link as = "script" href = "https://cdn.ampproject.org/v0.js" rel= "preload"
phone-icon0800 642 2327          phone-iconFIXO (47) 3522-3274              whatsapp-logo-icone(47) 99978-1266          whatsapp-logo-icone(47) 98872-0320 (PEÇAS)

Opala Club

O clube começou quando os amigos ANGELO BUTURI NETO, ALEXANDRE E. CIURZYNSKI JR., ARTHUR CORBARI TOCCHIO, ÁTILA CARCERERI PARIS, GILBERTO PILATTI e MARCOS DA COSTA, unidos pelo mesmo ideal, isto é, adquirir e conservar um automóvel Opala qualquer que fosse o ano ou modelo, desde que estivesse em boas condições.

E assim foi, que após alguns contratempos, vencidos com garra e perseverança, um a um os amigos foram atingindo o tão almejado objetivo, possuir seu próprio Opala.

Passaram então a se encontrar, inicialmente nas noites de sexta-feira na Av. Batel, porem, como o espaço era pequeno os automóveis ficavam expostos sobre a calçada e já era de se esperar, logo surgiu um braço da lei na figura dos policiais do Detran e acabaram com as reuniões.

Local de encontro

Era preciso encontrar um novo local para os encontros e optaram pelo estacionamento de uma badalada lanchonete no Batel, e que com o tempo acabou ficando pequeno, tendo em vista a grande receptividade alcançada, e o Parque Bariguí foi eleito para receber os opaleiros com suas máquinas envenenadas, todos os domingos pela manhã.

Ali permaneceram por algum tempo, entretanto novas dificuldades surgiram e novamente foram forçados a mudar o local dos encontros. Desta vez foi o Parque Tanguá o escolhido, também por pouco tempo, até que com a permissão do proprietário, foi decidido que as reuniões seriam feitas todos os domingos pela manhã no estacionamento do Royal Palace Bingo, próximo ao parque São Lourenço, onde permaneceram por algum tempo tendo novamente que escolher outro local para os encontros. O novo local escolhido foi a Praça do Atlético onde se encontram atualmente todos os domingos pela manhã juntamente com outros clubes de automóveis.

opala 74

Marco para opaleiros

Nestas andanças até encontrarem um local adequado para os encontros, aconteceram alguns fatos pitorescos. Um deles digno de nota e que passou a ser um marco para opaleiros em dificuldades idênticas a vivida por um de nossos sócios.

O fato aconteceu em uma sexta feira a noite nos encontros na Av. Batel onde Opalas enfileirados um atrás do outro, máquinas ronronando, carros rebaixados, molas cortadas, películas de insulfilm negras, pneus fora de bitola permitidas, enfim, tudo o que era proibido pelas leis de trânsito, ali era encontrado.

E um dos “artistas”, além das alterações apontadas, não tinha a placa de identificação dianteira do veículo. Aquilo foi a gota d’água para os olhos experientes dos oficiais do trânsito que por ali passavam. Como o veículo estava regularmente estacionado a solução era esperar a hora da saída.

Pátio do Detran

Para garantir a apreensão do veículo, os policiais pediram através do radio a presença de mais viaturas, o que aconteceu alguns minutos mais tarde.

Nesta altura do acontecimento já passava muito da meia-noite e o proprietário do veículo em questão já via o seu Opala sendo levado para o pátio do Detran, de onde só sairia na segunda feira, após pagar as multas impostas, remoção e estadia, o que não sairia barato, alem de ter que aguentar a gozação dos amigos e ficar sem carro no final de semana.

As gozações já haviam começado quando um dos participantes falou, “quero ver teu carro sair daqui guinchado”. Foi a palavra chave, e num descuido dos policiais o veículo foi levado as pressas para o interior do estacionamento da lanchonete e dali, após uma ligação para um auto socorro particular, que atendeu prontamente, o Opala foi levado “guinchado” para casa, sob as vistas incrédulas dos homens da Lei.

Hoje os opaleiros já mais amadurecidos cultuam seus opalas sempre procurando a originalidade.

Fortalecer e perpetuar amizades

Outros fatos no mínimo curiosos, aconteceram com os opaleiros, e que só vieram fortalecer a amizade que reina entre eles, e o que é muito importante, o carro brasileiro que mais tempo permaneceu em fabricação, é motivo ainda hoje para definitivamente, conservar, fortalecer e perpetuar amizades, e diga-se de passagem, hoje todos vemos com orgulho, que o que começou como uma simples brincadeira, agora reúne famílias inteiras nestes tão despretensiosos encontros onde comparecem pessoas de todas as idades, sejam opaleiros ou não, moças, rapazes, crianças e idosos.

opala
Contato Direto
Email

[email protected]

Telefone

(41) 9620-4100

Os direitos autorais de todo o material apresentado neste site são propriedade da marca 2e4 Rodas Equipamentos Automotivos ou do criador original do material, estas imagens foram coletadas de diversas fontes públicas, incluindo sites diferentes, considerando a possibilidade de estar em domínio público.

Se alguém tiver qualquer objecção à exibição de qualquer imagem ou notícias, deve trazer ao nosso conhecimento através do e-mail (contato). O mesmo será removido imediatamente, após verificação do crédito.

Todas as Marcas e nomes pertencem aos seus proprietários. Outros nomes e marcas podem ser de propriedade de outras empresas.

Declinamos toda e qualquer responsabilidade legal advinda da utilização das informações acessadas nos nossos sites que tem por objetivo a divulgação de informação, diversão e educação dos interessados.

Medidas tomadas pelos usuários são de sua inteira responsabilidade.

Reiteramos que orientamos sempre a consultar e seguir as instruções presentes no manual do proprietário do seu PRODUTO.

Nota Completa no RODAPÉ. Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.