazer um ajuste para evitar que o material arrebente durante o uso do elevador automotivo;

Qual o tempo ideal para fazer manutenção preventiva

Conforme a utilização do equipamento, a recomendação é a sugerida pelo fabricante, a maioria é a cada 12 meses, a fim de prevenir desgaste natural das peças, falta de lubrificação, entre outros;

É comum que durante a manutenção, o equipamento seja desmontado para fazer testes em cada componente, para garantir o funcionamento perfeito e verificar sob a necessidade de substituir peças; Qual o tempo ideal para fazer manutenção preventiva.

Ao comprar um elevador automotivo verifique se a empresa é bem reconhecida e como é a avaliação no mercado. Cheque também se oferece equipamentos de qualidade, assistência técnica adequada, como a empresa Hulk Elevadores já no mercado há 20 anos!

Palavras chaves:

  • #Qualotempoidealparafazermanutençãopreventiva
  • #Comopreveniracidentescomoelevadorautomotivo
  • #Peçasoriginaisparaelevadorautomotivo
  • #Peçasvencidasparaelevadorautomotivo
  • #Comosaberseoelevadorautomotivoestácomproblemas
  • #Comomanteroelevadorautomotivoemdia
  • #Porquemanteroelevadorautomotivoemdia
  • #elevadorautomotivopeças
  • #elevadorautomotivomanutenção
  • #elevadorautomotivoassistência
  • #elevadoresautomotivospeças
  • #elevadoresautomotivosmanutenção
  • #elevadoresautomotivosassistência
  • #Comomanteroelevadorautomotivousado
  • #Comomanteroelevadorautomotivotrifasico
  • #Comomanteroelevadorautomotivoengecass
  • #manutençãodeelevadorautomotivoSP
  • #manutençãodeelevadorautomotivoBH
  • #manutençãodeelevadorautomotivoPortoAlegre
  • #ondeencontrarmanutençãodeelevadorautomotivo
Ferramentas fundamentais para um Auto Center

Ferramentas fundamentais para um Auto Center

Sempre tem alguém pensando em montar um Auto Center, afinal, pode ser um negócio lucrativo. Mesmo assim, as vezes não tem ideia de quais são as ferramentas fundamentais para um Auto Center, por isso, separamos algumas dicas que certamente vão ajudar.

 

Importância de ter as ferramentas certas

 

• Sempre que um Auto Center tiver as ferramentas adequadas, o serviço fica mais fácil para os profissionais. Essa facilidade é notada na execução das tarefas difíceis, diminuindo o tempo que os veículos dos clientes ficam parados para conserto. O serviço executado além de mais rápido, é feito com muito mais eficácia.

 

Veja quais as ferramentas fundamentais para ter no Auto Center

 

Conjunto de chaves

• É essencial que a oficina tenha uma caixa de ferramentas completa com todos os tipos de chaves em diversos diâmetros e tamanhos.

• A qualidade dos produtos devem ser levadas em consideração. Não adianta economizar porque preço e qualidade nem sempre combinam. Prefira produtos de marca e qualidade, assim, a durabilidade é garantida. Peças fracas podem quebrar e, ferir mecânicos.

Kit de alicates

• Assim, como as chaves, os alicates são ferramentas fundamentais. O ideal é ter alicates específicos para cada função a que se destinam. As ferramentas multifuncionais podem ser bastante eficazes no dia a dia, mas a utilização profissional exige uma precisão maior no trabalho a ser feito.

 

Torquímetros

• O Torquímetro pode ser encontrado em diversos tipos de apresentação. Entre as opções estão o Torquímetro de estalo, que indica o torque correto com um estampido seco que ressoa da ferramenta; o Torquímetro dinâmico, no qual a indicação é feita por um ponteiro; e os modelos eletrônicos, que apontam o aperto ideal por meio de um indicador digital.

 

Elevadores automotivos

• É ferramenta ideal para agilizar o serviço do mecânico em várias situações, visto que é possível acessar a parte debaixo do veículo sem esforços. Além disso, aumenta o espaço físico do Auto Center, pois, quando a oficina está fechada, um carro pode ficar suspenso, enquanto outro fica debaixo.

• Elevadores automotivos no Auto Center demonstram que o local investe em infraestrutura, diferenciando de outras mecânicas. A praticidade e a limpeza que deixa o local é outro chamariz.

Macacos

• São importantes para suspender determinada parte do veículo sem a necessidade que o carro fique no ar. São equipamentos práticos por terem sistemas hidráulicos que facilitam a tarefa de levantar e abaixar o veículo. Podem suportar até três toneladas.

 

Guincho hidráulico

• Também facilita a tarefa de pegar algo pesado do veículo de cima para baixo. Existem modelos de guinchos hidráulicos fixos, que proporcionam maior segurança na execução dos serviços, além de alguns tipos de ferramentas que se movimentam por meio de rodinhas.

 

Manômetro

• Manômetro é usado para verificar anomalias ou irregularidades nos itens do carro que precisam de pressão para trabalhar, como os sistemas de freios, motor, arrefecimento e combustível .

• Por isso, é essencial para ter um diagnóstico preciso sobre esses itens.

Alinhador de direção

• Alinhamento é um serviço muito solicitado nas oficinas. Além de alinhar a direção, ajusta os ângulos das rodas do veículo, como caster, cambagem e divergência ajustando na forma adequada.

 

Balanceamento de rodas

• Este serviço geralmente é solicitado junto com o balanceamento de rodas. Por isso, é interessante ter ambos equipamentos para realizar os dois serviços na oficina. É bom esclarecer, que será um diferencial a mais no seu Auto Center, visto que nem todas oficinas têm.

 

Scanner automotivo

• Ter um scanner automotivo é fundamental para o sucesso de seu Auto Center. Justamente porque este equipamento é utilizado em veículos que tem tecnologia embarcada. Com o scanner é possível analisar problemas em diversos módulos instalados nos carros. Podendo ser feito diversos ajustes no veículo detalhadamente, além de diagnósticos preciso das falhas e desempenho.

• Este equipamento trabalha comparando uma série de parâmetros preestabelecidos, em sistemas como a injeção eletrônica e os demais sensores de funcionamento do carro. Pode também prever determinados problemas, apontando melhores opções de configurações.

 

Mão de obra

• É preciso também ter uma equipe treinada para atender os clientes no menor tempo possível. Além disso, procure adotar um preço competitivo na mão de obra, cerca de 10 a 15% abaixo dos principais concorrentes até conseguir sua clientela!

Afinal, além de trabalhar com os equipamentos adequados, é preciso conhecer as técnicas para manusear tudo com segurança, a fim de garantir o sucesso do negócio!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Cadeiras elevatórias para todos

Cadeiras elevatórias para todos

O elevador residencial é indicado para ajudar pessoas com falta de mobilidade como deficientes ou idosos, mas, como as vezes não é possível devido à fragilidade da estrutura, outra opção seria as cadeiras elevatórias!

 

O que são cadeiras elevatórias

 

• É um equipamento feito para levar uma pessoa sentada de maneira confortável e segura ao andar superior através de uma cadeira elétrica que faz o mesmo percurso da escada.

• São fabricadas com tecnologia avançada e design arrojado que se adaptam em qualquer ambiente com a facilidade de utilizar a qualquer instante.

• Facilita que uma pessoa desça com segurança da cadeira, pois, pode girar 90º e permanece travada até sair com segurança da escada.

 

Sensores sempre ativos

 

• Tem sensores de segurança em três pontos próximos aos pés que avisam se tiver algum objeto no trilho, e nesse caso, trava no lugar.

• Quando não está sendo utilizada, pode ser dobrada junto a parede sem o risco de atrapalhar.

 

Como funcionam as cadeiras elevatórias

 

• O manuseio é simples. Os controles estão em cada braço da cadeira permitindo que o usuário opere facilmente.

• Tem 2 controles remotos para chamada/envio, isto facilita quando vai transportar outra pessoa em seguida, basta acionar o botão de envio, ou, alguém acionar para buscar.

• O controle remoto para a cadeira pode ser acionado de longe, devido ao alcance do infravermelho ser potente, basta chamar e pronto.

• Para a segurança dos usuários as cadeiras elevatórias precisam ter as certificações de segurança conforme o país de origem onde foram fabricadas.

 

Como a cadeira funciona

 

• A cadeira utiliza bateria e anda sobre um trilho de alumínio especial por onde sobe e desce, e pode ser instalada facilmente em escadas retas.

• Tem um acabamento moderno especial para não acumular sujeiras, nem ferrugens, pode ser em alumínio, ou, outro material resistente, pode variar conforme o fabricante.

• Emite um sinal sonoro para avisar que o usuário chegou ao final do percurso da escada que serve de alerta para outros moradores, caso este necessite de ajuda para sair da cadeira.

• O assento da cadeira é ergonômico, bem largo, confortável, estável e seguro, mesmo assim, não ocupa espaço facilitando a circulação de pessoas pelas escadas.

• O design permite que combine com qualquer ambiente, por isso, alguns fabricantes permitem que detalhes de cores e acabamentos sejam escolhidos pelo comprador.

• O estofamento não afunda, é espesso e compacto feito de material impermeável fácil de limpar.

 

Por que as cadeiras elevatórias são seguras

 

• Um item indispensável para a segurança, é a utilização do cinto da cadeira que deve ser acoplado ao corpo do usuário para que permaneça firme enquanto a cadeira sobe ou desce, por isso, pode ser ajustado em ambas as extremidades.

 

Mais segurança para o usuário

 

• As cadeiras elevatórias vêm com uma alavanca giratória para permitir que o assento gire e o usuário fique de frente para subir, assim, redobra a segurança.

• Para aumentar a vida útil da bateria, aconselha-se manter desligada quando não estiver em uso, assim, pode ser utilizada mesmo na falta de energia elétrica!

Cadeiras elevatórias, mobilidade para todos!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Mobilidade urbana sustentável no mundo

Mobilidade urbana sustentável no mundo

A mobilidade urbana sustentável no mundo está sempre em discussão, e a cada ano mais medidas novas são colocadas em prática para melhorar o ir e vir das pessoas, mesmo porque todo progresso as vezes pode apresentar consequências negativas!

É o caso do automóvel que veio para substituir as carroças e bondes puxados a tração animal, em contrapartida, deixamos de alimentar os bois com capim que soltavam dejetos pelas ruas de terra, para abastecer carros com produtos extraídos na natureza como a gasolina e o álcool, combustíveis fósseis que tem prazo para acabar, e como se não bastasse, houve aumento na emissão de gás carbônico causado principalmente pelos congestionamentos em várias partes do mundo!

Somente aqui no Brasil, o índice aponta que nos últimos 10 anos a frota de motos e carros teve um aumento em torno de 395%, isto, explicaria o trânsito caótico observado nas principais cidades brasileiras, que além de aumentar o tempo de locomoção diário, o cidadão ainda tem que conviver com elevada poluição!

Felizmente assim como outros problemas são de certa forma contornáveis, e precisam apenas de atitudes corretas para a reversão causada pelo progresso, por isso, algumas merecem destaque e estão para serem copiadas pelos países que estão atentos a mobilidade urbana sustentável no mundo.

Veja quais são tais atitudes e a qual país pertence:

 

Mobilidade urbana sustentável no mundo, Brasil

 

Em algumas cidades no Brasil a mobilidade urbana sustentável está sendo levada a sério, é o caso da implantação de ciclovias que ajudam a integração entre terminais de ônibus, trem e metrô, mesmo assim, devido a pouca divulgação, grande parte do dia as ciclovias ficam para as moscas, infelizmente!

E existem vantagens quando se troca o carro, ou o transporte público, pela magrela, o bem que faz a saúde é uma recompensa sem fim, fortalece coração, acaba com sedentarismo, emagrece, fortalece os músculos, além do mais, poluição zero, o corpo, a mente e o planeta agradecem!

Talvez muitos brasileiros não saibam, mas, em São Paulo até uma ponte móvel para ciclistas foi construída, localizada entre o Canal da Represa Guarapiranga e o Canal do Rio Pinheiros, o interessante é que foi construída através de investimento privado, mesmo assim, é muito bem utilizada pelos ciclistas e pedestres que precisam ir de uma margem a outra.

 

Esse tipo de ponte poderia ser copiada para beneficiar várias outras localidades!

Mobilidade urbana sustentável no mundo, Alemanha

Na Alemanha desde 2016 trabalhadores podem se locomover pelas ciclovias de 60 km exclusivas, que ligam Dortmund a Duisburg cidades que tem os principais polos industriais.

 

Mobilidade urbana sustentável no mundo, Catalunha

 

Na Catalunha a novidade é a frota de ônibus refrigerados como acontece inclusive no Brasil, a diferença é que não tem ar-condicionado, é devido a criação de um teto especial na cor verde que ajuda a reduzir a temperatura interna para o conforto dos passageiros, além de purificar o ar na cidade.

Mobilidade urbana sustentável no mundo, China

Uma ótima maneira de evitar que as garrafas PET sejam descartadas de maneira incorreta, é copiar a ideia implantada em Pequim:

Para os passageiros de metrô e ônibus utilizarem os transportes de graça, basta que levem garrafas PET para serem liberados nas catracas, outra ideia sustentável que merece ser aplicada!

Mobilidade urbana sustentável no mundo, Londres

Em Londres para diminuir o congestionamento no centro da cidade, além de levantar fundos para investir no transporte público, desde 2003, é proibida a circulação de automóveis entre o horário das 7: 00 hs até as 18: 00 hs, de segunda a sexta-feira, a não ser que pague pedágio no valor de 11,50 libras.

Esta atitude que também poderia ser copiada, além de diminuir o trânsito, e a poluição, ainda, gera milhões na arrecadação que são repassados ao transporte público!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

É preciso chumbar o elevador automotivo ao chão?

É preciso chumbar o elevador automotivo ao chão?

Elevador automotivo é um dos equipamentos mais necessários dentro de uma oficina mecânica. É o responsável em agilizar o serviço do mecânico em várias tarefas feitas debaixo do carro. Por isso, torna-se imprescindível ter um em sua oficina. No entanto, podem aparecer dúvidas quanto ao uso do equipamento, como por exemplo, é preciso chumbar o elevador automotivo ao chão?

Essa é uma das questões mais perguntadas ao vendedor do elevador automotivo mesmo que estejam sendo adquiridos com base. Acontece que os demais tipos de elevadores automotivos como os pórticos e pantográficos, necessitam ser chumbados ao chão, visto que não poderiam ser utilizados com segurança, pois, ficariam instáveis.

 

Conceitos errados

 

• Mesmo porque, muitos clientes acreditam que ao adquirir um elevador automotivo com uma base firme que ficará num piso nivelado e, bem estruturado, não há necessidade de chumba-lo. No entanto, chumbar o elevador automotivo ao chão, não apenas uma questão de querer e, sim de necessidade, pois,como não estão fixados, podem tombar a qualqer momento, colocando em risco a vida do mecânico, além de causar prejuizo ao estabelecimento.

Embora exista razões de sobra sobre a importância em chumbar o elevador, existem N motivos, que levam os proprietários a não fazer. Claro, que nenhuma justificativa é válida. Confira:

• Local não é próprio e, a imobiliária não permite;

• Já vi em outros lugares sem chumbar e, nenhum caiu;

• Ainda não defini qual o melhor lugar para o elevador ficar;

• Está firme, não balança, por isso, não precisa chumbar

 

Pressa no funcionamento

 

• Apesar de estar claro que elevador chumbado é o procedimento correto, muitos proprietários de mecânicas, tem que aguardar a visita dos chumbadores. Este é o procedimento normal para vários fabricantes de elevadores automotivos. Entregam o equipamento primeiro, montam e, depois de alguns dias, vem o chumbador fixar no chão.

• Dessa maneira, como a maioria dos clientes sempre estão com pressa, muitas vezes acaba passando despercebido que a oficina mecânica acabou utilizando o equipamento sem o cuidado necessário com os mecânicos.

 

Por que tem que chumbar?

 

• De qualquer maneira, é preciso chumbar o elevador automotivo ao chão. E que fique bem claro, que embora os elevadores tenham base, é fundamental que sejam chumbados ao chão, para que as colunas tenham maior sustentação sem que seja necessário ter um piso com uma espessura maior.

• Na verdade, é um dos principais motivos que faz os elevadores automotivos com base muito procurados. Principalmente porque não é fácil encontrar oficinas com um piso de espessura superior a 15 cm, e ainda, altamente resistente.

• Somente para salientar, não importa a marca ou modelo de elevador automotivo nem ano de fabricação ou nacionalidade, todos precisam ser chumbados.

 

Alerta

 

• Acreditem, para as oficinas que até hoje, ainda, utilizam algum tipo de elevador automotivo sem chumbar, fica o alerta quanto a falta de segurança e do prejuízo material que pode causar, como a queda de algum veículo ao chão.

• Caso chegue a esse ponto, de lesar, ou matar funcionário, ou somente de danificar carro de cliente, não existem desculpas, nem argumentos suficientes que justifiquem tal imprudência!

• Se for seu caso, providencie o quanto antes a visita de algum chumbador credenciado para regularizar o serviço, mesmo que feito há tempos, principalmente porque aumenta a vida útil do equipamento.

 

Atenção as normas

 

• Para aqueles que ainda, não acreditam na importância de chumbar ao chão, é bom que saibam que se trata de uma norma prevista na NR-12 conforme artigos abaixo:

NORMA NR-12 – SEGURANÇA DO TRABALHO

• 12.2.7- Todas as máquinas estacionárias devem ser dotadas de medidas preventivas relativas à estabilidade de modo que não basculem e que não possam ser deslocadas intempestivamente por vibrações, choques, forças externas previsíveis, forças dinâmicas internas ou por qualquer outro motivo acidental.

• 12.7.1- A instalação das máquinas estacionárias deve respeitar os requisitos necessários fornecidos pelos fabricantes(…), em especial quanto à fundação, fixação, amortecimento, nivelamento, (…)

Trocando em miúdos, para as oficinas pensam em continuar trabalhando com elevador sem que esteja chumbado ao chão, é porque não captaram o risco de acidentes.

Caso sejam surpreendidos pela fiscalização do Ministério do Trabalho, podem fechar a oficina para que o proprietário responsável pelo estabelecimento regularize a falta de segurança dos funcionários.

Claro que junto com o fechamento, vem a multa que vai pesar mais no orçamento, visto os dias fechados da oficina! Portanto, regularize o quanto antes!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Quais adaptações são feitas no carro para deficiente físico?

Quais adaptações são feitas no carro para deficiente físico?

Sempre comentam que o deficiente físico, precisa ter um carro especial para dirigir. E, talvez, assim, como eu, algumas pessoas gostariam de saber quais adaptações são feitas no carro para deficiente físico? A princípio, o carro tem transmissão automática, ou seja, não há marchas para trocar, por isso, nem pedal tem. Mas, na verdade, quais os diferencias que podem ser encontrados no carro para deficiente físico? E quantas pessoas no mundo tem algum tipo de deficiência física?

 

• Deficientes pelo mundo

 

Bom, no geral cerca de 12% da população mundial têm alguma deficiência física. Resumindo, aproximadamente 700 milhões de pessoas! Assustador não acha? Deste montante, cerca de 90% tem a sorte de residir nos chamados países em desenvolvimento. Esses mesmos 90%, também estão em idade produtiva, embora, desempregados. Afinal, este problema não é apenas do Brasil, ou da Venezuela!

 

• Acesso para quem tem mobilidade reduzida

 

Já que o número de deficientes é significativo, a mobilidade para eles passou a ser prioridade de todos os países, inclusive no Brasil. Mesmo assim, não é difícil encontrar lugares em que não possuem rampas ou, elevadores para que as pessoas possam se locomover livremente. Na cidade de São Paulo, na Câmara Municipal, foram construídas rampas de acesso para mobilidade reduzida, depois que uma vereadora se acidentou e, ficou paraplégica há 2 ou 3 anos atrás!

Por isso, qualquer questão referente a inclusão social dos menos favorecidos deve ser tratada com responsabilidade, respeito e, sem discriminação! Aliás, a possibilidade de se comprar um carro adaptado para pessoa com deficiência é uma das questões mais importantes relacionadas ao trânsito. Visto que anualmente milhares de pessoas se acidentam, muitas morrem, outras ficam paraplégicas ou tetra!

• Adaptações feitas no carro para deficiente físico

 

Quanto aos automóveis, algumas adaptações são feitas no carro para deficiente físico para que tenham acesso e, possam dirigir sem depender de ninguém. Veja mais abaixo, as principais mudanças nos carros para que dirijam com segurança e, com boa dirigibilidade.

Entretanto, quem acha que carro adaptado para o deficiente não tem os mesmos itens dos carros normais, Está enganado! Acima de tudo, são os mesmos carros fabricados nas montadoras que sofrem pequenas alterações a fim de facilitar para que os deficientes físicos dirijam de maneira mais fácil, mas, com segurança. Na verdade, os deficientes físicos podem dirigir qualquer carro, desde que as adaptações necessárias sejam feitas. Acompanhe agora quais são essas adaptações:

 

• Importância do câmbio automático

 

Conforme dissemos no começo do artigo, a chave principal no carro adaptado para deficiente é o câmbio automático. Que nada mais é, que um facilitador nos carros adaptados, já que permite a aceleração sem a necessidade da mudança de marcha.

A necessidade do câmbio automático, é pelo fato que muitas pessoas deficientes não tem força suficiente, ou, pode ser que tenham movimentação limitada nos membros superiores, sendo assim, nada melhor do que possuir um carro com câmbio automático, que auxilia muito na direção.

 

• Pomo giratório, para que serve

 

Já para pessoas que tem a movimentação dos membros superiores limitadas, ou, possui somente um braço, o pomo giratório é o melhor aliado para manobras no volante. O interessante é que pode ser colocado em qualquer carro. A função do pomo giratório, é permitir que o volante seja girado em sua totalidade sem esforço e, usando apenas uma mão.

 

• Acelerador adaptado

 

Outra adaptação que pode ser feita, é a colocação do acelerador a esquerda do freio, próprio para quem tem a movimentação na perna direita debilitada. Outrossim, para quem tem deficiências em ambas as pernas, como os paraplégicos, existe uma espécie de alavanca. Conforme o modelo, quando se puxa, o carro acelera, e quando empurrada, o carro freia.

 

• Vantagens para o deficiente ter seu próprio carro

 

Todas as pessoas portadoras de deficiência que desejam adquirir um veículo adaptado podem solicitar a isenção de impostos na compra de um veículo.

 

• Somente podem requerer isenção:

 

Pessoas com deficiência condutora que ficam isentas de IPI, IOF, ICMS, IPVA e rodízio municipal (deficiência física);

Pessoas com deficiência não condutora que ficam isentas de IPI e rodízio municipal (deficiência física, visual, intelectual e autismo);

 

• Isenção também para crianças

 

Vale esclarecer que a isenção pode ser aplicada em qualquer pessoa com deficiência, até mesmo em crianças. A diferença para casos como esses, é que será necessário obter o laudo da Receita Federal assinado por um médico credenciado ao SUS (Sistema Único de Saúde).

 

• Cartão para estacionar em vagas especiais

 

Na cidade de São Paulo, quem estaciona em vagas para idosos, gestantes, ou deficiente físico e não tiver a retirado a autorização para usufruir do benefício, é multado, e perde pontos na CNH.

Para estacionar nas vagas demarcadas espalhadas pela cidade nas ruas, ou shoppings, precisa solicitar o Cartão DeFis-DSV, ao DSV, Departamento de Operação do Sistema Viário. Quanta as outras cidades, é interessante que verifiquem a legislação vigente junto aos órgãos de trânsito locais.

Na cidade de São Paulo estacionar na vaga de deficiente físico sem a autorização, gera multa gravíssima, R$ 293,47, e 7 pontos na carteira!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

China, a estrada solar e a usina flutuante de energia.

China, a estrada solar e a usina flutuante de energia.

A China é um dos países mais empenhados no assunto energia limpa, visto que, tem investido firme na modalidade de energia. Prova disso, é que a estrada solar localizada em Jinan, capital da província de Shandong, já teve o 1° trecho de via expressa inaugurado.

 

Como é construída a estrada solar

 

A rodovia recebe 3 camadas:

• Concreto translúcido na parte superior, para permitir a passagem da luz;
• Painéis fotovoltaicos no meio;
• Isolamento na parte inferior;

Capacidade da estrada solar

No total são 5.875 m² e 2 km, que converterão a luz solar em eletricidade, a qual será direcionada para a rede elétrica. O esperado, é que em um ano, gere 1 milhão de kWh. Zhang Hongchao, especialista em engenharia de transporte da Universidade de Tongji, disse que cada trecho pode suportar 10 vezes mais pressão que o asfalto comum.

Objetivo principal

O objetivo é que a energia seja utilizada na iluminação das ruas e outros serviços públicos. Os investimentos foram de 3.000 yuan por m². E como é bem mais caro que o asfalto comum, foi a parte mais criticada do projeto, visto que o valor de cada metro quadrado representa R$ 8,5 milhões!

 

Outros países no projeto

 

Seja como for, a Holanda e a França também sondam este projeto. Poderá ser uma ótima solução para melhorar a qualidade das rodovias, além de gerar a tão preciosa energia limpa!

 

Conheça a usina flutuante de energia

 

Além dessa maravilhosa rodovia, a China está empenhada na construção da maior usina flutuante de energia solar do mundo. Dessa maneira, o Japão, não será mais o único país com uma invenção deste porte!

A usina flutuante de energia da China, será uma das maiores do mundo. O projeto é da China Three Gorges New Energy, que pretende investir 1 bilhão de yuan, algo em torno de 500 milhões de reais!

Capacidade

A usina flutuante de energia terá capacidade de 150 megawatts. Essa quantidade, terá a capacidade de abastecer cerca de 94 mil casas. O projeto teve início em julho de 2017 na província oriental do país, em Anhui. A ideia é desbancar o recorde do Japão, e do próprio país, que já tem uma usina flutuante com capacidade de 40 megawatts.

 

Menos poluição

 

Quando estiver em plena atividade, a produção de energia solar substituirá 53 mil toneladas de carvão utilizados por ano na China. Também diminuirá a emissão de dióxido de carbono em quase 200 mil toneladas!

O objetivo é livrar a China da poluição atmosférica que existe há décadas, devido ao rápido crescimento e da dependência de carvão para energia. Por isso, a China precisa mudar isso rapidamente, construindo usinas solares modernas e potentes.

 

 

Primeira usina criada

Entretanto, já existe na cidade de Huainan, uma usina solar flutuante de 40 MW, a maior do mundo nessa categoria. Localizada em uma área de mineração que está inundada devido às chuvas, com profundidade de água entre 4 m e 10 m.

 

O país que mais gera energia solar

 

Claro, que é a China. Com uma capacidade instalada de 77 gigawatts. O objetivo, é acrescentar, mais 110 GW até 2020. O investimento pode atingir 360 bilhões de dólares nos próximos 3 anos.

 

Energia solar no Brasil

 

Enquanto isso, no Brasil, o uso da energia solar ainda é bem pequena. A capacidade instalada de sistemas fotovoltaicos são de apenas 28 MW, conforme ANEEL (Agência Nacional de Energia Elétrica). Esse total corresponde a 0,02% do total. A matriz é dominada por usinas hidrelétricas e termelétricas.

 

• Facilidades para ter energia solar

 

No ano passado, a ANEEL publicou novas regras para a geração doméstica de energia solar. Residências que gerem mais energia do que consomem recebem créditos para diminuir a conta de luz. Outra opção, é transferir esses créditos para terceiros, ou, dividir entre os moradores caso a geração seja feita em um condomínio.

Além disso, a burocracia foi reduzida para registrar painéis solares junto às empresas de energia, o processo dura até um mês, e foi reduzido a uma única etapa. A agência espera que, até 2024, cerca de 1,2 milhão de unidades consumidoras passem a produzir sua própria energia, com potência instalada de 4,5 gigawatts!

Parece que a energia solar, é uma das apostas positivas para o futuro!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Cilindro hidráulico. Como funciona?

Cilindro hidráulico. Como funciona?

O objetivo principal de um cilindro hidráulico é modificar a força, potência ou energia hidráulica, em força, potência e, até em energia mecânica. Dessa maneira, dá para imaginar a gama de utilidades do cilindro hidráulico e, saber como funciona!

Conhecido também como motor hidráulico linear, integra diferentes equipamentos como os sistemas de articulação de máquinas. É no cilindro hidráulico onde fica inserido o pistão, sendo que o movimento é determinado conforme a entrada e saída de óleo no cilindro.

 

Cilindro hidráulico, como funciona e como é?

 

• O cilindro hidráulico funciona a base de óleo, que é justamente o fluído que ao ser pressurizado recebe pressão, através de um conjunto injetor do motor elétrico. Em resumo, o tubo permanece fixo enquanto a haste se desloca para fora e, para dentro, quando o comando é acionado;

• É formado por diferentes partes, como a haste, guia da haste, vedação da haste, êmbolo, vedação do êmbolo, anel raspador, flange dianteiro, conexão, cilindro, câmara da haste e, câmara do êmbolo;

• Pode ser também utilizado como um atuador mecânico, a fim de aplicar uma força através de um percurso linear. Em conclusão, atuador mecânico é como se chama o elemento que produz movimento, sempre que recebe comandos de uma máquina;

• Para o funcionamento do cilindro hidráulico é necessário ter energia proveniente do fluído hidráulico pressurizado obtida com uso de óleo específico. O trabalho é todo feito pelo cilindro, além, de um pistão móvel conectado a uma haste. O cilindro de contenção é fechado em ambos os lados. Um lado está o fundo, enquanto no outro tem o pistão, que tem uma perfuração por onde sai a haste. Dessa forma, o movimento linear é produzido através da pressão hidráulica que atua no pistão;

• Durante o funcionamento do cilindro hidráulico, a força é exercida de forma constante do começo ao final do percurso. Já a velocidade depende do caudal de fluido e, da superfície do êmbolo, realizando forças de tração e/ou compressão;

 

 

Modelos de cilindro hidráulico

 

A seguir conheça alguns dos tipos de cilindros hidráulicos encontrados:

• Cilindro hidráulico de simples efeito (ou ação), que retornam por gravidade ou mola;

• Cilindro hidráulico de dupla ação, que são os mais comuns;

• Cilindro hidráulico tipo telescópicos, que contam com duas ou mais hastes, uma dentro da outra;

O mecanismo do cilindro hidráulico pode ser classificado conforme o diâmetro. Portanto, os diâmetros dos tubos assim, como das hastes são escolhidos conforme a quantidade de força que é preciso conseguir para um determinado procedimento seguro.

Fórmula para funcionamento do cilindro (F = P x A)

• A força a ser exercida pelo cilindro hidráulico é o resultado da multiplicação da área do cilindro pela pressão do injetor de óleo (F = P x A). O bom funcionamento implica em fixar de maneira geral nas duas extremidades. Existem inúmeras possibilidades de fixação, a escolha pode variar conforme acordo com o tipo de máquina e, dos dispositivos a serem empregados.

 

Onde são utilizados os cilindros hidráulicos?

 

• A utilização dos cilindros hidráulicos é ampla, assim, como para diferentes funções, sendo que geralmente integram mecanismos maiores. No entanto, são utilizados por um bom número de máquinas no setor industrial. Podemos citar por exemplo, a aplicação dos cilindros na retroescavadeira, responsável em movimentar o braço e as pás; além do setor automotivo, mecânicas, com elevadores automotivos hidráulicos que utilizam o sistema hidráulico, cilindros hidráulico para elevação dos carros.

• Além disso, os cilindros hidráulicos também são utilizados nas áreas da agricultura, no setor rodoviário, desde que seja necessário aplicação de força maior, também nas prensas pesadas, plataformas móveis como escavadeiras, dozers, em equipamentos de construção e, mineração. Para trabalhos leves, o cilindro hidráulico é empregado em empilhadeiras, cilindros de levantamento e, injeções de prensas. Quando é para trabalho médio são utilizados em braçadeiras, medidores, guindaste de caminhão montado, carregadores, equipamentos de construção, mineração e equipamentos florestais;

Da mesma forma cilindros telescópicos são utilizados para trabalhos com plataformas de levantamento e, empilhadeiras com caminhões montado.

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Cilindro hidráulico. Como funciona?

Cilindro Hidráulico. Como Funciona?

O objetivo principal de um cilindro hidráulico é modificar a força, potência ou energia hidráulica, em força, potência e, até em energia mecânica. Dessa maneira, dá para imaginar a gama de utilidades do cilindro hidráulico e, saber como funciona!

Conhecido também como motor hidráulico linear, integra diferentes equipamentos como os sistemas de articulação de máquinas. É no cilindro hidráulico onde fica inserido o pistão, sendo que o movimento é determinado conforme a entrada e saída de óleo no cilindro.

Cilindro hidráulico, como funciona e como é?

• O cilindro hidráulico funciona a base de óleo, que é justamente o fluído que ao ser pressurizado recebe pressão, através de um conjunto injetor do motor elétrico. Em resumo, o tubo permanece fixo enquanto a haste se desloca para fora e, para dentro, quando o comando é acionado;

• É formado por diferentes partes, como a haste, guia da haste, vedação da haste, êmbolo, vedação do êmbolo, anel raspador, flange dianteiro, conexão, cilindro, câmara da haste e, câmara do êmbolo;

• Pode ser também utilizado como um atuador mecânico, a fim de aplicar uma força através de um percurso linear. Em conclusão, atuador mecânico é como se chama o elemento que produz movimento, sempre que recebe comandos de uma máquina;

• Para o funcionamento do cilindro hidráulico é necessário ter energia proveniente do fluído hidráulico pressurizado obtida com uso de óleo específico. O trabalho é todo feito pelo cilindro, além, de um pistão móvel conectado a uma haste. O cilindro de contenção é fechado em ambos os lados. Um lado está o fundo, enquanto no outro tem o pistão, que tem uma perfuração por onde sai a haste. Dessa forma, o movimento linear é produzido através da pressão hidráulica que atua no pistão;

• Durante o funcionamento do cilindro hidráulico, a força é exercida de forma constante do começo ao final do percurso. Já a velocidade depende do caudal de fluido e, da superfície do êmbolo, realizando forças de tração e/ou compressão;

funcionamento do cilindro


Modelos de cilindro hidráulico

A seguir conheça alguns dos tipos de cilindros hidráulicos encontrados:

• Cilindro hidráulico de simples efeito (ou ação), que retornam por gravidade ou mola;

• Cilindro hidráulico de dupla ação, que são os mais comuns;

• Cilindro hidráulico tipo telescópicos, que contam com duas ou mais hastes, uma dentro da outra;

O mecanismo do cilindro hidráulico pode ser classificado conforme o diâmetro. Portanto, os diâmetros dos tubos assim, como das hastes são escolhidos conforme a quantidade de força que é preciso conseguir para um determinado procedimento seguro.

Fórmula para funcionamento do cilindro (F = P x A)

• A força a ser exercida pelo cilindro hidráulico é o resultado da multiplicação da área do cilindro pela pressão do injetor de óleo (F = P x A). O bom funcionamento implica em fixar de maneira geral nas duas extremidades. Existem inúmeras possibilidades de fixação, a escolha pode variar conforme acordo com o tipo de máquina e, dos dispositivos a serem empregados.

sistema hidráulico

Onde são Utilizados os Cilindros Hidráulicos?

• A utilização dos cilindros hidráulicos é ampla, assim, como para diferentes funções, sendo que geralmente integram mecanismos maiores. No entanto, são utilizados por um bom número de máquinas no setor industrial. Podemos citar por exemplo, a aplicação dos cilindros na retroescavadeira, responsável em movimentar o braço e as pás; além do setor automotivo, mecânicas, com elevadores automotivos hidráulicos que utilizam o sistema hidráulico, cilindros hidráulico para elevação dos carros.

• Além disso, os cilindros hidráulicos também são utilizados nas áreas da agricultura, no setor rodoviário, desde que seja necessário aplicação de força maior, também nas prensas pesadas, plataformas móveis como escavadeiras, dozers, em equipamentos de construção e, mineração. Para trabalhos leves, o cilindro hidráulico é empregado em empilhadeiras, cilindros de levantamento e, injeções de prensas. Quando é para trabalho médio são utilizados em braçadeiras, medidores, guindaste de caminhão montado, carregadores, equipamentos de construção, mineração e equipamentos florestais;

Da mesma forma cilindros telescópicos são utilizados para trabalhos com plataformas de levantamento e, empilhadeiras com caminhões montado.

Palavras Chave:

  • #funçãodocilindrohidráulico
  • #comofuncionaumcilindrohidráulico
  • #motorhidraulicolinear
  • #partesdocilindrohidraulico
  • #comofuncionaumpistãohidraulico
  • #proteçãoparahastedecilindrohidraulico
  • #motorhidráulicolinear
  • #comofuncionamasmaquinashidraulicas
  • #partesdeumcilindrohidráulico
  • #partescilindrohidraulico
  • #comofuncionacilindrohidraulico
  • #cilindroelevadorhidraulico
  • #componentescilindrohidraulico
  • #cilindroelevador
  • #cilindrohidraulicocomponentes
  • #forçahidraulica
  • #oquesãocilindroshidráulicos
  • #cilindrohidraulicopartes
  • #partesdeumcilindrohidraulico
  • #cilindrohidraulicocomofunciona
  • #pistãocilindrohidraulico
  • #elevadordecilindros
  • #comofuncionapistãohidraulico
  • #componentesdeumcilindrohidráulico
  • #comofuncionaumamaquinahidraulica
youtube logo 2e4rodas

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Elevador pesa no condomínio?

Elevador pesa no condomínio?

Quem mora num condomínio sabe que todo mês as despesas aumentam, apesar de serem controladas a dedo! No entanto, tem a folha de pagamento de funcionários, despesas de água, luz, condôminos atrasados, tudo junto encarece ainda mais a conta no final do mês! De fato, não há muito o que fazer, mesmo assim, muita gente acredita que o elevador pesa no condomínio! Será?

 

Quando o elevador pode pesar de fato no condomínio?

 

• As despesas geradas com um elevador são vistas na conta de luz. Muitas vezes podem ser os causadores de contas altas! No entanto, sempre que é observado que a fatura da luz aumentou sem ter acontecido nada diferente, pode indicar falta de manutenção nos elevadores! Mas por que isso acontece?

• Quando se tratam de elevadores residenciais mais antigos, provavelmente são os responsáveis pelas contas de luz absurdas que possam vir, pois, exigem muita energia para o funcionamento.

• No entanto, os elevadores mais novos são mais modernos e devido a tecnologia diminuem o custo mensal. De qualquer maneira, para economizar com gastos de energia, a manutenção de elevadores precisa estar em dia, principalmente se forem mais antigos. Esta prática pode significar uma redução de 20% ao mês, um valor significativo nas despesas do condomínio!

 

Importância da modernização

 

• Com o intuito do elevador não pese mais no condomínio, a solução mais eficaz é a modernização de elevadores antigos. Quando feita junto com a constante manutenção, pode resultar em 40% a menos na conta de luz no final do mês! O que sem dúvida, seria o sonho de todo condômino, baixar o valor pago mensalmente para morar, embora seja proprietário. Mesmo porque, em alguns lugares, o condomínio é tão caro, que chega a ser um verdadeiro aluguel!

 

 

Outras soluções para baixar as despesas

 

• Alguns condomínios acreditam que a noite deixando somente um elevador ligado, o valor da conta de luz é reduzido no final do mês. Essa é uma prática equivocada, visto que, embora deixe apenas 1 elevador funcionando, fará o trabalho de 2. Ou seja, caso seja sempre o mesmo elevador funcionando a noite, com certeza será o que mais pede manutenção, já que o desgaste das peças será mais rápido comparado ao outro. Por outro lado, desligar um elevador diferente a cada noite também não é a solução ideal, visto que o liga e desliga diariamente pode trazer avarias.

 

Sensores de presença no elevador

 

• Esta é uma boa solução para que o elevador não pese tanto no condomínio. Instalar luzes com sensores de presença dentro do elevador, de preferência de LED. Assim, as luzes ligam somente quando entram no elevador, e essa economia será observada no final do mês.

 

Outra solução, manutenção preventiva

 

• Não adianta querer economizar deixando a manutenção mensal de lado. Se para cada problema que o elevador apresente, fica para providenciar o conserto numa única visita do pessoal da manutenção, pode representar um valor bem mais alto para desembolsar. Sem falar que assim, como um carro, acumular defeitos pode gerar outros. O mesmo ocorre com um elevador que fica sendo utilizado com frequência mesmo apresentando problemas!

Antes de fechar um contrato para manutenção, verifique a idoneidade da empresa junto a Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento ou na Prefeitura de sua região.

A revisão precisa ser feita sempre por empresas conceituadas e conhecidas no mercado como por exemplo, a Hulk Elevadores! Não adianta chamar alguém que entenda de elevadores, e cobre mais barato, já que a economia pode causar acidentes graves!

Viu como a solução é simples para o elevador não pesar no condomínio? É fazer manutenções preventivas, sendo antigo ou novo. Dessa maneira, funciona perfeitamente, pois está lubrificado, alinhado, suave no subir e descer!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Nem UBER nem Bike, é Patinete!

Nem UBER nem Bike, é Patinete!

Nem UBER nem Bike, é patinete com certeza! E está em fase de teste na cidade de São Paulo desde o mês de Agosto/18, seguindo o exemplo de outros países!

 

Avenida Paulista tem patinetes

 

• A pioneira em oferecer aluguel de patinetes na Avenida Paulista em São Paulo, é a Startup SCOO para oferecer alternativas em deslocamentos de curtas distâncias. A iniciativa é para melhor qualidade de vida nas principais cidades brasileiras. A empresa é operadora em São Paulo pela Seeds Capital, empresa de capital de risco com foco em Startups.

O sistema mesmo na fase inicial, foi bem recebido pelos paulistanos já que em apenas 2 dias houve mais de 300 inscrições no site da SCOO. Afinal, é mais um meio de fugir do caótico transporte público, visto que não há corredores suficientes para ir de bike.

Por enquanto, não há uma data prevista para o término da fase de teste que deve durar de 60 a 90 dias. Mas, se depender da procura, certamente em pouco tempo, será um dos meios de transportes mais preferidos! Já que agrega facilidade a uma mobilidade segura, desde que sejam observadas as regras no final do artigo!

Durante a fase inicial até a implantação definitiva, será para adaptações sobre o funcionamento da operação. Assim, como da eficácia dos pontos fixos e móveis, e o uso do produto em relação aos usuários.

 

Nova York sem patinetes

 

• A história de nem UBER nem Bike, e sim patinete, foi copiada de outros países onde operam há tempos como São Francisco, Los Angeles, Pequim, Moscou e recentemente em Paris. Vale salientar que embora seja um sucesso nos Estados Unidos, cidades como Nova York, o uso de patinetes elétricos são totalmente proibidos, devido a falta de segurança do usuário em meio aos congestionamentos!

• Mesmo assim, estima-se que existam cerca de 10 mil patinetes só nos EUA! A adesão da população é grande, devido ao aspecto sustentável, e o patinete, o transporte ideal por ser ágil, seguro e barato!

 

No Brasil

 

• Os testes durante a fase inicial serão baseados no perfil de cada usuário. Dessa forma, será possível avaliar se a procura está mais para lazer, ou, para deslocamentos entre estação de metrô e local de trabalho.

 

Cadastro necessário

 

• Seja como for, a função de bloqueio e desbloqueio de patches elétricos está sendo realizada a partir de setembro, quando a versão beta será lançada oficialmente. Para isso, quem estiver interessado em utilizar o patinete elétrico precisa fazer um cadastro no site da SCOO.

 

Capacete obrigatório

 

• Os patinetes têm certificação de segurança pelo fabricante, pois as baterias de lítio-íon foram testadas por um laboratório de padrões de segurança eletrônica. Tem potência de 250w e velocidade de 25 km. Por isso, para a segurança do usuário, a SCOO sempre deve disponibilizar capacetes.

 

Patinete com GPS

 

• Outra questão fundamental durante o período de teste dos patinetes elétricos da SCOO, é segurança do produto em si, já que deve ser a prova furtos, e até de avarias causadas por vandalismo. Por esse motivo, a estratégia foi a instalação de rastreadores e GPS, além do tempo de uso codificado como pay-per-use. Tudo para inibir atos preocupantes.

 

O que é preciso para alugar um patinete elétrico

 

• Maior de 18 anos;

• Ser portador do documento emitido pela SCOO, conforme exigido por lei;

• Somente estacionar o patinete em locais disponibilizados pela empresa;

• Patinar apenas em ciclovias;

• Respeitar os sinais de trânsito e pedestres;

• Saber utilizar o freio do patinete, pois tem ABS;

 

Mesmo que a utilização do patinete seja apenas para lazer, sempre deve estar atento a algumas regras. Confira quais são:

 

• Em nenhuma circunstância podem trafegar nas ruas ou calçadas;

• Não é permitido transportar qualquer tipo de carga ou material em que o piloto necessite segurar com uma ou ambas as mãos;

• Proibido fazer uso do patinete após ingerir bebidas alcoólicas;

• Usar o transporte para dar carona para alguém;

• Fazer uso do patinete em corridas, ou manobras radicais;

• Trafegar com o patinete em locais proibidos ou não pavimentados já que acidentes podem ocorrer;

Assim, como em outros países o patinete pode ser mais uma alternativa de transporte, mas, é bom ficar atento, pois, o patinete aguenta somente 120 kg, isto entre usuário e bagagem!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Transportes Gratuitos nos EUA e Austrália

Transportes Gratuitos nos EUA e Austrália

Enquanto no Brasil, é mostrado diariamente o infindável trânsito nas horas de pico nas maiores cidades brasileiras, outros países criam oportunidades de virar essa página! Foi o que aconteceu na cidade de Columbus, nos EUA. Encontraram a alternativa perfeita para o empregado deixar de ir trabalhar com seu carro! Sabem como? Oferecendo transportes gratuitos para quem trabalha no centro da cidade, ou seja, não paga passagem! Tudo para reduzir o trânsito que por lá é caótico também!

 

Boa economia

 

• Os transportes gratuitos nos EUA, tiveram outros incentivos, além da redução do trânsito! Pensaram também na qualidade de vida de cada trabalhador! Na economia que será proporcionada, que além de não gastar com passagens, não gasta com combustível, nem com estacionamentos! Tudo no final de 30 dias pode significar uma economia e tanto!

 

Columbus, EUA

 

• Esta alternativa que incentiva o trabalhador deixar o carro em casa estava ainda, na fase de implantação, mas, como animou muita gente, está sendo implantada por uma associação local em Columbus. Foi essa associação que deu o pontapé inicial oferecendo passagens gratuitas para quem trabalha no centro da cidade. Sem dúvida, é o incentivo perfeito para fazer um pé-de-meia. Basta deixar o carro em casa e, utilizar o transporte público gratuitamente!

 

Plano piloto

 

• Embora ainda é um plano piloto, o começo já dá para perceber que será um sucesso! Inicialmente fazem parte do experimento cerca de 850 funcionários que trabalham em quatro empresas escolhidas, eu ficam na região central da cidade. Inesperadamente, em pouco tempo o número de pessoas interessadas em aderir a proposta para pegar ônibus para ir trabalhar, saltou de 6,4% para 12,2%! Sucesso total!

 

Projeto até 2020

 

• Sendo assim, a associação lançou uma nova proposta sobre o assunto, transportes gratuitos nos EUA. De Junho de 2018 até dezembro de 2020, oferecerá passagens de ônibus grátis a todas as pessoas que trabalham no centro da cidade. O esperado é que essa iniciativa ajude a evitar a emissão de mais de 10 milhões de toneladas de CO2! Agora é torcer para que dê certo em outros países, como no Brasil por exemplo!

 

Transportes gratuitos na Austrália

 

• Enquanto isso, a Austrália também preocupada com a poluição devido ao excesso de carros nas ruas, está oferecendo transportes gratuitos, mas, graças a energia solar! É uma alternativa mais do que sensata, visto que oferece transportes gratuitos com qualidade! Como é o primeiro país do mundo a colocar nas ruas ônibus movidos à energia solar, está garantida a tarifa zero para o serviço.

• A justificativa para o incentivo de colocar transportes gratuitos na Austrália, é pelo fato de não haver gastos com combustíveis fósseis nem com energia elétrica para o funcionamento da frota. Por isso, é quase uma obrigação oferecer transportes gratuitos para a população!

• A concepção foi criada pela empresa Adelaide Connector Bus, uma das maiores companhias de transportes públicos da cidade de Adelaide. Mais precisamente, é a cidade onde os primeiros transportes gratuitos movidos a energia solar estão circulando!

 

Como funcionam os ônibus solares

 

• Funcionam a partir de placas fotovoltaicas instaladas no teto dos coletivos. O melhor, é que são fornecidas pelo próprio Estado!

• Como o sol é muito forte, as placas produzem a energia necessária para os ônibus circularem. Além disso, são criados mais 30% de energia através dos freios que possuem sistema de frenagem capaz de transformar o impacto dos freios no asfalto em eletricidade!

• O projeto foi iniciado em Fevereiro de 2018, e a frota já percorreu mais de 60 mil quilômetros pelas ruas de Adelaide. A princípio já foi evitado a queima aproximada de 14 mil litros de diesel na atmosfera!

Só nos resta admirar incentivos como esses e, aguardar! Já que estão longe da realidade dos brasileiros!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Rampa para troca de óleo x Elevador com rampa

Rampa para troca de óleo x Elevador com rampa

Qual desses equipamentos será melhor para uma oficina? Rampa troca de óleo ou elevador com rampa? De qualquer forma, ambos equipamentos são igualmente importantes para o auto center. Precisa apenas entender a diferença no funcionamento de cada um. Afinal, vão proporcionar não só atendimentos mais eficientes, como também, mais ágeis. E já sabe, clientes satisfeitos sempre voltam!

No entanto, antes de sair comprando, é preciso saber qual é melhor para seu auto center. Mesmo porque, tanto a rampa troca de óleo como o elevador com rampa, tem características diferentes. Confira:

 

• Características da rampa troca de óleo

 

A rampa troca de óleo vem com controle remoto. Além de facilitar a execução do serviço e com mais agilidade, pode ser operada somente por uma pessoa.

Este é o tipo de equipamento ideal para oficinas com poucos funcionários. Além disso, a rampa possibilita alinhar as rodas dianteiras e traseiras com distâncias entre eixos de 1.700 mm até 3.500 mm. A traseira móvel, adapta-se facilmente a todos os tipos de alinhadores computadorizados, laser, digital e ópticos.

A rampa troca de óleo, tem um sistema de rodas-livres com macaco hidráulico manual, não utiliza ar para elevação da rampa. Garantia de 1 ano.

A rampa troca de óleo é ideal para o auto center que trabalha mais com a troca de óleo em veículos leves e utilitários. Também serve para ser utilizada em oficinas mecânicas e postos de combustíveis ou para troca de escapamentos.

A vantagem é que as rampas substituem as valas e permitem o máximo do aproveitamento do espaço físico. Caso o auto center não tenha muito espaço, e o atendimento é pensado nos carros menores, a rampa troca de óleo é ideal.

Mesmo porque, oferece o máximo de aproveitamento do espaço físico. E para locais que já tem elevador automotivo, pode ser encaixado em qualquer tipo de elevador.

 

• Características do elevador com rampa

 

Já o elevador com rampa tem braços tubulares e rebaixados, ideais para o uso em veículos com menor distância do solo. A base é inteiriça sem peças soltas, reduzindo o risco de acidentes. Possui um sistema de segurança, composto por duas porcas, impedindo a elevação do veículo em caso de desgaste das porcas de trabalho. A garantia também é de 1 ano.

A escolha entre os equipamentos deve ser de acordo com o serviço oferecido no auto center. Só para exemplificar, quando oferecem serviços de troca de óleo com mais frequência, a sugestão é o elevador com rampa automotivo. Eleva o veículo facilitando o trabalho, além de ter muitos modelos que ajudam a realizar vários tipos de trabalhos.

Tem duas plataformas paralelas que facilitam a vida do mecânico. Assim, o profissional tem mais facilidade para retirar o óleo do automóvel, já que as pranchas do equipamento possuem bandejas afuniladas que facilitam o dreno do óleo.

O elevador com rampa também possui um acionamento automático com controle que garante a segurança de todos os funcionários. Prevenindo dessa maneira, acidentes de trabalho.

Sem dúvida, o elevador com rampa mantém o auto center sempre limpo e organizado. Com este equipamento, pode trocar os fluídos do veículo, fazer reparos em escapamentos, e outros serviços onde há necessidade de elevar o veículo. Do mesmo modo, que ganha espaço para organizar os equipamentos da melhor forma possível.

Entretanto, cada um desses equipamentos trará mais agilidade nos serviços do auto center com a vantagem de não limitar qualquer atividade.

Não permita que a concorrência leve seus clientes. Em outras palavras, procure equipar seu auto center, a fim de agilizar no atendimento. Analise as vantagens de cada um e, saiba escolher entre a rampa troca de óleo e o elevador com rampa. Assim, seu auto center vai alavancar pela agilidade e qualidade nos serviços oferecidos!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Saiba utilizar o elevador automotivo com segurança

Saiba utilizar o elevador automotivo com segurança

A falta de atenção é a principal causa de acidentes nas oficinas. Logo por certo, podem ser evitados se, utilizar o elevador automotivo com segurança.

Entretanto, não é difícil ouvir comentários de profissionais da área automotiva, que, por pouco, um carro quase despencou do elevador!

A princípio, motivo que é importante que funcionários designados para a função. Sobretudo estejam sempre atentos ao correto posicionamento do veículo no elevador automotivo.

Por consequência, algumas seguradoras podem ficar na defensiva, quanto a pagar estragos sofridos no carro. Isso devido ao manuseio de funcionário descuidado.

Basta apenas um erro deste porte para as finanças da empresa serem engolidas pelas dívidas, ainda mais, quando o carro for caro!

Portanto, estamos falando não apenas do prejuízo com o carro, como também, de um provável acidente de trabalho com funcionários.

Embora um elevador automotivo aumente a produtividade da empresa, existem procedimentos a cumprir para utilizar com segurança.

Veja quais são:

 

Como utilizar o elevador automotivo com segurança

 

• Antes de mais nada, cada funcionário deve estar orientado/treinado quanto ao manuseio correto do equipamento;

• Além das orientações do fabricante devem ser levadas a sério, ou seja, nunca ultrapassar o peso máximo recomendado, sem exceções;

• Como o peso dos carros são diferentes, assim sendo, é recomendado ter elevadores automotivos com variadas capacidades;

• Caso tenha apenas um elevador, que seja de capacidade superior ao peso dos carros de seus clientes;

• Logo os equipamentos devem estar sempre com a manutenção em dia, tanto para a segurança dos funcionários como dos seus clientes;

• Portanto, qualquer som estranho que comece a emitir, deve ser acionada a equipe de manutenção com interdição do elevador;

Com o propósito de utilizar o elevador automotivo com segurança, basta seguir algumas orientações básicas. Confira:

 

Centralização correta do veículo

 

• Assim, tenha certeza que o veículo foi posicionado bem no centro do elevador automotivo para garantir a distribuição do peso corretamente;

• Como resultado, o carro não desliza, distribui o peso igualmente entre os braços e não danifica nenhuma parte do elevador;

 

Peso excedente

 

• Logo, antes de colocar o carro no elevador, certifique-se de não haver bagagens ou cargas no porta-malas;

• Dessa maneira, não há excesso de peso, por isso, não força o equipamento, e não desequilibra o veículo quando suspenso;

 

Pontos de apoio

 

• Logo, esteja certo de colocar nas sapatas de sustentação do elevador automotivo. Portanto o veículo deve estar na posição exata das marcações do fabricante;

• Assim as sapatas, devem ser monitoradas para estar sempre em boas condições de uso. Pois nelas é que ocorre a aderência, a fixação dos braços com o veículo;

 

Teste antes de subir

 

• Com isso, evite elevar o veículo de vez. Ou seja, primeiro, puxe a alavanca até o carro sair do chão, em seguida pare;

• Logo, verifique se tudo está certo. Então, erga-o totalmente, a fim de que nada saia errado;

 

Utilização do elevador para lavagens

 

• Não lave nem molhe veículos suspensos no elevador nos elevadores tradicionais (elevadores mecânicos – com fuso, rosca);

• Uma vez que, no elevador tradicional, a água pode danificar os componentes. Sejam eles eletrônicos e mecânicos, em contato com a água podem ser danificados e ocasionar ferrugens;

• Mesmo porque, existem elevadores automotivos específicos para lavagens de veículos;

• Assim, os mais indicados para lavação de veículos são os equipamentos com sistema hidráulico. Elevadores Automotivos Hidráulicos;

• O elevador automotivo hidráulico possui cilindros hidráulicos nas colunas. Logo podendo afastar o conjunto hidráulico e partes elétricas da área molhada;

 

Porque não subir nos braços do elevador automotivo

 

• Esta é uma atitude que pode colocar em risco a vida do profissional. Portanto, em nenhuma hipótese, pode ser feita;

• Além disso, prejudica a distribuição do peso do veículo, causando esforço desnecessário, podendo desregular e danificar o equipamento;

 

Lubrificação sempre necessária

 

• Para utilizar o elevador automotivo com segurança, é importante que a lubrificação seja feita conforme recomendações do fabricante. Assim como sempre na data estipulada pelos fabricantes;

• Logo, esta manutenção é necessária, de forma periódica, nos elevadores tradicionais. Assim como nos elevadores mecânicos, para se prolongar a vida útil do equipamento;

• Entretanto, no elevador automotivo hidráulico este procedimento não se aplica, pelo fato do óleo hidráulico permanecer em sistema fechado;

 

Desta forma, os tipos de lubrificação do elevador automotivo podem variar de acordo com o modelo escolhido. Podendo ser, por meio de graxa, manual a óleo e automática a óleo.

Consequentemente o elevador automotivo a óleo manual como de graxa, a lubrificação deve ser a cada 15 ou 30 dias. Mas, vai depender do uso do equipamento, assim, como do ambiente onde está instalado.

Todavia, a lubrificação automática a óleo deve ser realizada somente a cada 2 anos. Pois a lubrificação dos cilindros hidráulicos é feita pelo óleo hidráulico 68, que fica armazenado dentro de um reservatório. Ou seja, devido a este sistema fechado, o óleo não cria ou retêm impurezas do ambiente – sujeitas, poeiras.

Portanto, pode ser utilizado por longo período de tempo, muito acima dos óleos e graxas nos elevadores tradicionais, ditos mecânicos.

Contudo, vale ressaltar que, embora utilizando o elevador automotivo com segurança, no caso de acontecer um acidente, quem paga? Mesmo que aconteça um acidente de trabalho por falha de funcionário, despesas médicas ou indenizações a este funcionário, ficam por conta do empregador.

Estas foram algumas dicas para se trabalhar com segurança. Para mais informações, ou esclarecimentos, consulte sempre o fabricante do equipamento.

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Dicas para conservar os elevadores.

Dicas para conservar os elevadores.

Ao conservar os elevadores com detergente neutro e outros produtos pode garantir a vida útil do seu equipamento. Essa extensão eleva para o máxima da capacidade de desempenho do equipamento.

Os elevadores estão entre as máquinas mais perfeitas criadas até hoje. Portanto é um equipamento essencial para transporte de pessoas, equipamentos pesados, ou, objetos. Logo, os elevadores estão presentes no cotidiano de cada um, seja no condomínio onde reside ou no trabalho!

E a intensa atividade de entra e sai nos elevadores, sejam de uso comercial ou residencial, necessitam de cuidados diários. Isso para garantir a vida útil, e o bom funcionamento do equipamento, assim, como a segurança de cada passageiro!

Claro, que embora o pessoal de limpeza esteja sempre atento a conservação dos elevadores, mesmo assim, não é difícil entrar em elevadores sujos. Além de marcas de dedos no inox, papéis de bala no carpete, sinais de urina de PET’s. Dessa maneira, em casos como esses, são os condôminos de empresas que tem uma parcela maior de culpa! Isso pela fala de zelo.

Histórias essas acontecem diariamente. Logo, sejam em imensos prédios comerciais, ou residenciais de poucos andares, como sujeira pode afetar o funcionamento dos elevadores. Portanto vale a pena ficar de olho nas dicas de como conservar os elevadores!

 

Delicadeza com elevadores

 

• Engana-se quem acredita que os elevadores devido ao imenso maquinário não podem ser afetados com simples sujeiras. Entretanto, podem sim. Por isso, não devem ser tratados com hostilidade, vandalismo, nem brincadeiras como apertar todos os botões de comando ao mesmo tempo!

 

Sujeiras nos elevadores

 

• A sujeira também é outro fator preocupante já que qualquer tipo de lixo que caia na cabina é preocupante!

• Os líquidos por exemplo, causam danos sérios caso atinjam o poço do elevador, já que danificaria componentes elétricos e eletrônicos. Para esse caso a preocupação maior não seria a integridade dos equipamentos, mas, sim, a segurança dos passageiros!

• Inclusive, há relatos de apartamentos e até de salas comerciais que tiveram problemas de canos. Por exemplo, torneiras estourados e a água escorreu para o corredor chegando ao poço do elevador!

• Em casos como esses a primeira medida é avisar a segurança ou o síndico do prédio. Assim eles poderão desligar de imediato o equipamento, evitando danos mais graves!

 

Atenção as sujeiras

 

• Para conservar os elevadores, é preciso ficar atento também aos objetos, ou alimentos que possam cair no vão da cabina. Uma vez que, mais exatamente, nas soleiras por onde a porta corre, poderia comprometendo o fechamento da porta. Logo, impedindo que saia do andar!

• Nesse caso, ao entrar no elevador e notar que há algum tipo de objeto, ou, papel caído no trilho, procure retirar de imediato. Entretanto, se não for possível chame alguém para limpar, senão, pode prender a porta e não abrir novamente.

 

Limpeza para conservar os elevadores

 

• O interior dos elevadores quando for de inox, podem ser limpos com uma esponja, pano macio embebido em detergente neutro. Pois pode tirar a marca de gordura, deixadas pelas mãos e dedos.

• Em seguida deve ser passado um pano seco, e um produto específico para inox que inclusive serve para cobrir arranhados. Além de proteger, tirar manchas e dar brilho.

• Também, o vidro da porta pode ser limpo com limpa vidros, ou, pano com detergente neutro, assim garantir a vida útil do elevador;

• Logo, o procedimento da limpeza também deve ser feito com cuidado nos botões e luminárias;

• Assim, a limpeza nos elevadores, de preferência deve ser em horários de baixo fluxo para não atrapalhar a vida de moradores ou empregados;

• Mesmo que outros revestimentos internos em elevadores como granito, também pode ser limpo com detergente neutro, pano seco, produto específico. Isso para dar brilho e perfume, sem produtos oleosos que marcariam demais mãos e dedos;

 

Acessórios para elevador

 

 

• Tapete no interior do elevador, deve ser aspirado e lavado sempre que necessário. Por isso, é interessante ter sempre um de reserva, para prevenir imprevistos com sujeiras;

• Sempre que houver carregamento de materiais, móveis nos elevadores, além de devidamente sinalizados, o limite de peso deve ser respeitado. Isso para garantir a vida útil do equipamento;

• Tapetes e forrações especiais no interior devem ser colocados para não riscar o inox das paredes. Assim, como devem ter cuidado para não atingir nem a botoeira, nem a luminária com móveis e equipamentos altos;

• Em muitos prédios após a mudança ou carregamento de materiais, os elevadores utilizados passam por vistorias feitas pelo síndico ou responsável. Isso para verificar se não houve danos aparentes. Logo, em caso positivo, são passíveis de multas ou pagamentos extras para garantir a conservação dos elevadores;

Para finalizar a limpeza dos elevadores nada melhor que acentuar o cheiro de limpeza com fragrâncias suaves que agradam a todos!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Como será o descarte para as baterias de carros elétricos?

Como será o descarte para as baterias de carros elétricos?

Baterias de carros elétricos

 

Uma vez que, a sustentação do meio ambiente, é a preocupação do momento, como será o descarte para as baterias de carros elétricos no futuro?

Em muitos países, a realidade automotiva já é outra, com os carros elétricos fazendo parte da paisagem urbana e, do cotidiano de muita gente.

No Brasil, carros elétricos ainda estão meio tímidos, talvez, um pouco desacreditados, ou, certamente, estão num valor acessível por poucos brasileiros!

 

Qual o problema ambiental a vista?

 

Seja como for, pode ser uma condução autônoma e compartilhada ao mesmo tempo, conforme vem sendo mostrado. É o automóvel que cada dia torna-se mais evidente que será o único tipo no futuro. Nesse sentido, como os carros elétricos possuem emissão zero, razão que vem sendo aprimorados a cada ano, ainda assim, podem provocar um novo problema ambiental!

 

Qual o custo benefício da Potência x kWh?

 

Nos veículos convencionais, uma das preocupações básicas, é quanto a potência. Quanto aos carros elétricos, o que pode fazer diferença para mais ou para menos em termos de potência, é justamente a densidade em kWh. O que significa, que não está relacionado com o motor elétrico em si, mas certamente, com o pacote de baterias que o carro transporta! Soa estranho não é mesmo?

 

Por que as baterias têm um Valor alto?

 

Em outras palavras, a bateria será o maior custo de um carro elétrico, e provavelmente, continuará por muito tempo. Com toda tecnologia empregada na fabricação dos carros elétricos, o dispositivo que armazena energia no automóvel, começa a preocupar o setor. Isto porque, nem temos ainda, uma frota de 100% desses veículos rodando pelas ruas!

Então, vem a razão deste artigo, como será o descarte para as baterias de carros elétricos no futuro?

 

Quem fará a reciclagem das baterias?

 

Os fabricantes de carros elétricos estão cada vez mais empenhados em investir na produção de sofisticadas baterias. Com isso, abre-se uma nova porta no setor de reciclagem, devagar é claro, mas, que aos poucos começa ser aprimorada!

Para as empresas, ainda é um caminho novo a percorrer, algumas estão se preparando para nos próximos anos atuar no ramo de recuperação das baterias de lítio. Em virtude de ser algo inusitado, muitos problemas começam a surgir, como por exemplo, padronização do serviço. Claro, que isto, não será para agora. Mesmo porque, cada fabricante, tem sua própria tecnologia e processos químicos diferentes para obter maior rendimento das baterias.

 

Por que a procura pelo Lítio aumentou 4 x mais?

 

Como as baterias de carros elétricos serão a base de lítio, já existe uma procura de quatro vezes maior deste elemento químico, de uns tempos para cá. Visto que em 2025, os carros elétricos serão responsáveis por 90% da produção mundial.

 

Quanto será destinado de Baterias de lítio em celulares?

 

Vale esclarecer que grande parte dos dispositivos eletrônicos modernos possuem baterias de lítio. Exemplos como smartphones, calculadoras de mão, além de outros. Dessa forma, os aparelhos que usam pequenas baterias de lítio representarão 10%, o restante da produção, será destinado aos carros elétricos!

 

Qual outro elemento químico está sendo visado?

 

Outros elementos químicos, como por exemplo, o cobalto, subiram 80%, pois também é matéria-prima essencial na produção de baterias. A Volkswagen, quis se garantir, e reservou um lote enorme para sustentar a produção de baterias para a próxima década.

 

Onde foram encontradas novas reservas de lítio?

 

Recentemente em Minas Gerais, novas reservas de lítio foram descobertas. Já a Bolívia, é dona de uma das maiores reservas do planeta, por isso, pode enriquecer no cenário internacional, chamado agora de petróleo branco!

Nos desertos de sal da Argentina e Chile, possuem reservas enormes do metal e o trio de nações representam 60% das reservas mundiais conhecidas. No Congo, o cobalto representa entre 50% e 60% das reservas mundiais. Significa que os olhos de todos estão voltados para esses países!

 

Quais Empresas estão interessadas?

 

De tal forma, que empresas como a OnTo Technology dos EUA, estão se preparando para este novo mercado de reciclagem. O objetivo é produzir materiais para produção de eletrodos para novas baterias a partir de unidades expiradas. Muito mais prático do que decompor cada elemento individualmente.

Do mesmo modo, a Tesla, afirma que fará uso de baterias para abastecer de energia sua Gigafactory e pretende reciclar as células exauridas. Por sua vez, a BYD, utiliza baterias em fim de vida útil para veículos em grandes acumuladores de energia estacionários. Assim terão funcionamento por muito mais tempo que os automóveis. Hoje, o tempo de vida das células atuais varia de 8 a 10 anos.

 

Quem será o responsável pelo descarte destas baterias?

 

Já foi definido pela Europa e a China, que o descarte correto para as baterias de carros elétricos, será responsabilidade do fabricante do veículo. No entanto, podem terceirizar o serviço, a fim de reaproveitar componentes dessas unidades em fim de carreira.

 

Quem fará a Fiscalização desse setor?

 

Mesmo assim, deverá haver uma rigorosa fiscalização pelos governos a fim de prevenir novos danos ao meio ambiente. Portanto, tratam-se de metais e produtos químicos que necessitam de descarte correto!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Como funciona um elevador automotivo

Como funciona um elevador automotivo

Elevador automotivo na oficina

 

O elevador automotivo na oficina é encontrado na maioria de centros automotivos. Pelo menos uma unidade de elevador hidráulico de mecânica é observado. Assim, o elevador hidráulico mais seguro é fundamental para a realização de vários consertos, algo em torno de 70%.

Logo, mesmo este equipamento esteja entre os mais utilizados nos Centros Automotivos, algumas mecânicas ainda não possuem elevador automotivo. Veja bem, alguns podem ter dúvidas sobre o funcionamento, sobre o tipo ideal para seu estabelecimento, manutenções entre outros.

Dessa maneira resolvemos postar este artigo para esclarecer ao máximo as dúvidas mais comuns. Assim, quem sabe, será de grande ajuda para mecânicos quem ainda não se decidiram pelo produto.

 

 

Elevador em Centros Automotivos

 

• Sobretudo, o elevador automotivo de centros automotivos, também conhecido como elevador hidráulico automotivo,  é um equipamento específico para levantar veículos. Consequentemente, é utilizado para facilitar e agilizar o serviço do mecânico principalmente na parte inferior do veículo. Não raro, esta função é aplicada a Centros Automotivos, Oficinas Mecânicas, Estética Automotiva entre diversas outras atividades.

 

Como é o funcionamento do elevador hidráulico automotivo

 

• Primordialmente, o elevador hidráulico automotivo trabalha a base de fluído. Este fluído, é submetido a uma pressão específica se espalha em todas as direções até chegar ao recipiente de armazenamento;

• Em resumo, é acionado por uma unidade hidráulica movida por um motor elétrico, gerando a força e expansão dos fluidos. Assim, esta movimentação desloca os cilindros hidráulicos que levantam a carga do elevador, neste caso, o carro;

 

Vantagens do elevador hidráulico automotivo

 

• Visto que, comparado ao elevador eletromecânico, a potência do elevador hidráulico automotivo é gerada pela unidade hidráulica que movimenta os cilindros. Por isso, a força do elevador automotivo mais seguro pode ser multiplicada rapidamente, e torna-se mais econômico. Portanto não necessita ter uma fonte de energia elétrica intensa para o funcionamento, nem de dois motores para cargas maiores;

 

Manutenção no elevador

 

• Por isso, o elevador automotivo na oficina tem custo baixo de manutenção já que funciona com fluidos;

• Assim é mais resistente que os elevadores eletromecânicos que ainda, precisam trocar periodicamente óleo ou graxa para funcionar perfeitamente;

• Inclusive, como o elevador hidráulico automotivo é um sistema fechado, mantêm o ambiente da oficina sempre limpo;

 

 

Elevador automotivo mais seguro

 

• Uma vez que o elevador automotivo mais seguro se dá pelo fato dos seus sistemas de segurança. Assim, não tem como ultrapassar o limite de carga do elevador hidráulico automotivo. No caso de colocar carga excessiva, o elevador automotivo mais seguro deixa de elevar, obrigando o veículo retornar ao chão suavemente;

 

Custo-benefício do elevador automotivo

 

• Diante disso o custo-benefício que o elevador automotivo na oficina compensa o investimento. Isso se justifica pelo fato de ser mais durável que o eletromecânico entre outros. Igualmente, o elevador hidráulico automotivo resulta em baixo consumo de energia elétrica. Além de evitar desperdiço com mão de obra de funcionário para engraxar periodicamente!

Além disso, há um extenso leque de onde elevadores automotivos hidráulicos podem ser muito bem utilizados. Visto que, em postos de combustíveis para troca de óleo é bastante procurado. Além de um crescente investimento em estética automotiva, lavação de carros utilizam o elevador automotivo hidráulico para ganhar espaço. Como duplicador de garagem por não precisar de força elétrica para manter o veículo no alto com total segurança! Entre outras facilidades mais específicas dentro das empresas e residências para uso particular do elevador automotivo hidráulico de mecânica.

Em visto que no mercado existem inúmeros modelos e fabricantes de elevadores automotivos, todo cuidado é pouco. Antes que efetue a comprar, o importante é pesquisar e fazer a escolha mais adequada a sua empresa.

Com isso, a dica é dar sempre preferência a empresas conhecidas no ramo, como a 2e4 Rodas Hulk Elevadores, fabricante dos modelos para 2500 kg, 4T, 4100 kg, 4,2 T. Sobretudo, todos duráveis e com qualidade, além de terem o conjunto hidráulico com regulagens diferentes.

 

Como escolher um elevador automotivo hidráulico de mecânica?

 

• Inclusive, existem alguns pontos que precisam ser observados para fazer um bom negócio. Logo, a escolha de um elevador automotivo hidráulico de mecânica é essencial. Mesmo porque, é um investimento feito para durar muitos anos, então nada de precipitações para não errar;

• Assim, comece pesquisando pela internet os valores, que devem estar equilibrados entre os diversos fornecedores;

• Simultaneamente, veja a média de mercado, as características dos produtos e desconfie do mais barato;

• Da mesma forma, desconfie caso encontre o equipamento com preço muito abaixo do mercado. Por fim, o problema pode estar na qualidade do material, então não vale a pena arriscar;

 

Altura do elevador automotivo

 

• Por vezes, a altura do elevador automotivo de centros automotivos precisa ser compatível com o local onde será instalado já que podem ter entre 1,8 a 2,2 metros;

• Além disso, o elevador automotivo baixo demais trará problemas de coluna aos funcionários. No entanto, de nada adianta um elevador tão alto que não cabe na oficina. Assim, é desperdiçar seu dinheiro e tempo para a realização da troca;

DICA DE OURO – Se possível, antes de instalar sua oficina mecânica, pense em como ficarão seus equipamentos e a logística das atividades. Logo isso poupará tempo e os famosos “jeitinhos brasileiros” de se adaptar com gastos desnecessários que geralmente incomodam.

 

Peso máximo do elevador hidráulico

 

• Acima de tudo, ao comprar o elevador hidráulico, escolha um modelo que seja compatível com o peso dos carros recebidos e que procuram a oficina;

• Sempre olhe mais a frente. Apenas invista afim de atender as suas necessidades para 5 a 10 anos de serviço. Ao mesmo tempo, amplie a cartela de clientes que são atendidos;

 

 

Garantia do equipamento

 

• Em vista disso é essencial que o fabricante do modelo de elevador automotivo escolhido ofereça garantias estendidas. Pois, que tenham reposição de peças para atender você no caso de precisar, a fim de garantir o bom funcionamento do equipamento;

 

Manutenção preventiva do elevador hidráulico

 

• Ao mesmo tempo, a maneira mais prudente em ter sempre o elevador automotivo hidráulico em pleno funcionamento na oficina é fazendo as manutenções preventivas. Caso contrário, basta um dia parado para atrasar a entrega de carros aos clientes;

• Além de se evitar a parada do equipamento, a manutenção preventiva deve ser realizada para que o equipamento trabalho 100%.

 

Além da escolha de produtos com qualidade, a procedência é essencial para um bom investimento e para o fluir dos serviços nas oficinas mecânicas.

Por fim, lembre-se também que a manutenção preventiva sempre deve ser feita pelos profissionais da área, de preferência pelo fabricante, ou, por pessoas indicadas pela empresa.

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Ciclovia coberta que gera energia

Ciclovia coberta que gera energia

Ciclovias cobertas

 

Ciclovias cobertas?! Muita gente gostaria de pedalar mesmo em dias de chuva ou neve! Com certeza é uma tarefa desafiadora. Atento a necessidade dos ciclistas, na Alemanha está sendo construída uma ciclovia coberta que gera energia!

Será chamada de ciclovia Radbahn, está em construção na cidade de Berlim com o diferencial que ficará debaixo do viaduto U1, o que vai garantir a pista coberta, além de ter áreas para descanso e diversão.

O curioso é que acima do viaduto U1 passa uma linha de trem criada há 120 anos!

Na verdade, debaixo do viaduto U1, já existe uma ciclovia que fica ao lado de uma via onde o trânsito é intenso, por isso, poucos ciclistas se arriscam por lá.

 

+ Segurança na ciclovia

• A ideia é deixar a ciclovia coberta que gera energia mais segura para os ciclistas, para tanto, o projeto prevê uma divisão entre veículos e bicicletas e terá 9 km de extensão;

 

Como a ciclovia coberta vai gerar energia

 

• O mais interessante é que a ciclovia coberta que gera energia recebeu esse nome devido a um projeto ousado de reaproveitar a energia criada pelo atrito dos pneus das bicicletas com o solo tornando-se sustentável;

 

Quais são os bairros beneficiados com a ciclovia coberta que gera energia

 

• Charlottenburg, Schöneberg, Kreuzberg e Friedrichsain;

 

O que mais será disponibilizado na ciclovia coberta que gera energia

 

• Espaço para atividades econômicas e sociais;

• Lanchonetes e cafés;

• Lojas especializadas em conserto e aluguéis de bicicletas;

• Espaço destinado ao cultivo de horta urbana aberta ao público em geral;

 

Qual será o tipo do solo na ciclovia coberta que gera energia

 

• Como o projeto inicial está voltado para a sustentabilidade, estão sendo testados diferentes superfícies para saber quais são os materiais que se enquadram melhor;

• Mesmo porque, será um tipo de solo especial que precisa ser sensível ao contato das bicicletas, já que devem produzir energia suficiente para manter as luzes na ciclovia, outras instalações, inclusive os semáforos;

 

Outros exemplos com ciclovias importantes

 

• Em Copenhagen e Amsterdã, os ciclistas sempre foram levados a sério tanto quanto os veículos, pedestres e o transporte público, pois, já tem seu próprio espaço, é justamente o que a ciclovia Radbahn quer fazer em Berlim;

• Criar uma ciclovia coberta que gera energia, ofereça segurança e conforto para o ciclista de forma sustentável, talvez, seja o incentivo perfeito para as pessoas aderirem ao projeto;

 

Mais ciclovias na Alemanha

 

• Com o aumento dos ciclistas, a Alemanha está investindo na construção de mais ciclovias, e como sempre investiu nos transportes em geral, tem excelência na qualidade dos transportes públicos, aluguel de carros e bicicletas, tudo de forma integrada fortalecendo o desenvolvimento sustentável;

 

Qual o motivo para a construção da ciclovia coberta que gera energia

 

• Embora a infraestrutura na Alemanha estar entre as melhores no mundo, foi pensando nos usuários não motorizados que a ciclovia foi inspirada, visto que a prioridade será deles na Radbahn;

 

Curiosidades na Radbahn, a ciclovia coberta que gera energia

 

• Os semáforos inteligentes funcionarão de acordo com o fluxo das bicicletas;

• Durante o trajeto os ciclistas recebem avisos de qual a velocidade para o trecho para não terem de parar, em caso, de cruzamentos;

• Radbahn será uma ciclovia verde e será geradora de energia limpa;

• A ciclovia coberta que gera energia ligará bairros distantes da capital de forma prática e rápida;

A construção de ciclovias cobertas aproveitando o espaço inútil debaixo de viadutos, pode ser a maneira ideal de sustentabilidade, basta que a ideia seja copiada, visto que a parte debaixo na maioria dos viadutos serve somente para abrigar moradores de rua, descartes de móveis e entulhos!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Equipamentos de segurança na oficina, são necessários?

Equipamentos de segurança na oficina, são necessários?

Equipamentos de segurança na oficina

 

Certamente são necessários, visto que os equipamentos de segurança na oficina, ou seja, EPIs, podem garantir a segurança de mecânicos e ajudantes.

Afinal, são expostos diariamente a riscos de acidentes em serviços de funilaria, manutenções elétricas, montagens e desmontagens de peças.

Vale esclarecer que os equipamentos de segurança na oficina, além de necessários, devem ser fornecidos gratuitamente aos funcionários, conforme Lei 3.214 de 1978 do Ministério do Trabalho.

 

Importância em investir nos equipamentos de segurança na oficina

 

• A importância começa com a prevenção de acidentes com a equipe de trabalho, com isso, o índice de funcionários de licença causado devido acidentes de trabalho é reduzido;

• É bom, ter alguém responsável em orientar o funcionário que não utiliza os equipamentos de segurança, pois é, obrigatório;

• Não basta ter equipamentos de segurança na oficina, devem estar em bom estado de conservação, senão, a troca será necessária;

• A quantidade de equipamentos deverá ser compatível ao número de funcionários;

• O uso obrigatório não deve ser restrito somente aos empregados, como também, chefia, diretor, inclusive, clientes, quando necessário;

 

Segurança não tem preço

 

• Investir em equipamentos de segurança na oficina, mostra que a empresa se preocupa com os funcionários;

• Pode parecer um valor alto a investir, mas, a tranquilidade financeira que traz evitando acidentes pessoais, ou com bens materiais de terceiros, certamente compensa;

• Empresas que não fornecem equipamentos de segurança aos empregados, mesmo que necessários, podem ser denunciadas ao Ministério do Trabalho;

• Outrossim, podem ter problemas com ações trabalhistas, indenizações e multas, portanto, não vale a pena economizar;

 

Mantenha a equipe de trabalho motivada

 

• Funcionário feliz, tem uma produtividade melhor, e nem precisa mandar, isto, é fato;

• No entanto, os equipamentos de segurança na oficina devem ser utilizados por todos, mesmo por aqueles que não gostam;

• Preocupe-se em mostrar aos funcionários através de filmes, quanto os equipamentos de segurança na oficina, podem salvar;

 

A 1ª impressão, é que fica

 

• Pense nisso, sempre que um cliente novo entrar em seu auto center, ou oficina;

• Grande parte das pessoas entram no local, primeiramente, para uma visualização rápida de tudo, funcionários e aspecto dos equipamentos;

• Não há nada melhor que ver funcionários usando EPIs, sinal, que a empresa é séria;

• Também, de nada adianta, se os equipamentos a vista, estão descascados, amarrados com arame, ou com ferrugens;

• Sinal que o serviço pode não ser 100% confiável;

 

Atenção começa na recepção

 

• Ter um atendimento cordial e rápido, é o mínimo que o cliente espera ao entrar na oficina pela primeira vez;

• Naquele momento, o cliente já está analisando o visual da empresa, o atendimento e, aparência dos funcionários;

• Acima de tudo, está imaginando que o serviço será bem-feito, e uma única vez, sem retorno desnecessário, porque o problema voltou;

• Por isso, uma empresa que cuida da segurança na oficina, passa uma ótima impressão ao cliente quando os funcionários estão usando EPIs;

• Ao passo que, caso o cliente não visualize bons atrativos na oficina, por mais que tenha boas ofertas, raramente volta;

Empresas focadas no cumprimento da lei com o uso dos equipamentos de segurança precisam investir para garantir a segurança na oficina mecânica. Se bem que, também é importante para os funcionários que a manutenção das instalações da empresa, também estejam em dia.

Seja como for, não esqueça que os funcionários precisam estar atentos ao uso constante dos equipamentos de segurança na oficina. Por outro lado, cada funcionário, deve ser responsável pelo uso e conservação de seus equipamentos, assim, como deve haver um controle sobre a quantidade de equipamentos, a fim de, prever, se existe equipamento suficiente, inclusive para novos funcionários!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Oficina mecânica sustentável, como fazer?

Oficina mecânica sustentável, como fazer?

Para transformar uma oficina mecânica em sustentável, antes, é preciso entender o que é sustentabilidade?

• Sustentabilidade é compreender que tudo que for referente aos aspectos econômicos, sociais, culturais e ambientais, devem ser feitos de forma consciente hoje, para que não esteja escasso no futuro, principalmente quando vem ou afeta a natureza.

Consumidores preocupados com o meio ambiente que já adotam comportamentos sustentáveis, estão sempre a procura de empresas em vários setores que zelem pela sustentabilidade, inclusive no ramo automobilístico, por isso, a oficina sustentável é a pauta do dia!

 

Pensando no amanhã

 

• Dependendo do tipo de atividades que algumas empresas exercem, prejudicam diariamente o ambiente seja com descartes indevidos, ou outros meios, as vezes conscientemente, a esperança é que estejam empenhadas em achar soluções ideais para deixar de agredir nos próximos anos.

Entretanto, outras empresas entendem a importância de ser sustentável, e estão colocando em prática como abraçar a ideia de ter uma oficina mecânica sustentável, que certamente pode agregar valor quando bem aplicada!

 

Como fazer uma oficina sustentável

 

• O conceito básico para transformar uma oficina comum em sustentável, é adotar medidas práticas para que o meio ambiente não seja agredido, ou, pelo menos amenize o problema;

 

Meio ambiente x oficina mecânica

 

• Oficinas em geral podem afetar o meio ambiente caso não façam descartes na forma correta dos insumos retirados do motor dos veículos, como óleo ou peças quebradas;

• A energia elétrica consumida de uma forma exagerada e sem controle nas oficinas mecânicas, ou outros lugares em geral, também representa agressão ao meio ambiente, por isso, o uso deve ser consciente, o que representará ainda, economia no final de cada mês;

 

Vantagens da oficina sustentável

 

• A frase “o meio ambiente agradece”, foca bem a importância da oficina sustentável, basta que trabalhe de olho no tema;

• Claro que seria muito bom se cada empresa repensasse seu papel num futuro próximo, e começasse a adotar a partir de agora medidas preventivas visando a preservação da natureza, tornando as áreas verdes e respiráveis novamente, e límpida as águas dos rios;

Em vista dos benefícios, clientes proprietários de frotas de veículos estão dando prioridade aos serviços oferecidos pelas oficinas mecânicas sustentáveis, por isso, uma dica de ouro as oficinas, criem parcerias a fim de agregar maior lucro aos negócios!

 

Como montar oficinas sustentáveis

 

• O proprietário da oficina precisa listar cada ação feita pelos mecânicos que pode agredir o meio ambiente, ou, seja, que provoque impacto ambiental;

• Veja de que maneira essas ações são feitas e pesquise qual a maneira correta para fazer a fim de reduzir ao máximo os danos ao meio ambiente;

 

Como proceder

 

• Para que o descarte de resíduos não agrida o meio ambiente, deve ser feito de maneira apropriada, ou seja, é preciso separar líquidos, peças, lixos não reutilizáveis, e lixos recicláveis;

• Faça uma pesquisa entre as empresas que realizam coleta seletiva para ter o descarte correto e ter a certeza do reaproveitamento da matéria prima quando for o caso, portanto, não escolha empresas fantasmas;

 

Conscientização dos funcionários

 

• É importante que cada funcionário esteja empenhado na realização correto na separação de cada resíduo, embora mais cansativo, inclusive, copinhos de café e de água, envolvendo inclusive funcionários da limpeza e recepção;

 

Caixas de contenções

 

• São sempre importantes para evitar qualquer tipo de vazamento no solo, o que prejudicaria 100% o meio ambiente, por isso, analise a utilidade na oficina;

 

Gestão ambiental

 

• É aconselhável que a oficina sustentável tenha um sistema de gestão ambiental para não sobrecarregar o funcionário com a inclusão dos novos serviços, visto que cada um já tem sua função específica;

• Dessa maneira, a sugestão é criar funções temporárias para pessoas voltadas a manutenção da oficina sustentável;

 

Divulgação é tudo

 

• O boca a boca e a visualização de um produto são os melhores caminhos para divulgar e lembrar de um produto, por isso, abuse de panfletos, banners, e das poderosas redes de comunicações, Site, Whatsapp, Facebook;

• É imprescindível que divulgue qual o diferencial que uma oficina sustentável oferece aos clientes, e quanto beneficia o meio ambiente;

No ambiente da oficina pode colocar plantas penduradas, posters da natureza, imagens do impacto ambiental, pode dar sacolinhas para descarte de lixo no carro como brinde e divulgação da oficina.

Mantenha os funcionários focados e solicite que divulguem a oficina mecânica sustentável na rede social de cada um!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

O elevador nas pirâmides do Egito

O elevador nas pirâmides do Egito

Extraterrestre?!

Parece difícil aceitar, mas, até hoje tem gente que acredita que as Pirâmides do Egito só foram erguidas com o auxílio de extraterrestres, já que seria impossível, simples trabalhadores conseguirem construir monumentos tão grandiosos em peso e altura.

Na realidade foi descoberto que embora a mão de obra dos escravos foi realmente a alavanca principal na execução das obras, também foi utilizado um sistema inédito para a época que mais tarde seria conhecido como elevador, e para entender como tudo aconteceu, vamos aprender como foi usado o elevador nas Pirâmides do Egito.

 

Elevador nas Pirâmides do Egito

 

Há anos os cientistas e outros estudiosos tentam decifrar como as Pirâmides foram erguidas realmente, e de acordo com relato divulgado por eles, chegaram na provável teoria que os egípcios conseguiam mover os blocos que pesavam toneladas cada um, através de um sistema que consistia em molhar a areia do deserto na frente de um tipo de trenó utilizado para puxar objetos pesados por todo o caminho percorrido.

Diga-se de passagem, que cada bloco poderia ter cerca de 2,5 toneladas, alguns, maiores, outros menores, mesmo assim, durante a construção conforme a altura, ou, lugares especiais como a câmara do faraó por exemplo, o bloco poderia ter em média até 80 toneladas.

Mesmo com todo esse peso os blocos tinham que ser ainda, cortados nas pedreiras, depois, lixados e até catalogados, como um almoxarifado, inclusive, eram anotados o nome do faraó e dos trabalhadores.

Estima-se que somente na Pirâmide de Quéops, foram utilizados cerca de 2,3 milhões de blocos.

Planagem no Egito

 

Antes do início de cada construção das Pirâmides do Egito, o terreno escolhido era todo aplainado para facilitar a passagem dos blocos de várias toneladas, inclusive, facilitava a extração de matérias primas que seriam utilizadas também como rochas calcárias, pedras mais moles extraídas com ferramentas de cobre, outras mais finas, seriam para dar brilho à pirâmide.

Também na construção de Quéops, o faraó escolheu granito para decorar a câmara do rei, onde seria sepultado, e como não havia na região, os blocos eram buscados na Pedreira de Assuã a 800 quilômetros de distância, e vinham através do Rio Nilo.

E para movimentar blocos com peso de até 80 toneladas era utilizado esse trenó gigante sobre a areia do deserto, e funcionava realmente, era só molhar a areia na parte da frente, assim, o atrito era reduzido e o manejo ficava muito mais fácil.

Teoria de um elevador

 

A teoria de um elevador nas Pirâmides do Egito começou quando cientistas acharam uma pintura na parede do túmulo egípcio de Djehutihotep (” Thoth está satisfeito “) era um antigo nomarch egípcio do décimo quinto nomos do Alto Egito (“a Lebre”) durante a duo décima dinastia em 1.900 a.C. na qual era demonstrada o transporte de uma gigantesca estátua, sendo levada numa espécie de trenó e puxado por 172 escravos, enquanto um escravo a frente despejava um líquido que provavelmente seria água.

Foi a partir desta pintura que pesquisadores resolveram fazer algo parecido e descobriram que este provavelmente foi o segredo de como as Pirâmides do Egito foram erguidas, pois, a rigidez da areia molhada permitia que o trenó deslizasse com mais facilidade, já que a areia não se acumulava na frente, e quanto a erguer os pesados blocos para o alto o elevador teria como base a força humana, cordas e troncos roliços.
Este foi, em teoria, os primeiros registros de sistema de elevação de grandes cargas e as Pirâmides do Egito é um bom exemplo.

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.