A FCA anuncia no próximo dia 1° de junho seus planos para os próximos anos. De acordo com a agência Bloomberg, eles passam pelo fim da produção de carros da Fiat em seu país de origem, a Itália. O grupo deixará de produzir veículos baratos e de grande volume no país.

Em outras palavras, o Panda terá sua produção transferida para a Polônia, onde já são montados o Fiat 500, Abarth 595 e os modelos da Lancia destinados ao mercado italiano.

O Fiat Punto, descontinuado no Brasil em 2017, enfim terá sua produção encerrada na Europa, assim como o Alfa Romeo Mito, derivado do hatch da Fiat.

Por que a FIAT não irá mais fabricar carros na Itália?

A FCA teria adotado esta estratégia por conta de uma velha briga com sindicatos italianos. As exigências de melhores condições não seriam acompanhadas de melhora na produtividade.

A saída para o grupo seria designar as fábricas de Turim para a produção de carros da Maserati e a de e Pomigliano para a fabricação de um SUV Jeep que será posicionado abaixo do Renegade. Enquanto isso, Melfi e Mirafiori ficariam encarregadas de um segundo SUV da Maserati.

Hoje a gama da Fiat é composta por outros modelos importados. A minivan 500L é produzida na Sérvia, enquanto o Tipo é turco e o 124 Spider é fabricado pela Mazda no Japão.

A estratégia visa a expansão da Jeep na Europa, mas tem um peso histórico. Fundada em 1899, a Fiat se tornou símbolo da indústria italiana no pós-guerra.

O pequeno e barato Fiat 500 de primeira geração fez muito sucesso nesta época, pois era o carro que os italianos podiam comprar. Agora, apenas veículos premium serão fabricados na Itália.

Fonte: quatrorodas.abril.br Acessado em 30/05/2018 ” Fiat deixará de fabricar carros na Itália ”

Why FIAT will no longer make cars in Italy?

FCA announces next June 1 its plans for the coming years. According to Bloomberg, they are passing the production of Fiat cars in their home country, Italy. The group will stop producing cheap and high volume vehicles in the country.

In other words, Panda will have its production transferred to Poland, where the Fiat 500, Abarth 595 and the Lancia models for the Italian market are already being assembled.

The Fiat Punto, discontinued in Brazil in 2017, will finally have its production closed in Europe, as will the Alfa Romeo Mito, derived from the Fiat hatch.

Why FIAT will no longer make cars in Italy?

The FCA would have adopted this strategy because of an old fight with Italian unions. The requirements of better conditions would not be accompanied by improvement in productivity.

The output for the group would be to designate the factories of Turin for the production of cars of the Maserati and the one of and Pomigliano for the manufacture of a SUV Jeep that will be positioned below the Renegade. Meanwhile, Melfi and Mirafiori would be in charge of a second Maserati SUV.

Today the range of Fiat is composed by other imported models. The 500L minivan is produced in Serbia while the Tipo is Turkish and the 124 Spider is manufactured by Mazda in Japan.

The strategy aims at expanding the Jeep in Europe, but has a historical weight. Founded in 1899, Fiat became a symbol of post-war Italian industry.

The small, inexpensive first-generation Fiat 500 was very successful at this time as it was the car that the Italians could afford. Now only premium vehicles will be manufactured in Italy.

Source: quatrorodas.abril.br Posted on 30/05/2018 “Fiat will stop making cars in Italy”

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

A FCA anuncia no próximo dia 1° de junho seus planos para os próximos anos. De acordo com a agência Bloomberg, eles passam pelo fim da produção de carros da Fiat em seu país de origem, a Itália. O grupo deixará de produzir veículos baratos e de grande volume no país.

Em outras palavras, o Panda terá sua produção transferida para a Polônia, onde já são montados o Fiat 500, Abarth 595 e os modelos da Lancia destinados ao mercado italiano.

O Fiat Punto, descontinuado no Brasil em 2017, enfim terá sua produção encerrada na Europa, assim como o Alfa Romeo Mito, derivado do hatch da Fiat.

Por que a FIAT não irá mais fabricar carros na Itália?

A FCA teria adotado esta estratégia por conta de uma velha briga com sindicatos italianos. As exigências de melhores condições não seriam acompanhadas de melhora na produtividade.

A saída para o grupo seria designar as fábricas de Turim para a produção de carros da Maserati e a de e Pomigliano para a fabricação de um SUV Jeep que será posicionado abaixo do Renegade. Enquanto isso, Melfi e Mirafiori ficariam encarregadas de um segundo SUV da Maserati.

Hoje a gama da Fiat é composta por outros modelos importados. A minivan 500L é produzida na Sérvia, enquanto o Tipo é turco e o 124 Spider é fabricado pela Mazda no Japão.

A estratégia visa a expansão da Jeep na Europa, mas tem um peso histórico. Fundada em 1899, a Fiat se tornou símbolo da indústria italiana no pós-guerra.

O pequeno e barato Fiat 500 de primeira geração fez muito sucesso nesta época, pois era o carro que os italianos podiam comprar. Agora, apenas veículos premium serão fabricados na Itália.

Fonte: quatrorodas.abril.br Acessado em 30/05/2018 ” Fiat deixará de fabricar carros na Itália ”

Moto Antiga x Placa Preta

A sua moto é antiga? Tem pelo menos 30 anos de uso? Sabia que pode solicitar a placa preta e, assim, valorizar na hora da revenda? Isso mesmo

ler mais

Saiba porque segura de moto é caro no Brasil

Seguro de moto é caro no Brasil   Fazer seguro de motocicleta no Brasil, não é uma das prioridades do motociclista porque sai caro! Por isso mesmo, cada região no Brasil apresenta um percentual diferente quanto ao seguro de moto. Como por exemplo, enquanto na...

ler mais

Why FIAT will no longer make cars in Italy?

FCA announces next June 1 its plans for the coming years. According to Bloomberg, they are passing the production of Fiat cars in their home country, Italy. The group will stop producing cheap and high volume vehicles in the country.

In other words, Panda will have its production transferred to Poland, where the Fiat 500, Abarth 595 and the Lancia models for the Italian market are already being assembled.

The Fiat Punto, discontinued in Brazil in 2017, will finally have its production closed in Europe, as will the Alfa Romeo Mito, derived from the Fiat hatch.

Why FIAT will no longer make cars in Italy?

The FCA would have adopted this strategy because of an old fight with Italian unions. The requirements of better conditions would not be accompanied by improvement in productivity.

The output for the group would be to designate the factories of Turin for the production of cars of the Maserati and the one of and Pomigliano for the manufacture of a SUV Jeep that will be positioned below the Renegade. Meanwhile, Melfi and Mirafiori would be in charge of a second Maserati SUV.

Today the range of Fiat is composed by other imported models. The 500L minivan is produced in Serbia while the Tipo is Turkish and the 124 Spider is manufactured by Mazda in Japan.

The strategy aims at expanding the Jeep in Europe, but has a historical weight. Founded in 1899, Fiat became a symbol of post-war Italian industry.

The small, inexpensive first-generation Fiat 500 was very successful at this time as it was the car that the Italians could afford. Now only premium vehicles will be manufactured in Italy.

Source: quatrorodas.abril.br Posted on 30/05/2018 “Fiat will stop making cars in Italy”

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Share This