Maiores metrópoles do Brasil

Todos os anos milhares de motociclistas morrem no Brasil, mas, é no Estado de São Paulo onde a maioria dos acidentes acontecem, mesmo porque, é uma das maiores metrópoles do país!

Claro, que embora o número de motociclistas em São Paulo seja o mais elevado entre as principais cidades do Brasil, não justifica a quantidade assustadora de acidentes diariamente como é mostrado nos noticiários!

Alguns poderiam ter sido evitados, caso tivessem conhecimento básico de como evitar acidentes de moto que podem ser de grande ajuda a qualquer momento.

 

Fator principal de acidentes

• Conforme levantamento feito pelo INFOSIGA-SP, responsável pelo gerenciamento de acidentes somente no Estado de São Paulo, cerca de 94% dos acidentes fatais envolvendo motos são causados pela desatenção dos pilotos, motoristas e pedestres, ou seja, a culpa não pode recair somente nas costas dos motociclistas, já que outros fatores podem agravar a situação!

Moto x Automóveis

• Não tem como comparar a fragilidade de um motociclista exposto em cima de um veículo de duas rodas, com motoristas de carros, caminhões e ônibus, por isso, quem trabalha de moto, precisa saber se defender;

Como se defender

• Não importa o tamanho do trajeto, piloto e garupa, devem estar sempre de capacetes afivelados com viseiras abaixadas;

• Luvas, botas, calças reforçadas e casacos, completam a segurança;

• Moto com mata cachorro, e corta pipas, são acessórios que podem salvar suas vidas;

Farol ligado

• Trafegar com o farol baixo ligado é importante para reforçar a visualização pelos outros motoristas, seja de dia e a noite, principalmente em dias chuvosos, ou, locais com neblina;

• Lembre-se de colocar adesivos refletores na moto, nas roupas, botas e capacetes, tudo para ser visto ainda mais;

Cuidado com o ponto cego

Pilotos novatos as vezes não sabem a importância em ficar fora do ponto cego do motorista, por isso, nunca é demais reforçar:

• Trata-se do ponto onde o motorista não enxerga a traseira a direita de seu veículo, espaço suficiente para esconder uma moto, que as vezes pode ser fechada pelo motorista porque não viu que havia uma moto, pois, estava na mesma velocidade que o carro;

• Nesse caso com certeza o piloto vai ao chão e muitas vezes pode vir a óbito devido a aproximação dos veículos que vem atrás, agora, imaginem quando estiver no ponto cego de caminhões ou ônibus!

• Portanto, o posicionamento do veículo em qualquer rodovia requer extrema atenção;

• É preciso ter certeza que está no campo de visão do motorista a frente;

Sinalização

• Respeitar a sinalização é um dos principais mandamentos para evitar acidentes de moto, por isso, nada de ultrapassagens forçadas, entrar em ruas de mão única, ou passar pelas calçadas somente porque descobriu que errou o caminho, vai chegar atrasado no compromisso ou na entrega!

• Caso necessite utilizar o celular para fugir do trânsito, ou ajudar na rota, primeiro saia do trânsito, estacione a motocicleta, e lembre-se de abaixar novamente a viseira antes de retornar;

• Muita atenção nos cruzamentos principalmente quando não há semáforos, ou, mesmo durante a madrugada, já que muitos não respeitam nada, na dúvida do motorista tê-lo visto ou não, buzine para alertar que está passando;

Perigo a frente, pedestre

 

• Um dos atropelamentos mais frequentes entre motos e pedestres é quando resolvem atravessar entre os carros parados no trânsito como se todos tivessem a obrigação de deixá-lo passar, mesmo longe da faixa destinada a eles;

• As motos que vem pelos corredores um pouco mais chutadas chegam em segundos ao pedestre, o atropelamento é fatal, muitas vezes para o próprio motociclista, então, é bom maneirar na velocidade quando o trânsito estiver mais lento;

• Fique atento e diminua a velocidade ao cruzar faixas de pedestres em locais com grande fluxo de pessoas como saídas de metrô, shoppings, estações de trem, entre outros, já que muitos tem pressa e atravessam sem olhar;

Pilotando nos corredores

 

• Os corredores parecem que foram feitos especialmente para a circulação de motos, só que não;

• É uma das poucas alternativas para os motociclistas, já que o ideal seria uma faixa exclusiva, mas, como dizem, é o que tem para hoje, então a dica é andar pelos corredores numa velocidade que seja compatível com uma freada inesperada;

• Inclusive procure manter uma distância razoável da moto que vai a frente, seja para frear ou desviar numa manobra tipo radical, onde as vezes é uma questão de viver, ou morrer!

• Trafegue pelas vias normais sempre que possível, ou seja, não se habitue a andar pelos corredores visto que pode ser passível de multa, caso não haja trânsito algum, e a velocidade deve estar na casa dos 40 km/h!

Menos egoísmo no trânsito

 

• As vezes acidentes entre motos e carros acontecem simplesmente porque um não permitiu a entrada do outro embora tenha sinalizado a tempo!

O respeito as leis de trânsito e também ao próximo, ainda é o melhor caminho para tornar o ir e vir de todos no trânsito algo prazeroso e menos violento! Pense nisso!

Saiba na hora que um novo vídeo foi postado. Com novidades em equipamentos automotivos, segurança e entretenimento da área mecânica, informação e lazer.
Viagem de Moto. Como se prevenir?

Viagem de Moto. Como se prevenir?

Todos amantes de motocicletas adoram viagem de moto. Mas deve-se tomar alguns cuidados para não ficar na estrada e estragar o passeio

Como fazer o carro pegar no tranco?

Como fazer o carro pegar no tranco?

Como fazer o carro pegar no tranco? Antes disso, veja se não está prejudicando a situação fazendo o carro pega no tranco, com especialista

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

 

Maiores metrópoles do Brasil

Todos os anos milhares de motociclistas morrem no Brasil, mas, é no Estado de São Paulo onde a maioria dos acidentes acontecem, mesmo porque, é uma das maiores metrópoles do país!

Claro, que embora o número de motociclistas em São Paulo seja o mais elevado entre as principais cidades do Brasil, não justifica a quantidade assustadora de acidentes diariamente como é mostrado nos noticiários!

Alguns poderiam ter sido evitados, caso tivessem conhecimento básico de como evitar acidentes de moto que podem ser de grande ajuda a qualquer momento.

 

Fator principal de acidentes

• Conforme levantamento feito pelo INFOSIGA-SP, responsável pelo gerenciamento de acidentes somente no Estado de São Paulo, cerca de 94% dos acidentes fatais envolvendo motos são causados pela desatenção dos pilotos, motoristas e pedestres, ou seja, a culpa não pode recair somente nas costas dos motociclistas, já que outros fatores podem agravar a situação!

Moto x Automóveis

• Não tem como comparar a fragilidade de um motociclista exposto em cima de um veículo de duas rodas, com motoristas de carros, caminhões e ônibus, por isso, quem trabalha de moto, precisa saber se defender;

Como se defender

• Não importa o tamanho do trajeto, piloto e garupa, devem estar sempre de capacetes afivelados com viseiras abaixadas;

• Luvas, botas, calças reforçadas e casacos, completam a segurança;

• Moto com mata cachorro, e corta pipas, são acessórios que podem salvar suas vidas;

Farol ligado

 

• Trafegar com o farol baixo ligado é importante para reforçar a visualização pelos outros motoristas, seja de dia e a noite, principalmente em dias chuvosos, ou, locais com neblina;

• Lembre-se de colocar adesivos refletores na moto, nas roupas, botas e capacetes, tudo para ser visto ainda mais;

Cuidado com o ponto cego

 

Pilotos novatos as vezes não sabem a importância em ficar fora do ponto cego do motorista, por isso, nunca é demais reforçar:

• Trata-se do ponto onde o motorista não enxerga a traseira a direita de seu veículo, espaço suficiente para esconder uma moto, que as vezes pode ser fechada pelo motorista porque não viu que havia uma moto, pois, estava na mesma velocidade que o carro;

• Nesse caso com certeza o piloto vai ao chão e muitas vezes pode vir a óbito devido a aproximação dos veículos que vem atrás, agora, imaginem quando estiver no ponto cego de caminhões ou ônibus!

• Portanto, o posicionamento do veículo em qualquer rodovia requer extrema atenção;

• É preciso ter certeza que está no campo de visão do motorista a frente;

Sinalização

 

• Respeitar a sinalização é um dos principais mandamentos para evitar acidentes de moto, por isso, nada de ultrapassagens forçadas, entrar em ruas de mão única, ou passar pelas calçadas somente porque descobriu que errou o caminho, vai chegar atrasado no compromisso ou na entrega!

• Caso necessite utilizar o celular para fugir do trânsito, ou ajudar na rota, primeiro saia do trânsito, estacione a motocicleta, e lembre-se de abaixar novamente a viseira antes de retornar;

• Muita atenção nos cruzamentos principalmente quando não há semáforos, ou, mesmo durante a madrugada, já que muitos não respeitam nada, na dúvida do motorista tê-lo visto ou não, buzine para alertar que está passando;

Perigo a frente, pedestre

 

• Um dos atropelamentos mais frequentes entre motos e pedestres é quando resolvem atravessar entre os carros parados no trânsito como se todos tivessem a obrigação de deixá-lo passar, mesmo longe da faixa destinada a eles;

• As motos que vem pelos corredores um pouco mais chutadas chegam em segundos ao pedestre, o atropelamento é fatal, muitas vezes para o próprio motociclista, então, é bom maneirar na velocidade quando o trânsito estiver mais lento;

• Fique atento e diminua a velocidade ao cruzar faixas de pedestres em locais com grande fluxo de pessoas como saídas de metrô, shoppings, estações de trem, entre outros, já que muitos tem pressa e atravessam sem olhar;

Pilotando nos corredores

 

• Os corredores parecem que foram feitos especialmente para a circulação de motos, só que não;

• É uma das poucas alternativas para os motociclistas, já que o ideal seria uma faixa exclusiva, mas, como dizem, é o que tem para hoje, então a dica é andar pelos corredores numa velocidade que seja compatível com uma freada inesperada;

• Inclusive procure manter uma distância razoável da moto que vai a frente, seja para frear ou desviar numa manobra tipo radical, onde as vezes é uma questão de viver, ou morrer!

• Trafegue pelas vias normais sempre que possível, ou seja, não se habitue a andar pelos corredores visto que pode ser passível de multa, caso não haja trânsito algum, e a velocidade deve estar na casa dos 40 km/h!

Menos egoísmo no trânsito

 

• As vezes acidentes entre motos e carros acontecem simplesmente porque um não permitiu a entrada do outro embora tenha sinalizado a tempo!

O respeito as leis de trânsito e também ao próximo, ainda é o melhor caminho para tornar o ir e vir de todos no trânsito algo prazeroso e menos violento! Pense nisso!

Veja nossos vídeos em nosso Canal 2e4 Rodas

Saiba na hora que um novo vídeo foi postado.
Com novidades em equipamentos automotivos, segurança,
diversão e entretenimento da área mecânica, informação e lazer.

Viagem de Moto. Como se prevenir?

Todos amantes de motocicletas adoram viagem de moto. Mas deve-se tomar alguns cuidados para não ficar na estrada e estragar o passeio

Como fazer o carro pegar no tranco?

Como fazer o carro pegar no tranco? Antes disso, veja se não está prejudicando a situação fazendo o carro pega no tranco, com especialista

Pode usar pneu remold em moto?

Já ofereceram usar pneu remold em moto? Fabricação do remold, pneu remold é proibido. Causas de acidentes com motos, pneu gasta mais rápido é

Barulhos no motor da moto

Os barulhos no motor da moto podem ser por diversos fatores, seja por corrente esticada demais, folgada ou torta, parafusos frouxos, freios

Por que tantos acidentes com motos?

O porque tantos acidentes com motos acontece é a solução para conhecer as principais causas de acidentes de moto e assim encontrar a solução

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Share This