Uma “DICA DE OURO” a todos os pilotos de plantão que receiam perder a CNH, assim, que atingir 20 pontos e, por isso, controlam na unha cada pontinho ganho, sabiam que existem algumas multas que causam a perda imediata da CNH de moto, mesmo sendo apenas 1?

Pois é, certamente muita gente desconhece, o pior é que mesmo que não tenha cometido nenhuma infração no último ano, 1 única multa entre as mostradas abaixo, é suficiente para originar a perda imediata da CNH, além de ser obrigado a pagar valores absurdos que podem chegar a R$ 6 mil.

Tratam-se de infrações de natureza gravíssima que mesmo sendo únicas no prontuário do motociclista, é o estopim que pode levar a abertura de processos administrativos que podem tirar o direito de pilotar de2 a 8 meses”, e quando reincidente, 18 meses.

Na realidade, algumas dessas infrações consideradas gravíssimas, são atitudes que muitas vezes é visto com frequência nas ruas, por isso, para o piloto que está acostumado a fazer e até hoje não foi pego, é bom pensar se vale a pena continuar arriscando! Confira:

  • Ser flagrado pilotando bêbado, ou, recusar fazer o teste do bafômetro, suspensão de 12 meses, além de pagar uma multa redondamente alta de R$ 2.934,70;
  • Fazer uso da moto para interromper, restringir, perturbar, ou, impedir a circulação de outros veículos em qualquer via, suspensão de 12 meses e a multa pode custar mais que a própria moto, $ 5.869,40;

A suspensão implica que o motociclista fica proibido de pilotar durante 1 ano, e o valor da multa é aplicada conforme a gravidade apurada e, do fator multiplicador da infração.

Além disso, existem outras multas que causam a perda imediata da CNH de moto, como aquelas que mesmo sendo simples exibições, como por exemplo, empinar a moto, para provar quem é bom, “aos olhos da Lei”:

  • Também é considerada infração gravíssima que causa a perda imediata da CNH de moto, a multa pode parecer razoável, R$ 293,47, mas, aí é que mora o perigo, se houver outros competidores por assim, dizer, a multa para quem for pego no “flagra”, pula para R$ 2.934,70, caso seja visto como manobra perigosa!
  • Forçar passagem na contramão pilotando entre os veículos que trafegam em sentido oposto, ou, circular entre veículos que trafegam nos dois sentidos quando o trânsito está congestionado, casos como esses levam multa de R$ 2.934,70, além da perda imediata da CNH de moto;
  • A omissão de socorro em acidentes, alterar o local do acidente, ou, não prestar informações solicitadas pelo agente do trânsito, também acarreta a perda imediata da CNH de moto, com multa de R$ 1.467,35;
  • Pilotar sem os acessórios obrigatórios, ou, mesmo que esteja de capacete e usando chinelos, pode dar multa de R$ 293,47, em casos extremos pode até causar a perda da CNH de moto;
  • Outra infração gravíssima que pode originar abertura de processo, é carregar mais de uma pessoa na garupa, assim, como crianças abaixo de 7 anos, a multa pode ser de R$ 293,47;
  • Trafegar com a moto com as luzes apagadas, gera multa de R$ 293,47, mas, como representa riscos a segurança do piloto e de outros a volta, pode causar perda da CNH;
  • Multa por excesso de velocidade detectada pelo radar em locais próximos as escolas, onde a velocidade é de apenas 30 km/h, pode causar também a perda da CNH de moto;
  • Quem tenta furar blitz de fiscalização, pode responder a processo administrativo que pode causar a perda da CNH, além de levar multa no valor de R$ 293,47;

Procure sempre pilotar com segurança e dentro da Lei, bom para você, melhor para todos.

Share This