link as = "script" href = "https://cdn.ampproject.org/v0.js" rel= "preload"

Os veículos com tração nas 4 rodas, os chamados 4×4, são fabricados de forma que a transmissão seja distribuída igualmente para as 4 rodas, isso, significa que a força do motor, a qual impulsiona o carro, é aplicada sobre os eixos dianteiros e os traseiros da mesma maneira, possibilitando assim, maior aderência ao solo dos pneus traseiros, favorecendo ao arranque.

Para que serve o 4×4?

O principal desempenho que é esperado de um veículo cuja tração é o sistema 4×4, é que tenha maior aderência ao solo, mas, existe alguns cuidados que devem ser observados.

Que tipo de solo deve ser usado o 4×4

Os veículos com tração nas quatro rodas, para obter total desempenho, o ideal é que seja dirigido somente em estradas de terra, ou, em lugares onde o piso em que está sendo trafegado, possa estar com pouca aderência, fazendo que os pneus possam deslizar.

Diferenças entre Tração 4×4 e 4×2

Para tanto, existem 2 tipos de tração nas quatro rodas, e que podem ser encontrados de acordo com o modelo de carro e do fabricante: 

Tração integral, são os veículos fabricados, com o sistema de 4×4 que funciona de maneira fixa, não há como desativar parte dela. 

Atualmente no mercado, existe outra opção, são os veículos cujo sistema de tração 4×4, proporciona ao motorista, a escolha em trabalhar o veículo somente com sistema 4×2, isto significa que o motorista tem a possibilidade de usar a tração, no momento em que achar mais conveniente.

Normalmente para a dirigibilidade ficar ideal para trafegar em pisos normais como em asfalto, o veículo necessita apenas, da tração em duas rodas, dianteiras ou traseiras, e na hora em que precisar, o motorista ativa o sistema 4×4, através de um botão ou de uma alavanca (existem essas diferenças entre os modelos e marcas de automóveis).

Quando usar 4×4 ou 4×2

Deve ser observado quais os tipos de solos que devem ser usados o sistema 4×4, conforme informações a seguir: 

  • Tráfego em Asfalto Seco

Quando o veículo estiver circulando no asfalto seco, em condições normais sem chuvas, a tração 4×4 não deve estar ativada.

  • Tráfego em Asfalto Molhado

  Já no caso de trafegar no asfalto molhado, devido a fortes chuvas, a pista estará sem aderência, deve ser acionado então, o sistema 4×4, desde que não ultrapasse a velocidade de 80 km/h sob essas condições, para a segurança do motorista e passageiros. 

  • Tráfego em Alagamentos

Em casos de locais alagados, ao atravessar esses trechos, deve estar com o sistema 4×4 ligado, mas, a travessia deve ser devagar, e feita com marcha reduzida, mantendo sempre o giro alto, para evitar que a água entre pelo escapamento. 

  • Tráfego em locais Arenosos

Quando estiver praticando rali, ou, estiver andando na areia, o ideal é usar calibragem menor nos pneus, para que obter o máximo de tração nas rodas, não esquecendo depois, de voltar a calibragem normal. Outra dica, caso mesmo assim, o carro fique atolado, o sistema deve ser reduzido para o 4×2, até sair do atoleiro.

  • Tráfego em Terrenos Íngremes

Para trafegar em terrenos íngremes, com buracos e barrancos, o ideal é usar a 4×4 reduzida, deve se ter cuidado nas manobras, e de preferência, ter alguém que possa orientar o motorista, para qual o melhor lado para virar as rodas, para que o carro consiga melhor aderência ao solo, e consiga transpor os obstáculos, e sair do terreno.

  • Como obter Melhor Desempenho do 4×4

As melhores maneiras de como utilizar o 4×4, podem ser obtidas através das orientações fornecidas pelo próprio fabricante, que podem ser verificadas no manual do proprietário, inclusive para evitar manutenções desnecessárias, e garantir a durabilidade do veículo.