Buracos x Pneus

 

Ninguém merece cair num dos milhares de buracos esparramados por todos os lados com seu carro que cuida com tanto carinho, faz todas as revisões e fica no prejuízo, já que dependendo dos danos que sofreu pode pesar muito no bolso!

A maioria dos buracos afetam principalmente a suspensão do veículo, as rodas, os pneus, a caixa de direção, tudo vai de acordo com a força do impacto, ou seja, da batida do fundo do carro com o solo.

 

Época dos buracos

 

• Parece engraçado dizer, mas, os buracos aparecem em quantidades assustadoras durante o período das chuvas, embora nem todas as cidades sejam assim, tudo depende de como o problema é tratado pela prefeitura local;

• Por outro lado, na época de chuvas aumenta a quantidade de carros nas oficinas, por causa dos buracos submersos que são percebidos somente depois que o estrago no carro foi feito;

 

Buracos x Prejuízo

 

• Cair em buracos representa gastos não só com a mecânica do carro, tem outro agravante pior, é o risco de sofrer acidentes, as vezes fatais, pois, ninguém espera encontrar uma cratera pela frente e quando tenta desviar perde o controle!

• Só o fato de haver tantos desníveis nas estradas e nas ruas também podem ser considerados fatores de riscos;

 

Como proceder em ruas esburacadas

 

• Milhares de buracos aparecem devido ao excesso de chuvas, afundamento do solo, serviços de obras mal feitas, rompimento de canos, entre outros, deixando as vezes alguns trechos intransitáveis;

• Quem tem que passar em lugares como esses, precisa apenas ter alguns cuidados para não amargar ainda mais o prejuízo. Veja como proceder:

Calibragem dos pneus

 

• Os pneus precisam ser calibrados a cada 15 dias, ou, em menos tempo caso rode muitos quilômetros diariamente, afinal, são a parte fofa que impede o impacto direto do carro com o solo, caso estejam murchos, além de não absorver os solavancos, afeta o sistema de suspensão;

 

Como passar pelos buracos

 

• Sempre que visualizar um buraco a frente e não tem como desviar, procure diminuir a velocidade aos poucos, não pise seco no freio para não provocar algum problema na suspensão;

• Passe pelo buraco bem devagar com o veículo de frente e não de lado, ou seja, deixe cada roda entrar suavemente dentro do buraco sem forçar nada;

• Dessa maneira, todo o curso da suspensão trabalha ao mesmo tempo, de maneira a absorver e distribuir melhor o impacto;

 

Porque não passar de lado

 

• Tem motoristas que acreditam que passar de lado e devagar no buraco, não prejudica a suspensão, pelo contrário, como sobrecarrega apenas um braço da suspensão, pode causar uma torção indevida na carroceria, causando avarias;

Sintomas do carro que caiu em buracos

 

• Dependendo da velocidade que o carro está trafegando, as vezes enxergar um buraco a tempo de desviar é tarefa impossível, dependendo do impacto as consequências podem ser desde estourar os pneus, amassar as rodas, até acidentes graves;

• Então, é torcer para que nada tenha sido afetado, apesar que as vezes os sintomas aparecem dias depois, ou, quando cair em outro buraco, seja como for, ao perceber trepidação no volante, ouvir barulhos novos, ou sentir que a direção parece puxar para um lado, não tem jeito, é levar urgente ao mecânico;

 

Nada de esterçar

 

• É importante lembrar que ao perceber que vai cair no buraco que mantenha o volante reto, sem esterçar, para que somente os pneus sofram o impacto, amenizando problemas na suspensão, bem mais cara para conserto;

• Vale esclarecer que após ter caído em algum buraco e nada percebeu de diferente no carro, é aconselhável fazer um novo alinhamento pois, provavelmente as especificações da geometria de suspensão foram afetadas;

 

Importância do alinhamento

 

O alinhamento normalmente é feito a cada 10 mil quilômetros com o objetivo de nivelar desgastes e folgas dos componentes da direção;

• Proporciona estabilidade para que os pneus trabalhem na mesma posição que veio de fábrica, além de evitar que as bandas sejam desgastadas de maneira desigual, que obrigaria a troca dos 4 pneus;

• O alinhamento evita que o carro consuma mais combustível;

Buracos x Prejuízo, como ressarcir

 

• Embora não seja uma maneira fácil de ressarcir, sabia que ao cair num buraco dentro do perímetro urbano de um município, e tiver a mecânica do carro prejudicada, pode solicitar a Prefeitura para que os danos sejam ressarcidos?

 

Direitos assegurados

 

O direito é assegurado pela Constituição Federal conforme constam nos artigos 186, 402, 927 e 944, previstos no Código Civil Brasileiro, sobre situações passíveis de reparação de danos;

• O curioso é que a vítima precisa apenas comprovar os prejuízos sofridos em decorrência dos buracos, que pode ser por meio de ação indenizatória por danos materiais ou morais, impetrada por um advogado;

 

Como proceder

 

• Para quem teve prejuízo com o carro ao cair em buracos e deseja solicitar ressarcimento a Prefeitura, a primeira atitude é registrar Boletim de ocorrência;

• Procure um advogado e leve todas as provas que tem em mãos, como fotos do buraco no local, do carro, laudo médico se tiver, e laudo das partes mecânicas afetadas pelo buraco, tudo para comprovar a causa dos danos;

Já para aqueles que tem o carro assegurado, é bom ponderar se vai ou não solicitar ressarcimento junto a Prefeitura, visto que além de demorado, o seguro pode ser acionado mais facilmente desde que seja comprovado que o estrago foi causado realmente por ter caído num buraco, e não pelos desgastes das peças!

Nota

Imagens meramente ilustrativas.

Atenção! Importante a leitura da Nota de Esclarecimento presente ao final da página.

Share This